Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII


TRANSMISSÃO: os dados registados pelo produto são armazenados num cartão SD e podem ser partilhados em tempo real

D.R.


Vital Jacket foi criado pela Biodevices e permite o registo ininterrupto da atividade da coração durante sete dias.



Realizar um exame ao coração enquanto dá um passeio matinal ou cumpre a sua corrida diária pode não parecer exequível mas é exatamente a proposta do Vital Jacket, a t-shirt portuguesa capaz de realizar eletrocardiogramas. Os responsáveis garantem ser o primeiro dispositivo médico que combina tecnologia têxtil e soluções de bioengenharia médica.

“É a solução para monitorizar a vida real de um paciente. Permite um registo ininterrupto até 7 dias sem o incómodo dos equipamentos tradicionais, pois trata-se uma peça de vestuário extremamente confortável que elimina a necessidade da utilização de cabos e cintas”, garante Catarina Ricca, COO da Biodevices, empresa responsável por este avanço.

“O Vital Jacket monitoriza em contínuo a onda cardíaca permitindo visualizar o sinal do eletrocardiograma em tempo real e gravar os dados electrocardiográficos para posterior análise clínica”, explica. O dispositivo é composto por uma t-shirt, um pequeno gravador de dados que se pode colocar num bolso, por exemplo, e um software avançado de análise de arritmias. As informações podem ser transmitidas diretamente por bluetooth para o médico.

Instrumento inédito

Num campo em que as listas de espera para este exame num hospital central português podem chegar a meio ano, e em que as 24 ou 48 horas de “um exame normalmente prescrito por um clínico” podem ser insuficientes para diagnosticar e tratar mudanças arritmológicas de um doente em risco, os responsáveis acreditam que o Vital Jacket pode fazer a diferença. 

“Visualizar a onda e frequência cardíaca em tempo real, dentro e fora da clínica, durante os exercícios terapêuticos pós-cirúrgicos é um instrumento fundamental e inédito para os profissionais de saúde”, exemplifica Catarina Ricca.

Outro dos focos do produto é o acompanhamento dos índices cardíacos de atletas, durante treinos diários, para precaver quaisquer anomalias físicas. Mas também o acompanhamento mais direto de cidadãos séniores.

Atualmente, o produto é comercializado em duas versões (para crianças e adultos) e tem sido "muito bem recebido pelos profissionais." Os planos para o futuro passam pela internacionalização.


FONTE: http://expresso.sapo.pt/iniciativaseprodutos/projetosaude2025/2015-...

Exibições: 339

Responder esta

Respostas a este tópico

Não tenho dúvidas que no futuro haverá roupa inteligente. Será, seguramente, roupa que nos ajudará a estar confortáveis no calor e no frio e ao mesmo tempo estará preparada para nos ajudar na saúde e nas informações necessárias ao nosso dia a dia. Vamos ter roupas inteligentes. A nanotecnologia vai ser desenvolvida de forma a ter-mos conforto, informação, saúde e bem estar. É só uma questão de tempo e chegamos lá.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço