Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

A liquidez no mercado de algodão seguiu baixa nos últimos dias. Muitos produtores consultados pelo Cepea têm optado por manter a pluma em estoque para venda apenas no período da entressafra, com expectativa de preços maiores.

Os que necessitam de caixa para o fim do ano têm aceitado negociar, mas se mantêm firmes nos preços pedidos.

Do lado das indústrias, muitas unidades continuam interessadas em algodão de boa qualidade para abastecimento de seus estoques antes das férias coletivas em dezembro.

Aquelas que necessitam de pluma com urgência acabam aceitando os preços pedidos pelos vendedores.

Quanto aos preços, entre 20 e 27 de novembro, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em 8 dias teve alta de 0,54%, fechando a segunda-feira a R$ 1,5572/lp. No mês, no entanto, o Indicador ainda acumula baixa de 0,64%. (Fonte: Cepeawww.cepea.esalq.usp.br )

 

Fonte:|http://cepea.esalq.usp.br/imprensa/?page=340&id=5041

 

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - Clique Aqui

 

Exibições: 217

Responder esta

Respostas a este tópico

COM UMA SAFRA PREVISTA DE 1,8 MILHÕES DE TONELADAS E COM CONSUMO DE ALGODÃO DE 900.000 t O BRASIL TERÁ QUE EXPORTAR O EXCEDENTE PRINCIPALMENTE PARA A CHINA E O PREÇO INTERNACIONAL NÃO DEVE SUBIR NEM BAIXAR. JÁ ESTÁ DE BOM TAMANHO E O RESTO É SIMPLES ESPECULAÇÃO, CONSIDERANDO QUE O MAIOR CONSUMIDOR DO MERCADO INTERNO DE ALGODÃO, A COTEMINAS ESTÁ PARANDO SUAS FÁBRICAS E REDUZIRÁ BASTANTE O CONSUMO BRASILEIRO NO PRÓXIMO ANO

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço