Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

20 milhões de garrafas PET são retiradas do meio ambiente pela Malwee

Inseridas no processo produtivo do Grupo Malwee desde 2011, as garrafas PET tornaram-se matéria-prima essencial para a fabricação das coleções da empresa, fazendo com que 20 milhões de vasilhames feitos com o material fossem retirados do meio ambiente. De acordo com a fabricante, quantidade equivale a 6.800 quilômetros: distância de ida e volta da unidade da indústria em Jaraguá do Sul (SC) até Pacajus (CE).

Três anos após a implantação do uso do material, a empresa alcançou o número de 10 milhões de garrafas reaproveitadas. Agora o volume dobrou e para a coleção Outono/Inverno 2016 as marcas do Grupo contemplam nove modelos diferentes fabricados com a malha sustentável.

 

Look da coleção de Inverno 2016 confeccionado com malha PET

Segundo a companhia, com uma garrafa PET de 600 ml é possível fazer uma camiseta adulta e, com quatro, uma calça comprida. Para fortalecer ainda mais esse projeto, a empresa desenvolveu parcerias com fornecedores envolvendo mais de 50 entidades, que recolhem e separam as unidades por cores para sem trituradas e transformadas em fio.

Dentro da fábrica, o processo produtivo é o mesmo e não gera custo adicional à empresa. O vasilhame PET transformado em matéria-prima combinado ao fio de algodão ou algodão desfibrado equivale a uma peça nova.

“Ao mudar o destino das garrafas que costumam ser descartadas em locais inadequados, favorecendo alagamentos, mortes de animais marinhos, ou então, em lixões e aterros sanitários, onde o material leva mais de 400 anos para se decompor, o Grupo Malwee também ajuda a preservar os recursos naturais, pois a matéria-prima reciclada substitui o material virgem”, explica a gestora de Sustentabilidade da empresa, Taise Beduschi.

Look infantil feito a partir de garrafas PET retiradas do meio ambiente

- See more at: http://www.abit.org.br/noticias/20-milhoes-de-garrafas-pet-sao-reti...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 493

Responder esta

Respostas a este tópico

pronto, agora elas estao prontas para poluir os aterros pelos proximos 120 anos, agora em forma de roupa, falar em plastico biodegradavel, ninguem fala, nao dar midia, entao ficamos com as pets, enquanto ela der midia barata, afinal pra que pensar e refletir? pais de ignorantes é pra isto

Boa Tarde Sra Francisca. Qual é a razão de sua revolta. Até agora não consegui ler um único comentário seu que não fosse uma crítica destrutiva. Continua a parecer que o mundo está errado e só a senhora está certa. Para a senhora, aqui é um país de ignorantes, a indústria têxtil está decadente e por aí vai. Efetivamente muita coisa pode ser melhorada, mas achar que tudo está 100% errado é um certo exagero e acima de tudo não ajuda em nada. Já que a senhora falou em "pensar e refletir", por favor, pense um pouco antes de escrever neste espaço.

O projeto é válido/conhecido/vitorioso em inúmeras Indústria por todo o mundo.
Não conheço a Fiação da MALWEE, portanto creio estar acontecendo algum equívoco técnico.
Entendo que os expostos carecem de dados mais específicos, considerando o nível de Profissionais que o Textile Industry atinge/abrange.

Julio Caetano

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço