Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Trabalho Escravo - Depoimento de um Boliviano que Produz Vestuário

Boa  noite  pesoal sou  boliviano  y  eu  sou  muito grato  ao  brasil como  todo imigrante  en cualquer pais do mundo o começo sempre e dificil  tao dificil  que  ate  a gente  tem que  apelar  para  ilegalidade mais  hoje  en dia  graças a deus a legalizaçao e muito  mais muito facil para  a gente ;para entrar no brasil no precisa  mais de coyote e so comprar na fronteira pasagem  de  ida  e volta  que a policia federal  te  da um visto de 90 dias  asim que  chegar  no seu destino  e so  dar  entrada  na policia federal  para o visto provisorio de 2 anos  y  ja  e  legal no  brasil por  iso  eu  sou  muito  grato  ao  brasil porque facilito muito para nois  bom agora  um  80 %  ate  um 90 %  da comunidade boliviana  e  legal no  brasil onde fica  a  discuçao do trabalho que  a gente realiza   trabalhando   12   ate   15  horas  por dia de segunda a sexta  e sabado ate o medio dia  sentado em uma maquina de costura  para  ganhar 700 , 800 ,  ate  1200  R$   agora  veja  vem  trabalhando 8 horas por  dia  de segunda a sexta salario bruto 950 R$  con descontos  de descontos  vc  fica  com  750 a  800  R$  agora para chegar en seu serviço ten que  sair de casa  duas horas  antes e para voltar para casa vc  gasta  mais  duas horas  com ese caos  que  e a transporte publico  entao vc perde do mesmo jeito  ou seria  como estivesse trabalhando as 12 horas  que  a gente trabalha  fora  que  vc  ten que  pagar seu aluguel y a sua alimentaçao  entao no final do mes   a  gente so fica  com 200 a 300  R$  pois aquele pessoal que trabalha as 12 horas em uma oficina de costura geralmente nao paga agua ,luz, aluguel, alimentaçao as veses ate internet eles exijen  eu falo porque  sou boliviano sei como funciona o nosso sistema criado pelos coreanos aqui em sao paulo porque un dia  ja fui ilegal  costurero registrado  e tambein trabalhei  ate 20 horas por dia hoje   sou  dono de uma oficina  e trabalho 12 horas por dia ao lado do meu pessoal e nao escraviso ninguein por que  as pórtas da mia oficina estao abertas para quem quiser sair  ou  entrar;  entao  voces pessoal do forum digam cual das duas formas de vida e menos ruin

Exibições: 1381

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá Jhonny, boa noite .

Gostaria de te agradecer pelo depoimento, é sempre muito interessante ouvir a versão mais próxima da realidade.

Quando à sua situação de; "se ficar o bicho pega e se correr o bicho come", eu penso que São Paulo não é uma cidade apropriada para a produção de confecção. Nasci em São Paulo e vivi ai por mais de vinte anos, mas hoje estou bem melhor fora. Muitas marcas mantêm somente a parte administrativa em grandes centros e deslocaram a produção para cidades menores. Onde o custo do funcionário é mais baixo, o custo de vida é menor e não há esse problema de transporte desumano como o que existe ai em São Paulo.

E te digo mais, após ter saído de Sampa, minha saúde melhorou tremendamente, apesar da idade continuar avançando.

Suerte!

Acho honroso e honesto seu trabalho como seu depoimento Johnny Martinez , assim como nossos descendentes italianos aqui vieram tentar uma vida melhor , isso é mais do que justo .Peço por você e por toda comunidade que respeito muito que nunca se deixem levar por falsas promessas e sim realmente para um futuro promissor , acredito no excelente trabalho dedicado de vocês e que possam prosperar e evoluir nesta terra da oportunidade que se chama Brasil como nossos ancestrais tiveram .

será que agora dar pra refletir o que e trabalho escravo e o que é facilitar a vida do trabalhador, pessoal do mte vao pra rua ouvir o povo que trabalha para voces terem seus gordos salarios para julgar o mundo sem conhecer nada dele, pois voces nao sabem o que é trabalhar.

A dignidade de quem trabalha, com o intuito de prosperar mesmo em terra estranha é algo de absolutamente idôneo, podendo dar depoimentos como deste boliviano, tal qual nossos antepassados, imigrantes que construíram o Brasil. Agora, sr.Jhonny Martines, para que você seja realmente um imigrante porreta, busque amparar seus irmãos que aqui chegam, ensine os caminhos que você percorreu e que deu certo, faça o bem que Deus irá te beneficiar e ajudar mais ainda. Que Deus te abençoe.

hiola jonny eu entendo sua comentario perfectamente mais vc saca proveito de sua raca mesma pq eles nao tem onde correr y muito pior boliviano nao tenta falar portugues te falo pq voces tbm sou muito esperto da de comer pao con cha de amanha, almoco arroz y 2 salchichas y melhor paro alhi vc fala meus portas estan abertas e facil pq sua esquema ja esta montado teu falo pq sou peruano agora falo portugues y tbm ja rode por oficinA DE BOLIVIANOS PERUANOS PARAGUAYOS ATE BRASILEROS PQ SI FUERAS legal no pagarias solo la tercera parte pq generalmente sua papo de donho de oficina e asim a prenda da 9 reales entao voce paga 3 por peca 3 para comida y 3 por aluguel sua raca viviria bom pq eles ganan 800 por mes mas vc por cada um ganha 1600 pq 2 terceras parte y de comida y aluguel soo por un trabalhador acho vc tem 10 trabalhadores sabes sumar muito bom entao vc explora sua raca mesmo pq ustedes son bicho de mato q nao se misturan con brasileros y tu tiras proveito de isso quero q me respondas sem eu falo errado  safaDO

Palavras duras estas do sr.Ruben Ancco Quispe, se ele conhece o sr. Johnny Martinez, provavelmente teve ter suas razões. Espero que o sr.Johnny, volte a este para dar sua vesão e explicações. Como é democrática esta coluna, devemos aguardar um próximo episodio.

MEU PONTO DE VISTA : Tenho comigo um funcionário que é chileno, bom por sinal, mas nos disse que sua vida no Brasil, não foi muito amarga, pois logo encontro emprego. Esta conosco a 2 anos é um profissional, que se qualificou para trabalhar aqui, pude oferecer alguns cursos que foram plenamente satisfatórios e assim por este exemplo, posso falar que quem quer vence em qualquer circunstancia, pois pode ate demorar, sofrer percalços, mas sempre se vence.

Ruben, nada é fácil na vida. As coisas as vezes acontecem de forma estranha, só a mão de Deus, nos guia. Assim, deixe seu e-mail, para contata-lo e ver quais possibilidades existem para alguém que quer algo pra si e os seus. Nada prometido, mas tudo a ser visto.

boa tarde sr Alfredo cardoso neto meu email e ruben609m@htomail.com brigado adiantado

RUBEN, COMO DISSE, VOU PROCURAR AJUDA-LO. meu e-mail acn@okko.com.br - aguarde e fé em DEUS.

Mas acho que o tal Jhonny  não tem muito a nos dizer ou seu tiro foi pela culatra.

Jhonny, estamos lhe aguardando!?!?!?

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço