Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Pode parecer estranho eu querer falar sobre a crise da indústria têxtil, quando há duas publicações atrás falei que o mercado esta em ascensão. Para tirar as dúvidas, gostaria de esclarecer os seguintes fatos:
SIM, A INDÚSTRIA TÊXTIL ESTA EM CRISE
E
 
SIM, O MERCADO DE NEGÓCIOS DA MODA E GESTÃO DE MARCAS ESTA COM DEFICIÊNCIA DE PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS
Deixe-me mostrar o porquê uma afirmação não contradiz a outra. 
Com a visibilidade que o Brasil vem assumindo como mercado consumidor, grandes marcas de luxo internacionais estão se instalando no país, é o caso de nomes como Louis Vuitton, Gucci, Balenciaga, Hermés e Chanel. Um estudo recente realizado pela Bain & Company em conjunto a Fondazione Altagamma mostra um crescimento de 45% no mercado do luxo no país entre 2003 e 2011.
Isso sem contar que desde 2008 uma novidade surgiu no campo da gestão das empresas de moda: a compra de determinadas marcas por grandes companhias do ramo têxtil ou por grupos fincaneiros a fim de profissionalizar a gestão das mesmas e trazer maior resultado fincaneiro e visibilidade no mercado nacional e internacional. Veja abaixo alguns dos grupos formados e suas marcas:
* Inbrands - Ellus,  Ellus 2nd Floor, Richards, Solaria Richards, VR Menswear, VR Kids, Salinas, Alexandre Herchcovitch, Bintang, Mandi e BOBSTORE.
* Grupo AMC Têxtil - Colcci, TUFI DUEK, Triton, Coca Cola Clothing, Forum, Carmelitas, Sommer
* Restoque - Le Lis Blanc Deux, BO.BÔ, JOHN JOHN, Noir,Le Lis
* Grupo Animale - Animale, ABrand, Auslander, Priscilla Darolt, Farm, Fabula
* Arezzo&Co - Arezzo, Schutz, Alexandre Birman, ANACAPRI
* Marisol - Babysol, Marisol, Lilica Ripilica, Tigor T. Tigre, Pakalolo, Rosa Chá, Criativa, Mineral
Grande parte desses grupos obtiveram sucesso com as fusões. Alguns ainda passam por problemas, mas esse já é um assunto para um próximo post.
E por último, os magazines como C&A, Renner, Riachuello, que estão seguindo os rumos do fast fashion, mas ainda têm muito o que aprender. E é justamento nesse cenário que entra o profissional que esta em falta, o gestor de negócios da moda. Um profissional dinâmico, que saiba administrar, planejar, entenda de finanças, economia (global), marketing e vendas, mas que acima de tudo conheça o mercado da moda e saiba com atuar nele.

Em contrapartida, o setor têxtil, responsável pela produção e exportação de tecidos planos, malhas, acessórios e produto acabado esta em profunda crise. A razão? O aumento das importações de artigos têxteis que consequentemente gera desemprego na indústria. Segundo levantamento da Abit, as importações de vestuário subiram 40,6% entre janeiro e novembro de 2011, na comparação com o mesmo período em 2010.
"O setor textil, confecção e vestuário emprega 1,7 milhão pessoas, sendo que a maior parte delas são mulheres e donas de casa, e esse emprego está sendo comprometido por conta das importações predatórias" (Elias Miguel Haddad, coordenador do Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecções e Vestuário - Comtextil)
A maior entrada de produtos têxteis no país procede de países asiáticos, como China, Índia e Taiwan, e que devido à disparidade da carga tributária incidente nesses países e no Brasil, conseguem colocar seus produtos no mercado brasileiro (ao consumidor final ou varejista) a preços muito mais baratos do que os nacionais.

Consequência? A indústria têxtil encerrou 2011 com déficit de US$ 4,7 milhões na balança comercial e saldo negativo de pelo menos 20 mil empregos, segundo informações da Abit.
A minha intenção aqui não é discutir a tributação incidente sobre os produtos nacionais, salvaguarda para têxteis, etc., e sim esclarecer a diferença entre as duas afirmações no início desse post. Espero que tenha conseguido!

Essa semana ainda falarei sobre algumas profissões que estão em alta no segmento da moda e de um caso de sucesso que vocês vão AMAR! Fiquem ligados! ;)

Fonte: ABIT, Revista Isto É, Abril.com, Faap - Gestão de Luxo, Portal Protec e anotações próprias

Exibições: 1660

Responder esta

Respostas a este tópico

obrigado

Este artigo parece a Torre de Babel!

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço