Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Responsáveis por fábrica de confecções não apareceram mais no local para dar satisfações aos empregados.

Responsáveis não apareceram mais no local para dar satisfações aos empregados  (Foto: Andriano Zeni/Rádio Difusora)

Cerca de 30 funcionários deram de cara com a porta da empresa fechada na manhã de ontem ao chegar para trabalhar. A Ciclone Indústria de Confecção Ltda. exercia suas atividades no município de São Jorge D’Oeste até esta segunda-feira, quando os responsáveis não apareceram mais no local para dar satisfações. O barracão onde a empresa funcionava fica próximo ao trevo de acesso a cidade e foi inaugurado em 2006. Desde então, outras empresas também tiveram passagem pelo local.

Desde os materiais utilizados para a confecção das peças, até mesmo o maquinário, tudo ficou no local. Mas a questão principal é: como ficarão os funcionários? Sobre o assunto, a presidente do Sindicato nas Indústria e do Vestuário, Eloir Aparecida de Oliveira, falou à Rádio Difusora que tudo será feito e, dentro da parte legal, haverá o fechamento da empresa, com o acerto de contas com os trabalhadores. Além disso, será preciso devolver o barracão à administração municipal de São Jorge D’Oeste para que ela possa ceder o comodato a outras empresas.

Atualmente trabalhavam no local 17 funcionários registrados e outros 16 sem o registro. “Isso caracteriza o abando de atividades de empresa, não deram explicação a ninguém”, diz Eloir.

Segundo informações extraoficiais, a última vez que o gerente da empresa, Ciclone Nelson dos Santos, apareceu na fábrica foi no dia 12 de agosto de 2013, na parte da tarde. Ele teria falado aos empregados que não pagaria ninguém, pois ele não conseguiu trocar o cheque, e que eles poderiam até atear fogo no local, pois ele estava abrindo falência.

http://www.diariodosudoeste.com.br/noticias/regiao/8,35446,27,08,em...

Exibições: 3138

Responder esta

Respostas a este tópico

  Mais uma que se vai.

Muito triste ler noticias assim.

Dificil falar alguma coisa.

Com base nas duas ultimas frases da' para perceber o estado emocional em que se encontram os proprietarios. 

A maioria dos industriais tem um sonho: ter um lugar aonde se produz algo util para a sociadade e que aos frutos dessa atividade tambem propicie vida digna as pessoas que nela trabalham.

Se nao for assim nao existe o espirito empreededor do Industrial.

O verdadeiro Industrial nunca espera que suas atividades necessitem de ajudas...de subsidios...de favores...eles somente pleiteiam politica justa e estado de direito e direitos iguais.

Trabalho como mecanico de maquinas de costuras a mais de 25 anos trabalhei viajando Minas inteira,ja vi isto aconteçer varias vezes mais os proprios funcionarios assumiram com a ajuda do sindicato local os donos das roupas que era confecçionadas e hoje esta todos bem,ate aprefeitura pode ajudar neste sentido ok me mande um email se quizer saber mais detalhes.rubenstdematos@hotmail.com   tel 31-98822090 ou 31-34934921 abraços,queDEUS LHE ABENÇOEM.

RUBENS TEIXEIRA DE MATOS

      

Vejam a que ponto chega o pequeno empresario neste país... isto é desolador, com certeza ele não largou tudo por vontade propria e sim, porque não aguentava mais a pressão que vem de todos os lados.

Grande parte é culpa desta politica que vivemos, afinal temos uma CLT de 70 anos e que não atende nem um lado nem outro da cadeia produtiva, so tem protecionismo e nada de contrapartida.

Gostaria de saber se o Ministerio do Trabalho vai assumir a fabrica e continuar gerando os empregos e renda que este empresario mantinha?

Portaria nº 48, de 12/2/2009, do INSS - auxílio reclusão, esse é o fim da picada, todos que pagamos impostos deveriam saber, inclusivo o povo, que nem sabe que paga imposto.Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa que é de R$ 915,05 (Portaria nº 02, de 6/1/2012)

Lamentável governo petista e outros, que aumentaram ministérios e nós pagamos, em troca recebemos vale desemprego, vale bolsa família, bolsa cota, etc... país sem lei e lei antiquada, quando a moral do homem era mais forte que sua escrita, quando a lei seca se restringia a álcool, sem cracks, cocaínas, tráfico....

É mais uma notícia triste que temos no segmento de confecções. Enqto isso a CHINA agradece é mais um concorrente a menos. Até qdo daremos empregos na CHINA e desempregos no Brasil varonil.

E viva o BRASIL dos petralhas.

Waldir Chiari

Todo Pais civilizado muda pelo VOTO.

Qualquer partido politico que esta' no poder foi pela maioria dos votos que conseguiu isso.

Se obtiveram esses avais e' porque o Povo quiz que fosse assim.

Caso forem bons se reelegem se ruins temos a chance de tira-los de la' nao votando mais neles.

Eu sei que e' repetir a mesma tecla mas e' a verdade.

Os novos que escolhermos podem modificar qualquer decisao errada ou injustamente tomada. 

Depende de nossa capacidade de decidirmos o que e' melhor para o Brasil.

Nao adianta chorar o leite derramado.O negocio certo e' nao derrubar o leite.

...É o reflexo real do mercado sucateado e esquecido pelo Estado.

Gera  mais empregos diretos e indiretos do que muitos outros segmentos que possuem "proteção" governamental...

O caso extremo não é isolado, a situação  é de total falta de apoio e comprometimento com os poucos empresários deste setor que ainda insistem em ter funcionários internos e regulares .

O ministério público se empenha em executar as leis, as penas, mas ninguém se importa como temos conseguido cumprir todos os compromissos com inúmeras famílias dependentes deste ramo de atividade,em meio à esta avalanche de produtos importados legais e informais que dominam o mercado, onde as empresas que tem funcionários registrados é considerado "cara demais"....Quando fecham negócios é "apenas o diferenciado e em pequena quantidade"....

As marcas e os grandes magazines tem feito todas as exigências para se resguardarem de problemas burocráticos , pedem certificado ABVTEX etc, mas não garantem produtividade constante, e nem praticam os custos necessários para "fechar a conta"do final do mes..Temos apenas que ser competitivos, vendendo pouco e a custo "de China"...

Conforme alguém já comentou,quem é que vai assumir os desempregados ou os empregos que deixaram de ser gerados? 

Os consumidores finais ou pequeno atacado financiam todo o mercado informal comprando em São Paulo por exemplo na feirinha da madrugada peças abaixo do preço mínimo de custo...

Moda é glamour , mídia , mas está a deriva...

Todos os Orgaos publicos tem um chefe.

Se este chefe for bom e realmente comprometido com o Brasil as coisas mudam e para melhor como um todo e para todos.

Caso contrario as indignacoes e criticas que aqui lemos,continuarao pelos proximos anos. 

E' a vida...ninguem planta abobora esperando colher melancia...

Se daqui a 1,50 anos lermos as mesmas coisas tudo que se disse aqui nao passou de chuva de verao...ou seja sem verdadeirao sentimento...somente retoria da moda...da ocasiao...da Copa...da Jornada...da "crise" do dolar...da briga contra os medicos de fora para aonde os daqui nao querem ou nao sabem trabalhar...

Gente!!! vamos aproveitar a democracia e divulgare a boa nova que poderemos conquistar em 2014...nos campos...nas ruas...fabricas...construcoes...escolas...em todos os lugares...nos lares...

Boa tarde,mais como ja disse antes sou mecanico de maquinas de costuras industriais e eletronicas e bordados amais de 25 anos viajando e vendedo  para uma empresa de SP,ja trabalhei na singer em campinas,para Lear corporation em Betim Minas e outras que não vou sitar,pergunta se e tão bom porque não ficou em nenhuma delas?Muito simples eles so querem que voçe aumente a produção indicando qual o maquinario correto como fazer para produzir mais como conseguir mão de obra depois voçe fica caro entedeu?E é por isso que quem manda é so os grandes,prefeita tem 4 firmas,dono de empresa de onibus grande fabrica,politicos cem enteder nada coloca parentes como dono de empresa .Depois passa  para a facçoes no qual paga miseria ai a facção fecha pergunta alguma prefeitura se ajuda mais ja vi prefeito dando o ginasio de esporte da população que orgão puplico para levar vantagem ate o galpão ficar pronto pela prefeitura e ele so levando vantagem.Voçes que são facçoes isto não e hora de mudar?Hoje trabalho em casa mais tenho vontade de voltar para esse ramo disigual sou aposetado mesmo so quero ajudar ,meu tel 31-9882 2090 ou email rubenstdematos@hotmail.com  pense voçes pequenos em partes fabricam quem ganha e quem tem posse ok

Infelizmente não há como mudar, os próprios partidos são quadrilhas formadas, funciona de pai pra filho, é assim que se formam os partidos, é mais fácil existir um partido político chamado PCC, do que nós formarmos um partido leal e justo, o que chamaríamos de sociedade é o caos está se criando, voto não muda se não muda os partidos.

Luiz Eduardo Mello disse:

Todo Pais civilizado muda pelo VOTO.

Qualquer partido politico que esta' no poder foi pela maioria dos votos que conseguiu isso.

Se obtiveram esses avais e' porque o Povo quiz que fosse assim.

Caso forem bons se reelegem se ruins temos a chance de tira-los de la' nao votando mais neles.

Eu sei que e' repetir a mesma tecla mas e' a verdade.

Os novos que escolhermos podem modificar qualquer decisao errada ou injustamente tomada. 

Depende de nossa capacidade de decidirmos o que e' melhor para o Brasil.

Nao adianta chorar o leite derramado.O negocio certo e' nao derrubar o leite.

O sindicato ou os funcionarios, por iniciativa propria, podem tocar a fabrica no sistema de cooperativa. Conversem com clientes e fornecedores e vão em frente. Sorte a todos.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço