Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Indústria Têxtil pode Fechar as Portas em 60 dias Trazendo Sérias Conseqüências para o Setor em Minas

Highslide JS

Pará de Minas pode perder uma indústria têxtil dentro de sessenta dias. Estamos falando da Ibatec, Indústria Brasileira de Tecidos, que funciona na rua Melo Guimarães, 262, ao lado da Coopertêxtil. No dia 1º de maio foi realizada uma festa de confraternização entre os funcionários da fábrica, em comemoração ao Dia do Trabalho. Mal sabiam os operários que se tratava mesmo era da despedida. No dia seguinte todos receberam o aviso prévio, que vai vencer em 1º de julho. A diretoria da Ibatec tomou essa decisão por causa das dívidas que já chegam a quase R$ 4 milhões e estão impossibilitando a sua sobrevivência no mercado têxtil. A empresa é dirigida por um empresário de São Paulo e outro de Pará de Minas que, no momento, se recupera de uma cirurgia delicada. A situação da Ibatec é grave e só existem duas maneiras dela voltar a funcionar normalmente. A primeira delas seria levar o caso à Justiça, com um pedido de recuperação judicial, assim com aconteceu com a Famotec. E a outra seria a Coopertêxtil assumir a gestão. Dentro de alguns dias, a diretoria da Coopertêxtil vai se reunir para procurar uma solução, já que ela será a principal prejudicada, uma vez que a Ibatec é a responsável pelo acabamento dos tecidos produzidos pela cooperativa. O presidente Júlio Morais está preocupado:
.
.
.
.
.
.
.
.

Exibições: 2054

Responder esta

Respostas a este tópico

Essa empresa têxtil é somente mais uma que, após algum tempo agonizando, ocorreu a falência múltipla dos órgãos. E com ela, acaba por levar tantas outras, ao seu redor, à falência.

Dias atrás um amigo e empresário do setor teve que vender sua fazenda por R$6 milhões às pressas (digo às pressas pq já tinha rejeitado R$ 10 milhões pela mesma) para colocar R$3 milhões em Sua tecelagem (produzia 2 milhões de mts de tecido e com tinturaria própria) para encerrar suas atividades. Coisa que ele já tinha cogitado em fazer há 5 anos atrás (se fechasse nessa época não teria que desembolsar esta quantia citada e estaria com Sua fazenda ainda, ou teria vendido por mais de R$ 10 milhões, uma vez que já tinha esta proposta).

Sabe o que ele me disse de todo este prejuízo? Diz que valeu a pena ter feito isso, pois acorda todo o dia sem ter que pensar como irá proceder para resolver os problemas do dia, ocasionado pela abertura de mercado para a China.

Abraços à todos!!!

Edson Machado

Industria Textil fechaando as portas? Nao creio. Por exemplo a Vicunha esta bem, obrigando, da Argentina, passando pelo Brasil afora, instalada e produtiva no Equador e agora na America Central - e creio que ira bem tambem em seus projetos, "pe-no-chao", caladinha, sem "oba-obismo" na America do Norte. Sim America do Norte: A grande duvida, sera na Georgia ou Toronto? Ricardo, Marcel, Osmar: Im am fluent in English and also in French!

Sendo pequeno ou grande, quem ja passou por isso sabe o que é ter uma empresa com dividas, mas torço para que esta empresa consiga uma negociação para manter viva no mercado, não so a população de Pará de Minas mas todos perdem com fechamento da mesma. É preciso colocar Deus na frente para adquirir sabedoria e garantir o manutenção da empresa. LA FUERZA QUE LOGRE

Correto. Nao se esqueca das palavras sabias: Com Deus a frente...

Jose Antonio Vieira Pinto disse:

Sendo pequeno ou grande, quem ja passou por isso sabe o que é ter uma empresa com dividas, mas torço para que esta empresa consiga uma negociação para manter viva no mercado, não so a população de Pará de Minas mas todos perdem com fechamento da mesma. É preciso colocar Deus na frente para adquirir sabedoria e garantir o manutenção da empresa. LA FUERZA QUE LOGRE

Boa Noite!Trabalhei na cedro Textil durante 23 anos sai ,para trabalhar por conta propria passei varios apertos mas nao arrependi pois o mercado as vezes tem seus altos e baixos nao podem ir fechando fabricas assim , talvez com um planejamento estrategico (choque de gestao)consiga  recuperar a empresa em Para de  Minas .CEl 31 99779451 um abço marquinhos da carpan.Paraopeba  Mg. gostaria de contato c/ Sr Julio  de Morais

Tem um ditado de bebum que diz "Todo mundo vê a pinga que eu tomo, mas não vê os tombos que eu tomo".

Serve para a Vicunha e para todo mundo que chegou lá. Todo mundo vê o sucesso do Benjamim mas ninguém vê os tombos que o Mendel e o Elieser tomaram.

Não será a primeira nem a última Industria Têxtil a fechar em MG um dos maiores Polo Tradicional Têxtil Brasileiro. No Nordeste tenho relacionado cerca de 170 indústrias têxteis (maioria verticalizada e completa de fiação, tecelagem , tinturaria e acabamento), nos últimos 30 anos (80 a 2010). É uma pena, mas se não modernizar não compete e não sobrevive. A Vicunha também andou vendendo suas maquinas como sucatas e estava parada no tempo e no espaço, mas voltou a investir e estar modernizando seu parque industrial. Parabéns a nova Diretoria que substituiu outra que estava fechando as Fábricas ou deixando-as obsoletas.Mas uma andorinha não "FAZ VERÃO" ! Porém, não me venham dizer que indústria têxtil sobriviverá na America do Norte ! Deve ser piada ou inveja de outra enganadora que está quebrada e inventou de achar subsídios para implantar uma fábrica num estado americano onde existiam ( e fecharam) várias industrias automobilísticas. Pagam mal em R$... vão pagar bem em US$ ??? QUEM VIVER VERÁ ! EU NÃO VOU VER ! 

Que conversa besta e essa BArbosa. Voce vai viver e viver muito. Nao quero ouvir essas entrelinhas ABESTADAS. Cojones como os seus estao sumindo na SUBSERVIENCIOLANDIA. Vamos lutar e as passaremos esta tempestada, como as outra. Nao quero ouvir NADA ABESTADO.

Já vimos tantas Indústrias fecharem o ano passado nossa quantas interior de São Paulo, e agora essa em pleno 01 de Maio, muito triste ver nossas Industrias Brasileiras desta forma.......

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço