Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

O principal objetivo deste artigo é descrever as principais características das grifes de moda mais conhecidas do mundo, como Chanel, Dior, Valentino, Dolce and Gabbana e Oscar de La Renta. Durante décadas esses estilistas se esforçaram para transformar suas criações em estilo de vida e desejos de consumo.

Quase todo dia vejo pessoas admirando as coleções da Chanel ou Dior, sonhando em ter pelo menos uma peça criada pelas famosas maisons. Hoje em dia, parece que, o fato de ter etiqueta costurada com logo D&G já torna a peça irresistível. Porem, cada uma marcas possui uma identidade marcante que está sendo representada em suas ao longa da sua história. 

Mulher Chanel é diferente da mulher Valentino ou Dolce and Gabbana. Por isso quando escuto uma pessoa dizendo que prefere roupas básicas e cores neutras, algo bem minimalista, e adoraria um dia comprar algo na Dolce and Gabbana, soa muito esquisito e contraditório.

Fiz uma seleção de coleções apresentadas pelas marcas durante sua existência, para demonstrar as principais características de cada uma delas.

CHANEL

Palavras-chave: elegância atemporal

Gabriel Chanel começou sua carreira no início do século XX, cansada de exageros presentes na moda feminina. Experimentando roupas masculinas, ela percebeu como elas eram mais práticas e confortáveis. Coco Chanel conquistou público nos anos 1910 criando chapéus  e roupas casuais. Durante a Primeira Guerra Mundial, Gabriel Chanel foi uma das primeiras estilistas que notou o surgimento de novo perfil de consumidor. Surgiu uma mulher independente, que foi obrigada a começar trabalhar e cuidar da família.

Dentro das suas primeiras criações eram saias pregueadas, que ficavam ligeiramente acima da altura do calcanhar, facilitando o trabalho e o transporte em bicicletas; casacos 3⁄4 soltos, com bolsos e uma faixa ao redor da cintura; capas e paletós de jérsey.

Desde aquela época a imagem da típica mulher Chanel transpassa o tempo, mantendo como suas principais características simplicidade e elegância. Ela é independente, dinâmica e não gosta de futilidades. As coleções da Chanel normalmente focam em reinventar o famoso tailleur, vestidos básicos e pérolas.

DIOR

Palavras-chave: feminilidade luxuosa

Christian Dior, ex-arquiteto, encantou o público feminino nos anos 1950 com seu famoso vestido New Look. Desconstruindo a imagem, criada pela Chanel, ele retorna as curvas do corpo feminino, criando coleção, que se tornou um símbolo de feminilidade. As coleção do Christian Dior atenderam perfeitamente uma nova mulher, que surgiu depois da Segunda Guerra Mundial. Passando pelas décadas difíceis de 1920 até 1950 as mulheres trabalharam como nunca antes. Reconstruido as famílias e recomeçando as vidas nos anos 1950, Dior atendeu os desejos de mulheres, que voltaram para suas casas para cuidar do lar, deixando o trabalho para homens.

A mulher Dior é elegante e luxuosa. Um pouco sensual mas nunca vulgar. Ela gosta de cuidar da sua aparência. Impacto visual é muito mais importante para ela do que conforto e praticidade.

VALENTINO

Palavras-chave: beleza encantada

Valentino Garavani é um dos estilistas italianos que ajudou Itália a conquistar seu espaço no mapa da moda. Até segunda metade do século XX a moda na Europa era dominada pela França. Valentino criou a identidade da sua marca, focando em beleza e elegância. Ele foi um dos primeiros estilistas, que lançou uma coleção dupla face, incluindo vestidos, sobretudos, jaquetas, atendendo as necessidades das mulheres que viajavam e tinham estilo de vida dinâmico.

Ao longo dos anos Valentino ficou famoso pelos seus vestido românticos, cheios de laços, sobreposições e babados. Suas cores favoritos, preto, branco e, principalmente, vermelho, estavam sempre presentes em suas coleções. Depois da sua aposentadoria a marca expandiu as horizontes da criação, deixando do lado o famoso vermelho, porem mantendo tecidos transparentes e silhuetas românticas.

Mulher Valentino é uma mulher chique e romântica. Moça “Once upon a time…..” parece que acabou de sair de uma floresta encantada. Ela é um pouco frágil  e curiosa. As coleções da marca Valentino encantam com vestidos longos, transparências e bordados.

DOLCE & GABBANA

Palavras-chave: barroco sensual

Domenico Dolce e Stefano Gabbana se tornaram referência em moda italiana nos ano 1990. Eles se conheceram ainda como aspirantes à estilista, no início dos anos de 1980, na cidade de Milão. Sua principal fonte de inspiração é a própria Itália, principalmente o sul do país, com suas paisagens, tradições e, claro, moradores. A mulher Dolce and Gabbana pode ser descrita como barroco sensual. Ela é austera, poderosa, sensual. Ela possui fortes traços católicos e ama sua família. As coleções da dupla sempre incluem peças com renda, adornos de cabeça, vestidos com transparecias. Na cartela de cores sempre tem lugar para preto, vermelho e dourado.

OSCAR DE LA RENTA

Palavras-chave: sofisticação tropical

Oscar Aristides de la Renta Fiallo nasceu em 1932 na República Dominicana e com 18 anos se mudou para Europa. Depois de anos de estudos e trabalhos realizados para maiores marcas de moda do mundo, em 1966 ele lançou sua primeira coleção em Nova York, com desejo de vestir mulheres americanas. Suas coleções unem as estampas florais e cores vivas com silhuetas elegantes e românticas para clarear dias cinzas e corridas nas grandes cidades dos Estados Unidos.  Mulher Oscar de la Renta gosta de ser centro de atenção. Ela é como uma flor tropical, chamativa, única e autoconfiante. Uma extravagância equilibrada. As coleções da marca se destacam pelas combinações de cores, bordados e saias volumosas.

Por mais que parece que cada ano as passarelas de moda estão cheias de novidades, cada grife de moda tem sua identidade, que ele transmite de uma temporada para outra. Olhando para seguinte imagem, não é difícil de identificar qual coleção pertence a qual marca.


(1- Valentino (2013), 2- D&G (2016), 3- Oscar de la Renta (2016), 4- Dior (2014), 5- Chanel (2014))

http://svmorbini.com.br/caracteristicas-das-principais-grifes-de-moda/

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 380

Responder esta

Respostas a este tópico

  Por mais que parece que cada ano as passarelas de moda estão cheias de novidades, cada grife de moda tem sua identidade, que ele transmite de uma temporada para outra.

  Uma extravagância equilibrada. As coleções da marca se destacam pelas combinações de cores, bordados e saias volumosas.

Responder à discussão

RSS

© 2018   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço