Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Dolce & Gabbana cancela desfile em Xangai após ser acusada de racismo

Uma das imagens da campanha Dolce & Gabbana Loves China / Reprodução

UMA DAS IMAGENS DA CAMPANHA DOLCE & GABBANA LOVES CHINA / REPRODUÇÃO

Update: esse artigo foi editado para incluir o comunicado oficial da Dolce & Gabbana

Um mega desfile da Dolce & Gabbana com 500 looks na passarela foi cancelado de última hora em Xangai após um protesto sobre o que muitos na China (e no resto do mundo) perceberam como uma campanha racista. A marca postou em seu perfil no Weibo um vídeo de uma modelo tentando comer comida italiana com pauzinhos – o post sofreu uma avalanche de comentários negativos e foi tirado do ar em menos de 24 horas.

Mas o estrago já estava feito. Todas as celebridades chinesas convidadas para o desfile declararam que não iriam mais participar, assim como modelos-influenciadores como Lucky Blue Smith, seguido pela hashtag #BoycottDolce.

A tempestade só aumentou quando uma conversa por DM entre Stefano Gabbana e um usuário foi exposta nas redes sociais na quarta, exatamente o dia em que aconteceria o desfile – tanto Stefano quanto a Dolce & Gabbana afirmam que seus perfis foram hackeados e que eles não fariam esse tipo de comentários. A marca foi forçada a cancelar o show pelas autoridades locais.

O @dietprada foi o primeiro a dar a notícia e postou a campanha e as conversas privadas que você pode ver abaixo.

 

Essa não é a primeira vez que a marca é acusada de ser preconceituosa. Há menos de dois anos, uma campanha anterior do #DGLovesChina mostra Pequim de uma
maneira que os internautas chineses sentiram ser retrógrada e subdesenvolvida. O consumidor chinês é responsável por 33% dos gastos globais no segmento de luxo, de acordo com o último estudo da Bain & Company, segundo o BoF.

Os estilistas também se declararam contra o casamento gay e a família que resulta dessa união, causando reações imediatas de artistas como Elton John e outras milhões de pessoas ao redor do globo pedindo boicote à marca.

O FFW recebeu o comunicado oficial da marca; segue na íntegra:

“Nosso sonho era levar para Xangai um evento tributo dedicado a China que conta a nossa história e visão. Não era simplesmente um desfile, mas algo que criamos especialmente com amor e paixão pela China e por todas as pessoas ao redor do mundo que ama Dolce&Gabbana. O que aconteceu hoje foi muito infeliz não apenas para a gente, mas também para todas as pessoas que trabalharam dia e noite para realizar esse evento. Do fundo dos nossos corações, nós gostaríamos de expressar nossa gratidão aos nossos amigos e convidados”. Domenico Dolce e Stefano Gabbana.

 


Exibições: 181

Responder esta

Respostas a este tópico

Para o povão um pingo é uma letra, então sobrou pra GABBANA 

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço