Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

O Greenpeace, organização não-governamental que visa a preservação do meio ambiente para que a natureza possa prover boas condições de vida para todas as espécies, anunciou nesta semana mais uma de suas campanhas. Entitulada de #OReiEstaNu, ela tem como principal objetivo denunciar grandes marcas de luxo por comercializarem roupas infantis contendo substâncias tóxicas perigosas que afetam a todos nós. Segundo o GP, os químicos perigosos estão em todas as peças, apesar da indústria da moda de luxo ser exclusiva. “Não importa o quanto você paga, essas lindas roupas estão escondendo uma verdade terrível”.

    

    

A grande concentração da substância responsável pela criação da campanha é do químico Etoxilato de Nonilfenol – NPE, principalmente nas roupas “Made in Italy”. Das grifes que estão sendo acusadas, encontra-se Versace, Dior, Dolce&Gabanna e Louis Vuitton.  

UM PESADELO TÓXICO 

A principal alegação do GP é de que o lançamento de substâncias químicas nos rios e lagos é bastante nocivo à nossa saúde e a dos animais marinhos, e isso vem sendo provocado pela indústria têxtil. Apesar das marcas de luxo pregarem a moda exclusiva, os danos são tão nocivos quanto os de lojas comuns. O estudo do Greenpeace Internacional revela uma verdade fora de moda sobre substâncias químicas perigosas encontradas nas roupas e calçados infantis,  produzidos por oito marcas de luxo do mundo da moda. 16 dos 27 produtos testados (59%) foram identificados contendo um ou mais dos seguintes químicos perigosos: Etoxilato de Nonilfenol (NPE), Phthalates e Antimônio, entre outros. Para ler o relatório completo, clique aqui.

   

A produção têxtil é uma das maiores fontes de poluição das águas no Sul do planeta, onde o uso de substâncias químicas perigosas continua não regulamentado. Os mesmos químicos que são despejados nos rios em centros de produção como a China, mas também estão sendo derramados de roupas compradas e vendidas por todo o mundo. Liberados no meio ambiente, eles podem se tornar substâncias tóxicas capazes de causar distúrbios hormonais e gerar riscos de saúde para crianças e adultos.

    

No site da campanha, o GP disponibiliza uma área para você enviar um email para as grifes pedindo o fim da intoxicação.

    

_________________________

Matéria: Lorena Bezerra

http://www.profissaomoda.com.br/materias/2014/02/campanha-do-greenp...

Exibições: 393

Responder esta

Respostas a este tópico

O maior problema está naquilo que usamos e consumimos.
O poliester das embalagens e' o mesmo poliester das roupas.
As roupas estamos vestido e o conteúdo das embalagens estamos ingerindo.
O poliester em gral tem aldeídos que são altamente prejudicais a saúde.
Existe o controle da qualidade das embalagens de polímeros cuja obtenção exige que o processo de polimerizacao do monomero envolva várias reações químicas?
Analisa-se traços de subprodutos químicos nessas embalagens de alimentos,medicamentos...etc...?

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço