Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

A Textil Itatiba, a Fiação de São Manuel demitiu só nesta semana, 130 funcionários

A Textil Itatiba, ou melhor, a Fiação de São Manuel demitiu só nesta semana, 130 funcionários.
No começo do ano a empresa tinha um quadro de 930 funcionários. 100 deles pediram a conta e suas vagas não foram preenchidas. Isso quer dizer que foram fechadas 100 vagas na Fiação durante este ano.

Mas a concorrência com a China não tá mole não. Produtos baratos e mão de obra mais ainda, são os principais obstáculos que o Brasil vem enfrentando na indústria textil.
Demitir é a solução para tentar enfrentar a concorrência, muitas vezes desleal.

Dessa forma, além de não repor as 100 vagas, a Fiação demitiu nesta semana, após reunião, 130 funcionários. Ou seja: 230 vagas de trabalho a menos aqui na cidade só na Fiação...

Veja bem: é claro que uma empresa, quando enfrenta concorrência pesada e começa a apresentar prejuizos, precisa se adequar à realidade. E essa realidade, esse ajuste necessário, se passa antes de tudo em corte de gastos. Corte de pessoal.
De nada adianta manter um número excessivo de funcionários e não honrar com pagamentos e tributos.

Pode parecer estranho à primeira vista, mas a Fiação tem todo direito de demitir para se ajustar à realidade vigente.

O grande problema não é a demissão da Fiação.
O problema é: onde vai trabalhar essa gente?

E se as demissões continuarem, corremos o risco de um grave problema financeiro em São Manuel, com reflexos fortes no comércio local, que é o que mais emprega.
Assim como uma cerveja puxa outra, o efeito dominó pode acontecer por aqui.
Analise.
São Manuel não tem empregos pra toda essa gente.


MAIS INFORMAÇÕES!

Segundo informações colhidas com alguns demitidos, a empresa está fazendo acordo e dividindo em parcelas. Alguns receberão em até 4 vezes.

Um dos demitidos chegou a afirmar que ouviu uma conversa que no próximo dia 25 de agosto novas demissões acontecerão.
Essa notícia não foi confirmada.


PERGUNTA:

E qual será a providência da Diretoria da Indústria e Comércio frente às demissões?

Em três anos, essa pasta ocupada pelo ex-prefeito Flavinho Silva não mexeu uma palha para geração de empregos e preparação de mão de obra qualificada.

Ela existe única e exclusivamente para pagar mais um gordo salário de diretor e só.


QUEREM SABER?

Dá dó do povo de São Manuel!
Enquanto nossa prefeitura tem 17 Diretorias e muitos cargos inventados pelo atrual prefeito, com mordomias e salários exorbitantes, trabalhadores, chefes de família, estão indo para o olho da rua.

Não existe maior falta de planejamento do que nessa atual administração, comandada pelo Baroni e pelo ex-prefeito Flavinho com mãos de ferro.

Com a maquinização da Usina e as demissões no setor textil, São Manuel caminha para dias piores, infelizmente.


PERGUNTA 2:

O atual prefeito foi ao rádio explicar como a cidade reagirá às demissões?

Do jeito que ele faz discurso bíblico, é bom começar a rezar mesmo...

Exibições: 3383

Responder esta

Respostas a este tópico

 

Infelismente ,  a cocorrencia desleal com a china  , acaba em efeito domino , e quem sempre perde com isto é  a população  , isto é lamentavel.

 

mais uma empresa sofrendo com nossa politica de desenvolvimento industrial...

e realmente lamentavel paulinho, e o pior e que ainda pode piorar. se nao houver , rapido, uma acao que priorize o controle de cotas para importacao de produtos texteis, assim como ha em outros paises, vamos acabar nos tornando quintal da china, se e que ja nao estamos assim. ha empresas que simplesmente fecharam suas linhas de producao substituindo o volume produzido internamente , que gera empregos em todos os setores , desde o plantio de algodao ate as lojas. grifes de luxo e outras grandes marcas utlizam recursos como importar a roupa semi-pronta, " faltando apenas pregar botao" e ainda dizem que nao estao importando pecas prontas.

claudio roberto p. da silva

Paulo De Souza Lima disse:

 

Infelismente ,  a cocorrencia desleal com a china  , acaba em efeito domino , e quem sempre perde com isto é  a população  , isto é lamentavel.

 

Senhores,

Aqui em Itapira acontece o mesmo, temos 5 fiações aqui na cidade e todas elas incluindo a Minasa trading que é a maior, não estão repondo os funcionários que pedem demissão e também estão fazendo ajustes em horários e turnos afim de se adequarem, somente aqui na Triumph perdemos mais de 40 postos de trabalho este ano, somados aos da Têxtil Joram, Têxtil Carmem, MInasa e Irmãos Caio, o negocio esta caminhando pra isso mesmo, fora as fabricas que já fecharam  como Charbel & Moises, Têxtil Itapira e outras varias mais ...

o que esperar de políticos?  depois dizem que generalizamos...a INCOMPETÊNCIA é grande demais...são um bando de analfabetos funcionais, que com o perdão do trocadilho e aos verdadeiros que também são vítimas dos governos, estes são bastante funcionais, pois todos têm suas carteirinhas funcionais....além da corrupção que deve existir e muito por este interior afora...

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço