Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Uma investigação encoberta revelou fábricas chinesas que continuam a utilizar jatos de areia na fabricação de calças de denim, um processo entretanto banido devido aos riscos que representa para a saúde. A pesquisa, realizada pela cadeia televisiva de língua árabe, Al Jazeera, focou-se na província chinesa de Guangdong, onde ocorre mais de um terço da produção global de calças de denim. Dentro das fábricas foram encontradas calças com etiquetas de marcas ocidentais, como Hollister, American Eagle Outfitters e Abercrombie & Fitch.

Os gerentes das unidades fabris recusaram-se a comentar a investigação, mas um dos trabalhadores comunicou à Al Jazeera: «O maior problema dos jatos de areia é a poeira. Existe o risco de desenvolvermos silicose se não usarmos proteção adequada».

Alguns trabalhadores revelaram que sofrem de problemas pulmonares e alergias causadas pelo contacto com tintos e outros químicos.

A marca American Eagle Outfitters adiantou que, desde a divulgação da investigação, todos os equipamentos de jatos de areia foram retirados das suas unidades de produção. Marcas ocidentais como Target, Levi Strauss, H&M, Gucci, Benetton e Esprit também baniram o processo mas investigações subsequentes mostraram que os jatos de areia continuam em uso em inúmeras fábricas chinesas.

http://www.portugaltextil.com/tabid/63/xmmid/407/xmid/44295/xmview/...

Exibições: 417

Responder esta

Respostas a este tópico

Que triste!! Poucas pessoas sabem como são feitos os produtos importados, não só de vestuário, mas no geral!!

O que estes trabalhadores passam correndo estes riscos todos e o que recebem por este trabalho, para os produtos destas marcas chegarem as lojas à preço de ouro. 

Realmente lamentável!! 

Responder à discussão

RSS

© 2023   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço