Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

O SENAI CETIQT, por meio do Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e Confecção, está apoiando o desenvolvimento da pesquisa, testes físicos da fibra e produção do primeiro fio cashmere brasileiro. Todo o projeto é acompanhado pela Abit. 

A pesquisadora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ, Lia Coelho, utiliza as instalações e conta com a colaboração de pesquisadores da coordenação de Desenvolvimento de Tecnologia e Inovação – CDTI, e ainda da equipe da planta piloto de Tecelagem. 

Segundo o gerente de Tecnologia do SENAI CETIQT, Robson Wanka, a previsão é que em janeiro de 2017 seja iniciada a segunda etapa da pesquisa, já com a produção inédita de tecido 100% de cashmere de cabras nascidas no Brasil.  Ele ressalta ainda que “a instituição atua como um laboratório aberto para a comunidade acadêmica, apoiando o desenvolvimento de pesquisas que contribuam para o crescimento e inovação da indústria têxtil e confecção”.

Robson Wanka (esq) e equipe com Lia Coelho

 

- See more at: http://www.abit.org.br/noticias/brasil-podera-produzir-fio-cashmere...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 513

Responder esta

Respostas a este tópico

Nós anos 60 produzi por longo tempo fios de cashmere título métrico 1/16000 destinado a malharia.
Essa produção era a facção destinada para Argentina exclusivamente.
O fio era produzido em fiação de lã cardado e sua composição era lã prima B, angorá, nylon e pêlo de coelho.
Está composição era padrão determinado pelo cliente.
Há uma grande dificuldade em fiar composição com pêlo de coelho e na ocasião houve a necessidade de alguns "arranjos".
O fio alcançou um nível de muita qualidade na ocasião.
Sou técnico têxtil cuja especialidade inicial era lã cardado com especialidade em recuperação e beneficiamento de resíduos têxteis, diversas outras e nos últimos 35 anos em non woven.
Amo a indústria têxtil e minha profissão.
Ailton G. Botelha
Parabens. Toda pesquisa é um benefício enorme para o país. Sempre dá retorno. Isto é desenvolvimento industrial.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço