Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

A inovação da Södra permitirá a reciclagem de tecidos em grande escala

“Somente uma proporção ínfima da produção global de roupas e tecidos é reciclada hoje em dia. Praticamente tudo é enviado para aterro ou incineração. Mas a inovação sueca e a vontade de ajudar a atenuar as mudanças climáticas agora podem influenciar o jogo em nível global”, afirmou Lars Idermark, presidente e diretor executivo da Södra.

 

Södra has created a unique solution where large volumes of used cotton and blended fabrics can be used to make new clothing and textiles.

 

Um dos principais obstáculos à reciclagem de têxteis é que os tecidos são geralmente feitos de materiais misturados. A nova técnica da Södra separa o algodão e o poliéster nas misturas de polycotton (mistura de fios sintéticos e naturais), que são um dos tecidos mais amplamente utilizados no mercado. As fibras de algodão puro são adicionadas à polpa têxtil derivada da madeira, que pode, então, ser usada na fabricação de novos tecidos.

“Estamos agora redesenhando o mapa da indústria da moda e têxtil, oferecendo fluxos circulares de fibras têxteis. Um suéter agora pode voltar a ser um suéter novamente, o que criará valor agregado para os clientes, especialmente para a indústria da moda. É um dia muito significativo para nós, assim como para a bioeconomia circular emergente”, disse Johannes Bogren, presidente da Södra Cell Bioproducts.

Durante o outono, a fábrica de celulose da Södra, em Mörrum, produziu celulose adicionando 20 toneladas de têxteis usados. Atualmente, a Södra aceita apenas tecidos brancos, mas o objetivo é encontrar também uma solução de descoloração, além de investigar a possibilidade de extrair um fluxo de produtos residuais do poliéster. A Berendsen, fornecedora sueca de serviços de lavanderia e tecidos, forneceu o material de teste usado no projeto piloto, que inclui lençóis, toalhas de banho e mesa e roupões no fim de sua vida útil provenientes de hospitais e hotéis.

“Aceitaremos viscose e liocel (tencel), além de misturas de polycotton. Devido à mudança tecnológica dos nossos processos, precisaremos de grandes volumes de tecidos. Neste momento, estamos buscando empresas com ambições de alta sustentabilidade que queiram fazer parceria conosco na entrega de tecidos”, disse Helena Claesson, gerente de projetos da Södra.

A produção começará com a taxa baixa de 30 toneladas este ano, mas a meta de longo prazo é acrescentar 25.000 toneladas de tecidos à produção de celulose da empresa.

https://exame.abril.com.br/negocios/releases/a-inovacao-da-sodra-pe...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 422

Responder esta

Respostas a este tópico

  A produção começará com a taxa baixa de 30 toneladas este ano, mas a meta de longo prazo é acrescentar 25.000 toneladas de tecidos à produção de celulose da empresa.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço