Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Por Greice Verrone
Designer de Moda


Para a criação e desenvolvimento do vestuário voltado para a prática esportiva é fundamental a escolha dos tecidos corretos. Com a utilização de tecidos tecnológicos ou inteligentes é possível eliminar a sensação de desconforto durante a prática da atividade física, melhorando a performance do atleta.


Cada atividade necessita de um tecido com propriedades diferentes, no caso do ciclismo por exemplo, as peças necessitam de compressão, que evita a fadiga muscular e também de tecidos com um bom equilíbrio térmico, para não exigir do atleta dispêndio de energia extra para fazer esta regulação corporal. Já para caminhadas, corridas e esportes outdoor, é interessante que o tecido tenha proteção UVA e UVB, além de ação bacteriostática que evita a proliferação de bactérias causadoras de mau cheiro.

Foto: www.folha.com.br


A tecnologia empregada em uniformes e maiôs causou muita polêmica na edição das Olimpíadas, em 2008, na China. Muitos dos resultados nas competições de natação foram classificados como suspeitos devido ao uso de materiais como o poliuretano na fabricação dos uniformes. A Fina (Federação Internacional de Natação) abriu uma investigação na época para avaliar os mais de 100 recordes batidos no esporte devido à utilização dos tecidos tecnológicos. Depois do incidente, a organização decidiu impor algumas regras para o uso do poliuretano em competições dessa categoria como, por exemplo, os uniformes masculinos devem ser do tamanho de uma bermuda convencional e os maiôs femininos têm sua parte de cima limitada até o nível do ombro do atleta.

Foto: Arena - catálogo


E não é somente nos esportes que pode-se usufruir dos benefícios das propriedades específicas dos tecidos. No ramo da saúde foram desenvolvidos, pela empresa Invel, peças que prometem aliviar dores crônicas. O tecido responsável por essas propriedades terapêuticas é a Biocerâmica MiG 3, que promete estimular a liberação de ácido nítrico no corpo humano, responsável pela vasodilatação e por um consequente relaxamento muscular diminuindo significativamente a sensação de dor.

Foto: Invel

Por Greice Verrone
Designer de Moda

Exibições: 525

Responder esta

Respostas a este tópico

Não esquecer o EMANA (vide site), desenvolvimento genuinamente nacional da Rhodia/Solvay e aclamado no mundo da roupa esportiva!

A NANOVETORES é uma empresa NACIONAL especializada no desenvolvimento de ativos NANO ENCAPSULADOS, trazendo funcionalidades e especialidades a Indústria Têxtil. Além disso, seus produtos criam diferenciais competitivos sustentáveis aos clientes e consumidores, funcionalizando seus tecidos com apelos bem interessantes: marketing olfativo, com fragrâncias com notas diferenciadas, conforto, hidratação, frescor, entre tantos outros. Para detalhes acesse: http://www.nanovetores.com.br e conheça a linha de produto têxtil.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço