Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Alemanha e Coréia juntas para produzir têxteis inteligentes

Pesquisadores da Aachen University e do Instituto Coreano de Tecnologia Industrial vão trabalhar em laboratório que recebeu investimento de US$ 20 milhões.

O Instituto de Tecnologia Têxtil da Aachen University (ITA), da Alemanha, inaugurou no final do ano passado o Dream2Lab2Fab em cooperação com o Instituto Coreano de Tecnologia Industrial (KITECH) e a Universidade Sungkyunkwan (SKKU), ambos da Coréia do Sul. O objetivo da parceria é produzir têxteis inteligentes em série, em cooperação com pequenas e médias empresas dos dois países.

O ITA pesquisa tecnologia automatizada de produção têxtil e os especialistas sul coreanos participam com seus conhecimentos em materiais, eletrônicos de consumo e digitalização. Eles estão criando um centro de pesquisas na Coréia especializado na área que ficará pronto ainda neste primeiro semestre de 2017.

Os têxteis inteligentes têm uma vasta gama de aplicação que visam facilita a vida cotidiana. Por meio de sensores fotovoltaicos no vestuário é possível monitorar, por exemplo, funções corporais para a área médica e recuperar energia, entre outros recursos.

De acordo com previsões do mercado, este segmento vai alcançar US$ 12 bilhões em 2020, com uma taxa de crescimento de cerca de 20% ao ano. Segundo as universidades, representa um enorme potencial para médias empresas de ambos os países que poderiam desenvolver novos modelos de negócios e criar postos de trabalho. Os centros de pesquisas dos dois países vão investir aproximadamente 20 milhões de euros no laboratório.

A cooperação será expandida para novos projetos bilaterais de cooperação industrial entre outros departamentos para pesquisas interdisciplinares. Nos próximos três anos, está prevista a construção de um novo edifício para ampliar os laboratórios da Alemanha e Coréia.


 

DREAM2LAB2FAB
O laboratório Dream2Lab2Fab baseia-se no conceito de indústria 4.0 que interliga a produção industrial com as tecnologias de informação e comunicação. Sistemas inteligentes e conectados permitem a comunicação e cooperação direta entre pessoas, máquinas, instalações, logística e produtos. Dessa forma, os processos de produção tornam-se mais flexíveis e é possível produzir itens personalizados e em série, segundo os pesquisadores.

O Centro de Pesquisas de Aachen conta com máquinas que permitem a colocação automática de componentes eletrônicos em tecidos, integra impressão digital e funcional e sistemas de bordados com tecnologia de fios condutores.

Na inauguração do laboratório foram apresentadas soluções como um travesseiro interativo com chips LED programáveis que pode exibir qualquer cor, texto ou padrão por meio de uma rede de longa distância; uma cortina que abre por contato; e tecidos que podem ser aquecidos por fibras eletricamente condutoras.

http://gbljeans.com.br/noticias_view.php?cod_noticia=7347

CLIQUE AQUI PARA INSCRIÇÃO GRATUITA

.

.

.

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 584

Responder esta

Respostas a este tópico

Os têxteis inteligentes têm uma vasta gama de aplicação que visam facilita a vida cotidiana. Por meio de sensores fotovoltaicos no vestuário é possível monitorar, por exemplo, funções corporais para a área médica e recuperar energia, entre outros recursos.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço