Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Empresário Lucra Com Fabricação de Tecido com Protetor Solar Para Roupas

Produto bloqueia os raios que podem causar manchas e até câncer.
O fator de proteção solar, o FPS, chega a 50.

Empresários investem na produção de roupas que protegem contra o sol. Com a conscientização dos consumidores, a novidade virou moda. Em Diadema, na região do ABC Paulista, uma pequena empresa produz peças e acessórios com proteção solar e cresce 30% ao ano.

Hoje, o protetor solar se tornou obrigatório para quem fica exposto ao sol. O produto bloqueia os raios UVA e UVB, que podem causar manchas e até câncer na pele.

Agora, a preocupação é proteger a parte do corpo que fica embaixo da roupa e evitar que ela seja atingida. As dicas são usar cores escuras e tecidos com trama mais grossa. “Se você olha para a roupa, deixa passar claridade, ela está passando luz solar e é cancerígena. Então eu recomendo uma roupa com proteção”, afirma Valéria Campos, médica dermatologista.

O empresário João Callas fabrica roupas com tecido que protege contra o sol. Camisas, camisetas, calças, bermudas, shorts e bonés. Ele entrou no mercado por uma questão de sobrevivência. Durante 30 anos, produziu tecidos para confecções tradicionais. Mas aí veio a concorrência dos produtos chineses.

“Os tecidos que vinham do Oriente começaram a despencar o preço do mercado interno, dos produtos brasileiros, e a gente começou a ficar totalmente fora de possibilidade de concorrência”, diz.

A volta por cima veio em 2007, com um novo segmento: as roupas com protetor solar. O empresário estudou o mercado com cuidado. Ele desenvolveu roupas para quem anda no sol, feitas com um tecido especial.

No tecido, com fio de poliamida, cada fio é composto de dezenas de microfios, muito pequenos. Parece uma teia de aranha. Feita com o fio finíssimo, a roupa fica leve, fácil de carregar e seca muito rápido. O desafio é fazer com que o tecido proteja do sol. A solução está em um líquido, o dióxido de titâneo. É um produto químico denso que, aplicado na roupa, bloqueia os raios solares UVA e UVB que são muito nocivos à saúde.

O líquido protetor é colocado em uma máquina, junto com a roupa. O equipamento gira e esquenta o tecido umedecido por 15 minutos. Depois, o tecido absorve o protetor e dura de 40 a 50 lavagens.

O empresário investiu R$ 200 mil na fábrica. Comprou matéria-prima e máquinas para aplicação do protetor. A fabricação das roupas é terceirizada.

Em uma máquina, o produto é posto à prova. “É uma caixa de testes com uma lâmpada UV que simula os raios do sol”, diz Callas.

Primeiro, ele coloca um tecido comum na caixa. Os raios ultrapassam o pano. No tecido com o líquido protetor, a luz fica bloqueada. O fator de proteção solar (FPS) chega a 50.

E para atrair adeptos a caminhadas na natureza, a fábrica agrega valor ao produto. A meia, por exemplo, tem repelente contra inseto. O boné, uma espécie de bolso. E o short recebeu um potente impermeabilizante.

Há uma dica para quem quiser entrar no lucrativo mercado, o investimento é de R$ 50 mil. Uma pequena confecção compra tecido pronto com proteção solar e já começou a trabalhar.

As roupas com protetor são vendidas para 200 lojas em todo o país. O produto está nas gôndolas desde 2007. E a procura só cresce. “As pessoas vêm se preocupando cada vez mais com a proteção da pele. No último ano, nós tivemos um aumento de 30% na procura nesse produto”, diz Rodnei Mendonça, diretor do setor de esporte.

Fernando Martinelli e Antônio Alaor, por exemplo, compram a roupa para pescar. “Eu que tenho a pele branca, me ajuda bastante a se proteger”, diz Alaor. “O protetor não vence. É calor, você sua, o protetor acaba saindo. Então, a camisa protege. É importante’, sugere Martinelli.

No Brasil ocorrem mais de 60 mil casos de câncer de pele por ano. Evitar o excesso de sol é a melhor maneira de prevenir a doença. Gabriel Turrini e Fábio Freire, por exemplo, adoram caminhar no sol. Usam bermuda, camisa e boné. Todos com proteção solar. “Quando está um sol muito forte sinto que ela protege minha pele e ela é bem confortável”, diz Turrini.

A empresa de João Callas vende 1.800 peças por mês. É um mercado novo, mas promissor. Comparado com outros países, a tendência é ir muito além. “Sem dúvida. Na Austrália, por exemplo, é muito importante, na Itália é muito grande, nos Estados Unidos também. No Brasil, o segmento já é importante”, opina.

Fonte:|http://g1.globo.com/economia/pme/noticia/2012/03/empresario-lucra-c...

Exibições: 2294

Responder esta

Respostas a este tópico

Imperjet...Somos uma empresa de acabamentos em tecidos, e temos os diversos produtos que agregam valor aos mesmos como proteção UV, repelencia a líquidos, anti mosquito, anti ácaros, antibacteriano, antichamas, e vários outros...

Nosso contato: (011) 2431-0454, 2433-1443, 2433-5056 com Marcos Rizzi ou Moisés Basque...

Tecelagem Panamericana - Somos uma empresa nacional fabricante de tecidos tecnológicos para linha corporativa e hospitalar.

Temos tecidos com Fator de Proteção UVA/UVB 50+ com função permanente aplicáveis para vestuários, com excelente aspecto visual, toque macio, durabilidade, além do importante benefício do fator de proteção ultravioleta com função permanente. Essa tecnologia é intrinseca na estrutura do fio.

Produtos Nacionais com Garantia de Qualidade e Procedência.

Contato: Tecelagem Panamericana (19) 3464-7007 / contato@tecelagempanamericana.com.br

Ola ,confecciono camisetas e gostaria de mais informações sobre fornecedores de malhas ou tecidos com proteção solar.

Grata

Ola Antonio.

Pode me enviar informaçoes sobre esse processo?
Ha possibilidade de aplicar esse processo em malha de algodão ou polyester?
Antonio Moisés Salgueiro Basque disse:

Imperjet...Somos uma empresa de acabamentos em tecidos, e temos os diversos produtos que agregam valor aos mesmos como proteção UV, repelencia a líquidos, anti mosquito, anti ácaros, antibacteriano, antichamas, e vários outros...

Nosso contato: (011) 2431-0454, 2433-1443, 2433-5056 com Marcos Rizzi ou Moisés Basque...

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço