Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comprar enxoval para bebê nos Estados Unidos é mais barato??

Raphaela viajou a Orlando, grávida de 5 meses, para comprar enxoval da tão esperada Liz

Pegar um avião rumo aos Estados Unidos para fazer o enxoval do bebê pode parecer ideia extravagante. Apesar do dólar alto, vale a pena encarar um longo voo para conhecer as ofertas de shoppings e outlets com o objetivo de comprar produtos a preços mais baixos do que no Brasil. Leonardo e Raphaela Leitão decidiram se aventurar em Orlando para adquirir o enxoval da tão esperada Liz.

“Tudo o que a gente viu em Fortaleza era muito mais caro, três vezes o preço de lá”, assegura a advogada, que foi a Orlando grávida de 5 meses, exclusivamente para montar o enxoval. A ideia das compras surgiu em novembro de 2013, quando o casal fez uma viagem à cidade, para passear na Disney.

Com a vontade de ser pais apenas na cabeça, resolveram comprar logo carrinho de bebê, berço portátil e bebê conforto. O valor bem abaixo do cobrado no mercado brasileiro chamou a atenção. “Não sabíamos quando íamos ter filho. Coincidentemente dois meses depois, estávamos grávidos. Pensamos então em voltar para comprar as coisas menores”, explica Leonardo.

Logo que o sexo do bebê foi revelado, perceberam que estava na hora de arrumar as malas e… retornar aos Estados Unidos, para passar oito dias comprando. “A gente já sabia o caminho das pedras”, brinca o pai de primeira viagem. Assim como os cearenses, outros casais também aproveitam as pechinchas na terra do Tio Sam. Apenas no grupo de amigos de Leonardo, oito já fizeram a mesma viagem. “Tem muita gente saindo daqui para comprar nos Estados Unidos, e os que não viajam pedem para a gente comprar”.

Diferença de preços

E realmente as compras valem a pena. Do carrinho às roupinhas, das mamadeiras aos brinquedos, nada é mais barato em real se comparado ao dólar. Um kit de três vestidos da loja infantil Carter’s vale US$ 24, o equivalente a R$ 60. Em Fortaleza, em uma loja especializada em roupas de crianças, um vestido para bebê custa de R$ 150 a R$ 200, segundo o empresário. Uma mesma mamadeira, por exemplo, tem o valor de R$ 80 no Brasil e de US$ 7 em Orlando, o equivalente a R$ 17,50.

Leonardo conta que, em determinadas lojas, há ainda funcionários habituados com certos idiomas, como o português e o espanhol, que podem ser contratos por clientes durante um turno. O objetivo é facilitar o encontro dos melhores e mais baratos produtos. “Você leva a lista, e o funcionário vai lá com você. Vi dois casais usando esse serviço”.


Gastos

Os cearenses calculam ter investido US$ 4 mil nas compras do enxoval, em roupas que servirão a Liz até os 3 anos de vida, acessórios, brinquedos, pomadas e cremes infantis para o dia a dia, além de presentes para os filhos dos amigos. Eles encheram as malas. “Com certeza, o que economizamos nessas compras pagou pelo menos as passagens. Uma delas compramos com milhas, a outra custou R$ 1,7 mil ida e volta. Sem contar que a hospedagem é super barata”, lembra Raphaela.

Seja no outlet, no shopping ou lojas de rua, uma boa dica para economizar nas compras é buscar cupons de desconto na internet ou nas lojas físicas. De acordo com o empresário, os cupons podem ser impressos e usados na hora. Alguns são inclusive cumulativos. “Se você fizer cadastro nos sites das lojas, ganha mais desconto ainda, que pode chegar até a 20%”.

O único ponto negativo das compras, segundo o casal, seria a impossibilidade de trocar, em caso de defeitos. Afinal, fica meio complicado viajar a outro país a fim de reclamar de alguma peça defeituosa. Mesmo assim, Raphaela assegura que nenhum produto veio defeituoso. Muitos eles nem testaram antes de comprar. “Não tivemos nenhum problema. Veio tudo perfeito. A maior vantagem é a qualidade, infinitamente melhor”.

Já com o enxoval da bebê garantido, o casal afirma que tudo vale a pena: a viagem, as compras, os passeios e os momentos a sós. Dificilmente tirariam uma semana em Fortaleza apenas para fazer as compras. “A gente curtiu um momento só nosso e ainda economizou”, comemora a mãe de Liz – que nasceu no último sábado, em 10 de novembro.

Administrando as compras
Assim como Leonardo e Raphaela, o casal de administradores Hilton e Marcele também tiveram a mesma ideia. A diferença foi que Hilton viajou sozinho em direção aos Estados Unidos. Marcele já estava com sete meses de gravidez e impossibilitada de realizar viagem tão grande… e cansativa. “Ele foi sozinho, mas quem fez a lista fui eu”, conta. O valor desembolsado para comprar carrinho bebê conforto, berço portátil, roupinhas, pomadas e brinquedos não chegou a US$ 5 mil.

A administradora comparou certos preços antes de arrumar as malas de Hilton para a aventura. Um bebê conforto, por exemplo, custa R$ 600 em Fortaleza e US$ 100 em Orlando. Para comprar um berço portátil, gastaria R$ 500 na capital cearense e US$ 100 na cidade norte-americana. Enquanto uma babá eletrônica é comprada por R$ 800 no Brasil, nos EUA ela custa apenas US$ 80. “Como a gente viaja bastante, muitas coisas trouxemos aos poucos. Ele foi só para trazer roupa, pomada e artigos menores. Compramos roupas para a Maria Helena até que ela completasse 1 ano de idade”, conclui a mãe de Maria Helena, que já tem 10 meses de vida e um enxoval enorme só para ela.

E as malas?

Uma dica importante, segundo os papais e mamães que foram montar enxoval nos Estados Unidos é controlar o peso dos produtos e ter noção de que as companhias aéreas têm limite de peso de bagagem. Em relação à alfândega, é melhor não ignorar as regras da Receita Federal, para não transformar as melhores compras da viagem em um grande prejuízo.

FONTE: http://tribunadoceara.uol.com.br/noticias/cotidiano-2/comprar-enxov...

Exibições: 293

Responder esta

Respostas a este tópico

Eh sim. Especialmente considerando que eles retormam com malas e malas de roupas, perfumes, relogios e com Ipods, Ipads, e afins apos uma breve visita a AMERICA LATRINA, ou Latrine America, tambem conhecida pelos muambeiros como Miami. O fenomeno eh que o Brasil eh um pais rico, de muitos milhonarios, que gasta aproximadamente (so o declarado) 2.1 Bilhoes de dolares/anuais  aqui...

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço