Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Com uma meta de crescimento de 25% em 2018, a Altenburg está com tudo pronto para a abertura de mais uma unidade fabril – a primeira no exterior. Atualmente são duas plantas em Blumenau (SC), uma em São Roque (interior do estado de São Paulo) e outra na região metropolitana de Aracajú (SE). A quinta planta começa a operar nas próximas semanas em Ciudad del Leste, no Paraguai, com uma área de 4 mil metros quadrados e cerca de 40 empregos diretos.

A Altenburg é, hoje, a maior produtora de travesseiros do Brasil. Chegam ao mercado todos os anos 12 milhões de unidades. A companhia, com 95 anos de tradição e inovação, está entre as marcas líderes nacionais, com foco em design, conforto e qualidade em edredons, roupas de cama, protetores e toalhas.

Atualmente a empresa gera 1,6 mil empregos diretos e está em mais de 9 mil pontos de venda em todos os estados brasileiros, além de países da América Latina. Comercializa os seus produtos também em 10 lojas próprias e no e-commerce.

Plantas fabris em Santa Catarina 

http://www.abit.org.br/noticias/altenburg-abre-unidade-fabril-no-pa...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 1118

Responder esta

Respostas a este tópico

Parabéns e sucesso.

Tem vaga de tecnico Químico têxtil no Paraguai ou em Aracaju?
31 999779451 Marcos Augusto

NÃO É A PRIMEIRA Q FAZ ISTO, JÁ SÃO VÁRIAS, DESDE FIAÇÕES, TECELAGENS E CONFECÇÕES, ABRE O OLHO POVO BRASILEIRO, O GOVERNO Ñ ESTÁ NEM AÍ PARA OS EMPREGOS AQUI. O PARAGUAI CRESCEU BEM NO SETOR TEXTIL, 

A CONTINUAR ASSIM CAMINHAREMOS A PASSOS LARGOS PARA NOS IGUALARMOS A VIZINHA VENEZUELA, EM PROPORÇÕES MAIORES.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço