Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

por: Marcela Leone

Enquanto o Brasil e muitos outros países enfrentam uma grande crise, a moda de luxo continua ganhando mais adeptos. Isso porque, quem a adquire, geralmente é menos afetado pelos problemas econômicos — e busca sempre por produtos diferenciados.

Já conversamos aqui sobre algumas dicas para adentrar ao segmento de luxo na moda íntima. Agora é hora de descobrir as 3 marcas de lingerie mais caras do mundo. Confira abaixo:

1 – Bordelle


3-marcas-de-lingerie-mais-caras-1
Fundada em 2007 por Alexandra Popa e Javier Suarez, a grife revisita os clássicos vintage, sempre agregando um toque de modernidade. Ultra sensual, a Bordelle não cabe no bolso de qualquer mortal, com preços que começam em 500 dólares e podem chegar a 1.400.

2 – Carine Gilson


3-marcas-de-lingerie-mais-caras-2
A estilista desenvolve moda íntima desde 1994 usando apenas artigos de primeira linha, como seda pura e rendas delicadas. Cada item desenvolvido é uma obra de arte artesanal, como uma joia. A tanga, peça mais básica da marca, começa em 240 dólares. Já os quimonos são vendidos por meros 1.360 dólares.

3 – Agent Provocateur


3-marcas-de-lingerie-mais-caras-3
A Agent Provocateur fez pela lingerie de luxo o que a Victoria’s Secret fez para a popular, se tornando sinônimo de elegância, glamour e sensualidade. Mesmo que não é conhecedor do segmento, pode não saber da existência dos dois primeiros nomes dessa lista, mas certamente já ouviu falar da AP. O valor das calcinhas começa em 77 dólares, mas não se engane: os preços crescem mais para peças elaboradas, como bodies a partir de 800 dólares e robes a 1.100.

http://alllingerie.com.br/as-3-marcas-de-lingerie-mais-caras-do-mundo/

Exibições: 631

Responder esta

Respostas a este tópico

e acrescento que os testes de qualidade tem que ser mais arrojados e ter mais uma modelo a parte.

OPA! FOI ERRADO

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço