Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Análise Crítica – Pessimismo na Indústria Têxtil

Venho acompanhando as informações publicadas neste fórum têxtil, que por sinal é excelente no sentido do alcance que tem dentro do setor têxtil, mas o que vem de deixando intrigado é o tom pessimista da maioria das informações postadas neste conceituado fórum. É claro que o país está enfrentando uma grave crise econômica e institucional e que não se deve “tapar o sol com a peneira”, mas algumas informações veiculadas, muitas inflando alguns dados, como o número de empresas que encerraram suas atividades ou o número de postos de trabalho fechados durante um determinado período, não trazem nenhum benefício prático ao setor. Qual é a vantagem de se destacar marcas negativas? Sensibilizar o governo para que adote medidas para estimular a produção de nossa indústria têxtil? Poderia até ser e é louvável a atitude, porém o que ocorre na prática é o contrário. Este tipo de notícia tem servido apenas para consolidar a crise no setor, inclusive sendo utilizado por instituições financeiras como justificativa para restringir o crédito às empresas do setor, sob a justificativa de que em vista de tamanha crise, as indústrias têxteis não teriam capacidade financeira para quitar suas obrigações. Ou seja, por maior boa vontade que se tenha no momento de publicar a informação e, vou além, por mais verídica que ela seja, isto só serve para alimentar um ciclo negativo de crise à desconfiança à mais crise.

Eu, como profissional vendedor de máquinas para a indústria têxtil e que vi de perto uma das maiores empresas deste segmento ruir, sei exatamente o significado que tem para o mercado as informações negativas e não quero que isto aconteça também com os meus clientes, dos quais dependo para obter sucesso profissional, portanto peço um maior cuidado e critério no momento de publicar informações negativas ao setor. Vamos nos focar em temas que possam levar ao crescimento e reestruturação do setor! Eu sei que é difícil, pois a própria natureza do ser humano tende a ter mais interesse por notícias ruins (aquele jornal vespertino de grande audiência que o diga), mas se nós, profissionais da indústria têxtil, queremos mesmo ver nossa indústria retomar o crescimento e consequentemente recuperar postos de trabalho, passa também por nós cuidarmos que não tenhamos a situação ainda mais agravada por conta de informações que talvez nem precisassem ser divulgadas.

Sucesso a todos!

Caio Ramos

.

.

.

.

.

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 4532

Responder esta

Respostas a este tópico

A nossa rede não produz textos, apenas repercute o que se diz ou se escreve a respeito de nossa indústria têxtil.

 Você está querendo" tapar "o sol com uma peneira. 

Tradicionalmente, sempre, a nossa Cadeia Têxtil é a primeira a entrar na crise e a última a sair.
Devemos fazer os deveres de casa para nos preparar.
As importações estão caindo em função do USDxR$, porém temos muito o que fazer.

Cordias Saudações Associativas
Julio Caetano

Srs,

Tema de Forte relevância.

Sou também da parte comercial (Fios Têxteis) e tenho percebido o forte impacto nos meus clientes que o ambiente negativo tem causado no mercado, por virtude da situação sócio-econômica e, isto me ficou muito explícito na última viagem que fiz a Colômbia em Janeiro durante a Colombiatex e, pude experimentar um clima mais otimista no mercado internacional ...

Mesmo ficando também receoso - e as vezes até deprimido! - que estas informações possam aumentar o clima de pessimismo, considero importante continuarmos a ter-las aqui reproduzidas, pois, para nós profissionais do seguimento Têxtil é de grande importância este acompanhamento de medição da "febre", o que nos permite um foco de ação mais preciso nas ações do dia-a-dia.

Em referência ás instituições financeiras tenho a convicção que estes se baseiam em informações bem mais concretas para avaliações de créditos e financiamentos, do que no clima de pessimismo setorial têxtil por exemplo, e aí entram várias formas de análises macro e micro-econômicas muito bem estruturadas e embasadas no sistema bancário, que, por sinal, vem percebendo um aumento exponencial de não recebimentos e, tornando o crédito algo quase que impossível no país, seja pela restrição burocrática imposta, ou mesmo pelo enforcamento através das altas taxas de juros cobradas.

Enquanto escrevo aqui recebo a informação que o Brasil acaba de ter novo rebaixamento da S&P ... ou seja, aproveitando que ano começou agora no Pós-Carnaval na maioria do Brasil, desejo a vocês um ano de muitos e intensos desafios, afinal de contas, estamos aqui pra isso!

Espero ter contribuido! Abç.

Não acredito no que li.
Imagino a seguinte conversa com os clientes
"Caro cliente, vamos fechar negocio urgente com minhas maquinas porque o têxtil está bombando."
"Vai faltar maquina"
"Vai faltar tecido"
"Vai faltar mão de obra"
Só pode estar brincando............
O pessimismo é calcado em fatos; não um sentimento passageiro ou má vontade.
O pais está com as finanças quebradas e todas as medidas sendo tomada são inócuas e tolas; danosas até. Sempre baseadas em expropriar, mais ainda, da sociedade.
Aguardemos um comando menos rudimentar e extremamente mais pragmático e confiável.

bom, bem vindo a LULA WORD!!

o país onde ninguém sabe de nada, ninguém viu nada... e como cortesia você tem o direito a 111 dias de hospedagem no sitio do seu melhor amigo.

olha já fui vendedor de máquinas também!!! Se eu na época me preocupa-se com as más noticias que lia no jornal todo dia nem sairia de casa!!

Esse blog hoje não produz textos como muito bem explicado pelo amigo Romildo!! Ele é apenas um fonte que repercute grande parte das informações geradas na internet compilando estes em um único ambiente.

Quem gosta de se manter atualizado recebe todo dia o resumo e lê apenas o que lhe convém!!

Já teve época que tínhamos textos brilhantes do amigo SAM MATTOS!! Esse cara escrevia bem e também não tampava o sol com a peneira.

Você tem que vender otimismo mas não esquece a realidade por que depois de 90 dd o cliente tem que te pagar porque nem o BNDES que ele tinha facilmente para comprar suas maquinas ele agora vai ter com facilidade.

Agora achar que a crise passa ou melhor piora pelas noticias divulgadas neste blog só pode ser brincadeira... sério!!!

me desculpe se te ofendi com alguma palavra mas não é minha intensão! Só não posso aceitar o que foi dito.

por essas e outras que volta e meia interrompo temporariamente minha participação!!! é brincadeira...

Neste blog, apenas manifesta há anos, a situação REAL que temos vivenciado...e chegando agora a um ponto insuportável!!!!!!

NÃO ESTAMOS SENDO NEGATIVOS OU PESSIMISTAS !!!  estamos apenas vivenciando uma realidade, não apenas no setor têxtil, mas em todos os segmentos!! a economia está QUEBRADA!!!!! os índices econômicos a cada dia piora!! cresce o desemprego, a inflação, as empresas  quebram....etc...etc...que futuro temos???o fato de ficarmos alheios a esta realidade e nada ser comentado, simplesmente nos levará à uma zona de conforto irreal!!!!!da mesma forma se deixarmos de publicar as notícias, sejam elas ruins ou boas!!!

mais uma vez: não vivemos clima de pessimismo!!!e não somos pessimistas!!

Instituições  financeiras:  não vivem tb de pessimismo/euforia e sim de realidade de mercado  por isto fazem projeções seguras e confiáveis...como tb se previa o aumento de inadimplência principalmente no 1º semestre. hoje fazem de tudo ( acordos ) para que o cliente não fique inadimplente.!!particularmente, (apesar de lucros astronômicos),  acredito que correm um grave risco, já que a economia está em pleno colapso!!

adalberto 

As grandes empresas são suficientemente assessoradas por equipes que fazem demonstrativos que lhes demonstram as linhas dos gráficos de desempenho da economia e perspectivas futuras, de modo a orientar suas ações para investimentos em ativos. Por isso, as notícias aqui veiculadas, penso, não têm objetivo de colocar "lenha na fogueira", seria inócuo, nem mesmo alardear pessimismo infundado. O objetivo, é tão somente, direcionar à reflexão pessoas que querem pensar o país. Ademais, serve, ainda, para orientar debates e oportunizar espaço para que possam, livremente, externar os diversos ponto de vista sobre esse e qualquer assunto. Aqui, também, os pequenos e valorosos empresários têxteis, que quase nunca têm espaço, podem declarar suas angústias, preocupações e inconformismo diante os graves descaminhos que as políticas industriais existentes estão lhes impingidos. Os técnicos têxteis expõem suas tristezas ao verem sucumbir empresas outrora pungentes e que alguns deles ajudaram, através da dedicação, esforço e especialidades, atingir destaque. Respeito sua opinião, mesmo que percebendo-lhe defender a sua particularidade.
Bem, para finalizar, não se pode cair nas garras da "síndrome de poliana" ou, como querem alguns outros, esconder aos nossos olhos e bolsos o que estes estão vendo e sentindo.
Forte abraço
PS. Ah,os bancos, esses sabem bem a quem devem dar crédito ou não. Esses não são nada bobos!

Nosso José Carlos Dias sabe de tudo; bom ler.


Julio Caetano

Eu pergunto,quantas empresas têxteis existem na Grande São Paulo,ativas,com pedidos posso dizer que passa de 5000 empresas.

Creio que este numero é suficiente para dizer que nos estamos em processo de renovação,pois já tivemos vários ciclos e apenas esta se iniciando mais um talvez o melhor de todos,pois por alguns fatores estão contribuindo,resumidamente:O setor têxtil esta dentro das principais universidades brasileiras,esta em todo o território nacional.O Têxtil não morre ele se renova.

Boa noite amigos!

Além de tudo o que foi dito aqui, e por alguns membros que os acompanho a bom tempo neste prazeroso blog, tendo todos uma mesma linha de raciocínio em suas respostas, e com longa experiência neste apaixonante segmento, não querendo deixar de considerar as colocações do amigo Caio Ramos, penso que se tivesse alguém pessimista aqui, com certeza já teriam abandonado o setor têxtil e, consequentemente, ao blog. Creio que poucos segmentos industriais possuem um blog tão organizado como esse, que nos deixam informados sobre os acontecimentos do setor, mesmo que, determinadas informações, nos causem angústia e ansiedade. Meus parabéns Sr. Erivaldo, Romildo e outros que ajudam na organização do mesmo.
Por outro lado, se ficarmos olhando somente para os problemas que assolam a indústria de uma maneira geral e a economia brasileira em um todo por conta dos desmandos, ineficiência e corrupção do nosso governo, esqueceremos de encontrar soluções e, principalmente, enxergar as oportunidades (mesmo que, em primeiro momento, parecerem pequenas) para os nossos negócios.
Também penso que devemos continuar, sim, sendo críticos em relação aos nossos governantes, não somente defendendo o nosso setor, mas como cidadãos brasileiros que somos devemos, em um só coro, protestar contra todos os nossos governantes de uma maneira geral, pois é um absurdo como estão nos tratando, administrando nosso dinheiro e os bens públicos.

Abraços a todos e ótimos negócios!

Edson Machado

Temos destruir o "LULA"que existe dentro de nos....

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço