Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Empresa chinesa do setor de tecidos sonda instalação de fábrica em Tatuí

Prefeito garante que cidade tem sido procurada por outros grupos asiáticos.
Comitiva visitou Fatec, polos Industrial e Cerâmico, além de pronto-socorro.

Prefeito de Tatuí se reúne com empresários chineses do setor de confecções (Foto: Divulgação/Prefeitura)Prefeito de Tatuí se reúne com empresários chineses do setor de confecções (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Um grupo de empresários chineses do setor de tecidos para decoração e confecções tem sondado Tatuí (SP) para instalação de uma fábrica na cidade. A comitiva era composta por oito pessoas, segundo informações do Executivo, e esteve na administração na sexta-feira (27). Na mesma semana, a Prefeitura havia oficializado o início das obras de construção da Noma, produtora de carrocerias para caminhão no Brasil. Outras empresas asiáticas também têm mostrado interesse no município.

Os chineses ressaltaram que Tatuí tem uma localização boa devido à proximidade com a capital paulista, além de estrutura logística com complexo ferroviário e rodoviário integrados, segundo informou o Executivo. O grupo analisou terrenos na cidade e também conheceu os polos Industrial e Cerâmico, a Faculdade de Tecnologia (Fatec) e equipamentos de saúde, como o Centro de Especialidades Médicas (Cemem) e o pronto-socorro.

Por conta do alto custo nas grandes cidades, como São Paulo (SP), por exemplo, as empresas estão migrando para o interior e Tatuí é uma das melhores opções, já que a Prefeitura oferece facilidades e isenções fiscais para novos empreendimentos”, lembrou o chefe da comitiva Fernando Hato, representante da Câmara de Comércio Brasil e China. O grupo foi recebido pelo prefeito José Manoel Correa Coelho, o Manu.

Ainda não há previsão de quando haverá a instalação da fábrica e quantos empregos serão gerados, segundo a Prefeitura. O Executivo garante que tem recebido diversos empresários chineses interessados em instalar empresas no município. 

Manu, prefeito de Tatuí, falou sobre mandato que acaba em 2016 (Foto: Reprodução/ TV TEM)Manu, prefeito de Tatuí, diz que recebe toda semana
empresários chineses (Foto: Reprodução/ TV TEM)

Manu destacou a reorganização e atualização do Pró-Tatuí e a obtenção de investimentos estruturais, como a marginal que será instalada às margens da SP-127, como novo ponto de atração para as empresas. “Temos semanalmente recebido empresários interessados em nossa cidade, que agora conta também com a Escola do Senai para capacitar mão de obra e preparar nossos munícipes para o salto de qualidade que todos nós queremos”, finalizou.
 
Outra visita
No mesmo dia, a presidente do Centro de Intercâmbio Econômico Brasil/China, Mônica Fang, veio conhecer a cidade. “Os negócios e os acordos bilaterais entre Brasil e China já são realidade. Queremos agora criar esse relacionamento com Tatuí, que é uma cidade muito promissora, próxima de São Paulo, tem rodovias muito boas e oferece subsídios para que as empresas possam se instalar e prosperar junto com o município”, explicou Fang.

http://g1.globo.com/sao-paulo/itapetininga-regiao/noticia/2015/03/e...

Exibições: 692

Responder esta

Respostas a este tópico

Que venham os chineses... eles vão viver o que chamamos de CUSTO BRASIL, vamos ver se eles praticaram preços de lá, nos produtos produzidos aqui. Será que eles sabem o que é ferias de 30 dias, licença-medica de 30 dias, 13 salario e mais um montão de penduricalhos dado por nossas leis trabalhista as custas das empresas? Duvido muito.



antonio Nogueira de Lucena disse:

Que venham os chineses... eles vão viver o que chamamos de CUSTO BRASIL, vamos ver se eles praticaram preços de lá, nos produtos produzidos aqui. Será que eles sabem o que é ferias de 30 dias, licença-medica de 30 dias, 13 salario e mais um montão de penduricalhos dado por nossas leis trabalhista as custas das empresas? Duvido muito.
Verdade meu amigo  Antonio Nogueira,  em vez do nosso pais dar incentivo pra nós brasileiro não ,  deixa ele vir,  do geito que esse pais anda uma merda , só falat o Brasil isentar eles desse impostos, e esses chineses são mão de vaca, vai negociar com um deles pra ver;  dificil  né.
Na China o trabalhador trabalha para o estado e recebe salário baixo e subsídios de sobrevivência do governo, enquanto aqui recebemos mercadorias com dupping. Como iremos competir? Nós das facções já não aguentamos competir com os produtos chinês invadindo a moda brasileira, onde os produtores daqui estão mandando fabricar lá na China e vendendo aqui produtos brasileiros made in China para competir.

Verdade meu amigo  Antonio Nogueira,  em vez do nosso pais dar incentivo pra nós brasileiro não ,  deixa ele vir,  do jeito que esse pais anda uma merda , só falta o Brasil isentar eles desse impostos, e esses chineses são mão de vaca, vai negociar com um deles pra ver;  difícil  né.

  “Os negócios e os acordos bilaterais entre Brasil e China já são realidade.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço