Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Índice Zara compara o preço de peças vendidas em 22 mercados em que a rede está presente. Consumidor brasileiro paga em média 21,5% mais que nos EUA.

ONDV_Foto_Notícias_0414_Índice_Zara

O Brasil é o lugar mais caro do mundo para se comprar roupas. As peças adquiridas pelos brasileiros saem em média por 21,5% a mais do que as disponíveis no mercado americano.A constatação é do Índice Zara de preços de vestuário, produzido pelo banco BTG Pactual. O levantamento leva em consideração os valores praticados em 22 dos 87 países e que a marca Zara está presente.

A pesquisa segue os mesmos moldes de outros índices já conhecidos como Big Mac, iPhone e Play Station, em que produtos considerados globais têm seu preço final comparado em diferentes mercados. O relatório avaliou 14 itens vendidos na rede de lojas que vão de blazers até sapatos.

Um vestido que custa US$ 55,10 na Espanha, onde fica a matriz da empresa, chega a US$ 79,00 nos EUA e US$ 171,60 no Brasil. A peça do exemplo chega ao país com preço US$ 81 mais alto do que o praticado na Suíça, que foi apontada como o segundo mercado mais caro para o setor. A tendência se repete em casacos, blusas e calças.

Sapatos são exceção
Uma exceção aparece nos sapatos, esses produtos podem apresentar preços mais baixos no Brasil do que em outros mercados. O par que custa US$ 55,10 na Espanha, sai por US$ 79,90 nos Estados Unidos e chega às araras brasileiras por US$ 72,70.

Em outras marcas de moda as diferenças de preços são igualmente elevadas. Um moletom da GAP custa no mercado brasileiro cerca de US$ 169,00, enquanto nos EUA a peça é vendida a US$ 44,95. Na Forever 21 do Brasil, um blazer sai a US$ 111,90, enquanto nos EUA a US$ 29,80. Apesar da diferença de mais de US$ 82,00 na peça adquirida aqui, a chegada da marca no país gerou filas de até três horas de espera para entrar nas duas lojas localizadas em São Paulo e Rio de Janeiro.

Quando a influência cambial nos preços é descontada, a distância entre o poder de compra dos brasileiros e dos americanos aumenta ainda mais. Neste caso, os produtos comprados aqui são 49,4% mais caros do que os vendidos nos EUA. De acordo com a pesquisa, entre as principais dificuldades competitivas do mercado brasileiro estão os impostos de importação, que chegam a 35%, a adequação às regulamentações e os preços dos impostos nacionais, além da diferença climática em relação ao hemisfério norte e das dificuldades de produção em território nacional.

Fonte: Mundo do Marketing

Exibições: 880

Responder esta

Respostas a este tópico

Mesmo com o dolar beirando 3,20 e pagando impostos sai mais barato. Acreditem.

Vergonhoso.

Mas as de segunda linha como dizem, saem bem mais barata , basta procurar que acha .

Não utilizo o "índice Zara".  Minhas camisetas custam de R$10,00 a R$30,00 e minhas camisas polo custam de R$30,00 a R$50,00. Mesmo assim, não se pode negar que qualquer produto no Brasil que possua atravessadores acabe, infelizmente, custando muito mais caro que em outros países.

Ao contrário do que muitos afirmam, apesar da carga tributária elevada, o maior vilão não é o imposto.  Os maiores vilões são os atravessadores e, principalmente, as próprias lojas.  A grande maioria das lojas que conheço simplesmente dobra o preço dos itens.  Pagam R$50,00 e vendem por R$100,00, alegando que não dá pra vender por menos.

A questão é que nós, consumidores, estamos adquirindo cada vez mais o perfil  de pesquisar antes de comprar. Sendo assim, estas lojas tendem a ficar isoladas em um campo restrito, onde o número de itens vendidos vai reduzindo a cada dia e a massa consumidora simplesmente deixará de comprar. 

So vc acredita nisso. So de Icms tem-se incidencia final de 20%.

Bem não coloca a culpa somente nos impostos e nem nos atravessadores ,coloca a culpa na burrice do nosso povo,pois existe um tal de que se "colar colou" que é ele colocam o preço lá em cima as vezes o dobro ou o triplo e vê se eles pagam,pagaram? então deixa o preço assim pois ganhamos mais,fazem isso muito aqui no Brasil principalmente com carros,como pode um veiculo produzido no Brasil e vendido no México, Argentina pela metade do preço aqui?

   "É O TAL SE COLAR COLOU"

Miguel, sim se procurar acha. Se formos usar roupa pela roupa, obvio que acha!
Mas, para quem tem determinadas caracteristicas físicas, apoia a sustentabilidade e tem um determinado gosto refinado danou-se ne?

Não se trata de usar roupa pela roupa. Para mim as roupas aqui do Brasil é um sufoco! Porque sou magrela e tenho seios maiores. Então, somente numerações europeias dão certo.

E eu tenho certeza que todos vcs como homens que responderam este tópico não querem ver uma mulher vestida como um æmano" de morro. ne? hahah

A Dudalina lhe vestirá bem, porem é realmente muito cara. Vc está em São Paulo?

Antonio Estou sim!

Eu realmente queria comprar roupas mais baratas. Mas, vamos parar para pensar na situação do Brasil.

Eu sei que a Zara não é a melhor opçnao para se fazer um levantamento, mas por exemplo:

http://www.childrensplace.com/webapp/wcs/stores/servlet/en/usstore/... esta loja eucompro camisetas pro meu filhote, a qualidade é ótima e as estampas legais pacas. Por este preço nnao da pra comprar muita coisas com estampa e qualidade legal no Brasil. E é disto que falo.

Mas, eu ando super focada neste lance de sustentabilidade e mão de obra escrava. Então fica mais restrito ainda.

Acho que foi otimista demais em falar em só 21% nosso custo em relação ao EUA? Minha esposa voltou a 10 dias e disse que é próximo de 50% esta relação. Logico que quem lá vai(para comprar) ainda vale a pena, por isto que só 21% é muito pouco.

Mas a solução ainda esta nas mãos deste inepto governo, que nos enrrola com a possível revisão tributaria, que não sai do papel, "nem que a vaca tussa", certo d.Dilma??

Tem alguém ai, que falou que não só os impostos é que encarecem o produto. Pois bem ICM, ISS, PIS,COFINS,tributos trabalhistas, e ai vai...., vender uma camiseta por R$ 10,00? Até dá, mas e a qualidade? Quanto custa o tecido? Quanto custa a Criação, quanto custa a impressão, quanto custa a embalagem, quanto custa o transporte em todo processo, quanto custa a perda, a sobra,etc etc etc . Vocês sabem quanto custa uma camiseta china, colocada no Brasil via Paraguai, de R$ 1,80 a R$2,20/pç, sabe quanto custa via importação R$ 3,15/pç? A R$10,00 qual é o milagre? Você vende muito barato , sem sacrificar a qualidade? As de R$ 30,00, ai tudo bem esta dentro do preço BRASIL, com qualidade satisfatória, cobrindo quase tudo, mas vende com ou sem NF?

gente...ta tudo errado. o Brasil esta de avesso pro resto do mundo. Lamentavel.

Se todos os impostos arrecadados (roubados) fossem utilizados para um bem comum eu entenderia, mas da compra de um tecido ate chegar a peça pronto ao consumidor final...todo mundo pagou imposto, são mais de 5 x pagando imposto... isso é tão absurdo que não consigo mais falar. 

Vou la arrumar a casa pra relaxar. senão vou explodir hahah

HELEM, VOCE VAI LIMPAR A CASA COM AGUA? CUIDADO PODES SER DENUNCIADA PARA TER SEUS PREÇOS AUMENTADOS E TER MULTA, VAIS USAR SABÃO EM BARRA OU DESINFETANTE? já VIU OS IMPOSTOS, DE QUAL É MAIS EM CONTA?

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço