Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Campinas poderá sediar seminário sobre maquinário para a indústria têxtil

Campinas é candidata a sediar um seminário sobre maquinário para a indústria têxtil que deve ser realizado no dia 25 de outubro deste ano e é promovido pela Federação de Máquinas Têxteis da França.

Para conhecer a infraestrutura da cidade e obter informações econômicas sobre o potencial da indústria de tecidos de Campinas e região, uma missão francesa do setor de maquinário têxtil esteve na manhã desta terça-feira, dia 3 de maio, em reunião na Prefeitura com entidades sindicais e empresários do ramo para apresentar a proposta do seminário.

O encontro foi intermediado pela Secretaria de Cooperação Internacional e pelo cônsul honorário da França em Campinas, José Luiz Guazelli. O secretário de Cooperação Internacional, Sinval Dorigon, mostrou, em números, o potencial que a região tem como polo têxtil.

As cidades de Campinas, Americana, Hortolândia, Nova Odessa, Santa Barbara d'Oeste e Sumaré respondem por 85% da produção nacional e são consideradas o maior polo têxtil da América Latina, conforme os dados apresentados pelo secretário. “É uma oportunidade para Campinas e a cidade tem chance de realizar ótimos negócios com os franceses”, defendeu Sinval. Além dos números de Campinas, o secretário também forneceu informações sobre PIB, transporte e logística, exportações, entre outros itens, do Brasil e do Estado de São Paulo.

A diretora de relações internacionais da Federação das Indústrias Mecânicas da França, Evelyne Cholet, explicou que, durante este seminário, serão apresentados os mais modernos equipamentos para a indústria têxtil produzidos na França. Ela disse ainda que o evento será uma oportunidade para brasileiros e franceses do setor trocarem informações e tecnologias para a produção de tecidos.

“A França não é só perfumes, queijo e vinho. É um país que detém tecnologia de ponta em vários domínios e um deles é a indústria têxtil”, argumentou o diretor do escritório da Ubifrance (agência pública francesa para o desenvolvimento internacional de empresas) em São Paulo, Marc
Antonie Lopez, sobre a importância da França na produção de equipamentos com tecnologia de ponta.

Segundo os participantes da missão, a França pode fornecer às indústrias brasileiras produtoras de tecidos as máquinas mais modernas do mercado e que podem deixar o Brasil mais competitivo na concorrência com os chineses.

A missão francesa visitará outras cidades no Brasil com características de polo têxtil para prospectar qual está mais receptiva a receber o seminário.
FONTE: CANAL RIO CLARO


Exibições: 54

Responder esta

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço