Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Cientistas desenvolvem algodão colorido geneticamente modificado

Um projeto desenvolvido na Austrália está testando mutações genéticas para que o algodão nasça colorido. Os cientistas já obtiveram, até aqui, plumas nas cores roxo, amarelo, vermelho, laranja e preto – esta última sendo a que mais exige químicos para ser produzida de maneira convencional. A inovação promete diminuir a poluição produzida pela indústria têxtil, já que evita processos comuns no tingimento de tecidos.

As colorações do algodão são obtidas ao misturar genes de plantas naturalmente coloridas ao seu código genético. O projeto ainda se encontra na fase inicial, com cultivo de pequenas quantidades, mas a expectativa é de que as plantas possam florescer e produzir algodão em maior escala ainda nos próximos meses.

Até o momento, o cultivo é realizado é realizado em placas de Petri, utilizado em laboratório na cultura de microrganismos. Com a produção em larga escala sendo possível, colher e confeccionar roupas coloridas sem a adição de corantes artificiais seria uma realidade no setor, incluindo em peças jeanswear.

“Ter o algodão produzindo sua própria cor é uma virada no jogo”, disse Colleen MacMillan, cientista que lidera o projeto.

Vale destacar que boa parte da degradação ambiental é causada pela confecção de roupas vem do processo de coloração. Os corantes são tóxicos e alguns chegam a ser proibidos em países desenvolvidos, o que faz essa etapa ocorrer em nações em desenvolvimento, como Índia e China, que não possuem fiscalização eficiente acerca de poluição ambiental ou direitos dos trabalhadores.

Outro ponto a ser destacado é que produtores brasileiros também tem buscado alternativas sustentáveis no cultivo da pluma. O estado da Paraíba, a partir do trabalho do Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), possui uma produção de um algodão colorido nacional.

A pluma é orgânica, sem contar com a influência de nenhuma ação química induzida para atingir sua coloração. Encontrada em diversos países desde antes de Cristo, a espécie só atinge apenas tons de marrom e já foi utilizada pela empresa paraibana Natural Cotton Color na produção de peças denim.

https://guiajeanswear.com.br/noticias/cientistas-desenvolvem-algoda...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 417

Responder esta

Respostas a este tópico

A natureza agradece a este tipo de ação, pois qtos litros de água serão economizados, e muitos rios deixarão de receber poluíção.

  A pluma é orgânica, sem contar com a influência de nenhuma ação química induzida para atingir sua coloração.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço