Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

Atualmente, o setor têxtil passa por diversas mudanças ocorridas devido às novas exigências do mercado e a sua demanda em excesso. Desde o ano de 2017, a indústria têxtil passou a apresentar sinais de melhoria, após um longo período de recessão.

De acordo com Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), a demanda aumentou em torno de 5%, ocasionando um crescimento na geração de empregos. Cerca de 20 mil novas empresas surgiram e, assim, mais pessoas foram atraídas para a área.

Nesse sentido, é fundamental prever as mudanças no comportamento do setor para oferecer respostas rápidas às transformações ocorridas no consumo do cliente. Sabendo da importância do tema, apresentamos formas de lidar com a demanda em excesso da produção têxtil. Confira!

Invista em tecnologia para controlar a capacidade de produção

Apresentar um time de funcionários capacitados é somente um dos passos para a confecção preservar e alcançar a produtividade têxtil de qualidade.

Atualizar-se e investir em tecnologia são passos importantes para conseguir controlar a capacidade de produção de forma mais efetiva. Desse modo, as tecnologias avançadas de automação consistem em soluções que não podem ficar longe das indústrias de tecido. Elas são primordiais para melhorar e otimizar processos e, além disso, elevar os lucros.

inovação permite que o empreendedor tenha segurança de que os operadores de máquinas conseguirão manter uma grande regularidade, entendendo não só de corte, mas também da tecnologia de maquinários modernos.

Logo, a automação de processos está intrinsecamente relacionada com a melhoria de qualidade da produção, o que contribui no aumento da produtividade têxtil e no melhor crescimento da empresa.

Mantenha uma boa gestão da produção

Manter uma boa gestão da demanda pode parecer uma coisa pequena, mas é primordial dentro de uma indústria têxtil. Se efetuada de maneira correta, afeta todos os setores da organização e os serviços oferecidos. É importante destacar que, quando se tem uma boa gestão de produção, é possível economizar dinheiro e elevar os lucros do negócio.

Diversos investidores entendem, erroneamente, que o cálculo anual de receitas corresponde ao mesmo que demanda projetada, mas não é o caso. Sendo assim, esse conjunto de informações não é suficiente para ajudar a estabelecer o melhor momento das vendas e planejar melhor a produção, os financiamentos e a mão de obra.

Sendo assim, organização e conhecimento sobre o mercado de atuação são as ações mais eficazes para que o empresário do setor têxtil possa efetuar uma gestão da demanda de maneira eficaz.

Tirando as situações em que acontecem crises não previstas no ramo ou no lançamento de produtos inovadores que tornam rapidamente obsoletos outras mercadorias, a gestão da produção deve ser realizada de forma bastante equilibrada. Conte com o auxílio de um software de gestão que seja capaz de fornecer respostas imediatas, ou seja, em tempo real, de tudo o que ocorre no setor industrial.

Mantenha o controle de qualidade

Cada produto deve ser pensado considerando suas matérias-primas, já que isso interfere diretamente na qualidade do produto final.

É essencial que as peças e os tecidos de uma mesma coleção tenham o mesmo padrão de acabamento e que atinjam um determinado parâmetro de excelência. Nesse sentido, é fundamental mensurar e monitorar desde o tipo de linha que será utilizada até a qualidade dos rolos de malha, o que inclui a partida.

Caso uma confecção realize um pedido de malha pigmentada de amarelo, por exemplo, é possível que ache variações no tom de um rolo de tecido para outro. Isso porque a capacidade produtiva das máquinas é variável. Dessa maneira, para que aconteça esta mudança pequena ou mais significativa, é necessário não misturar malhas de partidas diferentes em um mesmo rolo e assim reduzir desvios de qualidade.

Crie padrões para produção

O controle de qualidade de cada fase do processo de produção garante bons resultados e eleva a produtividade têxtil, até mesmo nas horas de enormes demandas em tempo reduzido.

É por meio dele que uma confecção pode identificar, por exemplo, o que é uma peça não conforme e uma peça dentro do padrão estabelecido. Logo, é necessário apresentar critérios de qualidade bem claros e específicos para todos os colaboradores de cada área da produção.

As orientações podem ser apresentadas em manuais de produção e figuras, tanto para os responsáveis pelo setor, quanto para os colaboradores da produção.

Nesse contexto, é importante ressaltar que a padronização de processos é uma etapa importante para conseguir ganho de produtividade têxtil. Por meio de processos claros, assertivos e controlados é possível ter impactos positivos dentro da produção excessiva da indústria têxtil.

Exporte produtos

Exportar para diferentes lugares é uma ótima opção para conseguir lidar com a demanda em excesso vivida pelo setor têxtil. Porém, para exportar um produto para outro estado, país ou cidade, diversas leis estabelecidas pelos governos locais e pela Organização Mundial do Comércio (OMC) então em prática.

Dessa forma, a instituição precisará seguir as leis de negociação do local para fazer negócios justos. É fundamental conhecer leis importantes para exportar produtos e melhorar a quantidade de produtos na empresa. Dessa forma, saiba mais sobre as principais leis:

  1. Se uma instituição exporta uma mercadoria com valor abaixo do preço que normalmente cobra em seu mercado interno, se diz que está “despejando” (dumping) o produto. Com a finalidade de superar esse comércio desleal, a OMC elaborou um conjunto de regras sobre como os governos locais podem ou não fazer dumping, sendo chamado de acordo antidumping;
  2. As tarifas de salvaguarda são impostas aos produtos que estão sendo importados. O que significa que os compradores não podem mais importar mais do que o número autorizado de produtos em uma região em um determinado período;
  3. O negócio precisa pagar imposto de importação e exportação.

A exportação de produtos ajuda, significativamente, na demanda em excesso dos produtos têxteis, e diversas indústrias já começaram aderir a essa medida, com a finalidade de superar essa adversidade e conseguir se desenvolver de maneira eficaz e satisfatória.

Portanto, a utilização da tecnologia, a fabricação e a virtualização têxtil devem estar mais alinhadas com a visão ampla dos gestores. É fundamental que eles consigam apresentar uma inteligência sistêmica de todos os processos, compreendendo a produção, a criação e a comunicação. Lembre-se que o setor têxtil é um dos mais criativos e produtivos do país, o que ocasiona mais competitividade entre as empresas. Logo, saber lidar com a demanda em excesso da área é um diferencial.

https://fcem.com.br/noticias/como-lidar-com-a-demanda-em-excesso-na...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 443

Responder esta

Respostas a este tópico

  A exportação de produtos ajuda, significativamente, na demanda em excesso dos produtos têxteis, e diversas indústrias já começaram aderir a essa medida, com a finalidade de superar essa adversidade e conseguir se desenvolver de maneira eficaz e satisfatória.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço