Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Escola de beneficiamento de algodão é inaugurada em Rondonópolis pela Ampa

Cerca de 240 pessoas participaram do VI Workshop da Qualidade do Algodão, realizado pela Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) por meio do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Regional Sul, em Rondonópolis (210 km de Cuiabá). O evento, que reuniu representantes de diversos elos da cadeia produtiva do algodão, marcou a inauguração da Escola de Beneficiamento do Algodão (a única do gênero da América Latina) e a assinatura de um termo de cooperação com a Case IH para a capacitação e treinamento da mão de obra utilizada no setor.

Assessoria

escola_de_beneficiamento algod�o ampa

Escola de Beneficiamento do Algodão inaugurada nesta 4ª em Rondonópolis é a única do gênero da América Latina

"Não usamos toda a tecnologia que a indústria nos oferece por falta de trabalhadores qualificados. Hoje é um dia histórico: conseguimos reunir produtores de várias regiões de Mato Grosso, representantes da indústria de diversos estados brasileiros e de agentes que atuam na comercialização da fibra para debater qualidade do algodão e o futuro da cotonicultura", afirmou Alexandre Schenkel, presidente da Ampa e do IMAmt.

Junto com Mirco Romagnoli, vice-presidente da Case IH, Schenkel assinou o Termo de Cooperação e, em seguida, ambos descerraram a placa de inauguração da Escola de Beneficiamento ao lado de Milton Garbugio, vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) e Alexandre De Marco, presidente do Núcleo Regional Sul da Ampa. 

A solenidade de descerramento, que também reuniu José Altino Comper, presidente do Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau (Sintex), Alvaro Salles, diretor executivo do IMAmt, e o ex-governador de Mato Grosso, Rogério Salles, encerrou o Workshop da Qualidade do Algodão, que teve um formato diferente em sua sexta edição anual.

Pela primeira vez, o evento foi realizado fora da Capital, encerrando a Jornada da Qualidade, que levou dirigentes e representantes de 30 empresas convidadas - dos setores de agronegócio, da indústria têxtil e de energia, de Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Pernambuco, Sergipe, Ceará e Bahia - e corretores de algodão a visitarem uma lavoura de algodão, usina de beneficiamento, um laboratório de classificação de fibra e uma indústria de fiação nas regiões de Chapada dos Guimarães, Campo Verde e Primavera do Leste na terça (4).

Vou castigar novas variedades de algodão para ver como elas se comportam no momento do beneficiamento de modo a fazer recomendações aos produtores, visando contribuir para reduzir o índice de fibras curtas

Jean Louis Belot

"Este é o Brasil que está dando certo. A Jornada da Qualidade e esse Workshop são uma grande oportunidade para que nos aproximemos mais dos produtores e para que um conheça melhor as dores do outro", comentou José Altino Comper, presidente do Sintex. A esse grupo maior se juntou a comitiva formada por produtores dos municípios de Lucas do Rio Verde, Tapurah e Sorriso (Núcleo Regional Norte), que atendeu ao convite da Ampa e do IMAmt para percorrer os núcleos regionais Centro, Centro Leste e Sul e participar do VI Workshop da Qualidade do Algodão.

"Achei a experiência fantástica. É muito bom ter essa abertura, essa troca de experiência para sabermos onde podemos melhorar para produzirmos com qualidade", afirmou Luimar Gemi, presidente do Sindicato Rural de Sorriso, que retomou o cultivo do algodoeiro na safra 2017/18 depois de 16 anos dedicando-se apenas a outras culturas. Gemi contou que não tinha conhecimento anterior sobre a classificação de fibra e se mostrou especialmente impressionado com a possibilidade de treinamento de seus colaboradores na Escola de Beneficiamento do Algodão.

Dotada de maquinário e tecnologia de ponta, a Escola de Beneficiamento conta com uma miniusina fabricada pela Lummus, referência mundial no setor. "Vou castigar novas variedades de algodão para ver como elas se comportam no momento do beneficiamento de modo a fazer recomendações aos produtores, visando contribuir para reduzir o índice de fibras curtas", disse o pesquisador Jean Louis Belot, melhorista do IMAmt e coordenador dos programas de Qualidade do Algodão e de Melhoramento Genético, chamando atenção para as vantagens de contar com uma usina com várias possibilidades de configuração e onde é possível visualizar o fluxo do algodão à medida em que a pluma vai sendo separada do caroço.

A Escola de Beneficiamento foi criada com o objetivo de contribuir para a formação e qualificação da mão de obra utilizada nas algodoeiras e também para a realização de trabalhos de pesquisa e experimentos, com a finalidade de propor melhorias e recomendações de procedimentos para aumento da produtividade do beneficiamento, sempre com foco na qualidade.

Todas essas características foram apresentadas aos participantes do workshop por Rodrigo Sperotto do IMAm, Washington Pereira, coordenador de Desenvolvimento de Produtos da Ultragaz e Giancarlo Goldoni, da Cotimes do Brasil, empresas que se uniram para desenvolver um sistema inovador de gestão de umidade, já utilizando a estrutura da nova escola.  O controle da umidade é um dos pontos cruciais para preservar a qualidade ideal da pluma ao longo do processo.

Os participantes do VI Workshop da Qualidade do Algodão receberam um exemplar do "Manual da Qualidade da Fibra da Ampa", lançado este ano. Ao longo da Jornada da Qualidade de Algodão, realizada na terça-feira com visitas a lavouras do Grupo Bom Futuro, à usina de beneficiamento da Cooperbem, à indústria de fiação da Cooperfibra e ao Laboratório de Classificação Tecnológica da Unicotton, e do Workshop da Qualidade, outros produtores e diretores da Ampa se uniram ao grupo de visitantes como Alessandro Polato, Sérgio De Marco, Cleto Webler e Geraldo Vígolo. (Com Assessoria)

http://www.rdnews.com.br/economia-e-agronegocio/conteudos/104892

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 407

Responder esta

Respostas a este tópico

Sinto muito orgulho em ter sido a idealizadora dessa Escola. Durante a realização da Expo_sul, em julho de 1999, em Rondonópolis, em reunião com o prefeito, administradores, produtores e técnicos, expliquei que o segmento não atendido na área da formação e capacitação era o Beneficiamento da fibra. Sendo prontamente acolhida a proposta. O SENAI-MT se uniu ao SENAI/CETIQT para planejamento e implantação. Fizemos visita à fabricante de máquinas Piratiniga, no Brasil, e estágio nos laboratórios da Texas Tech, em Lubbock, bem como visita à fabricante de Máquinas Continental em busca de informações e parcerias.  Na Reunião da Alida, no Paraguai foi apresentado o projeto. Foi realizado levantamento técnico em várias algodoeiras no estado do Mato Grosso. Parabenizo aos realizadores por terem levado adiante o projeto e, mesmo com todas as dificultados, terem concretizado o mesmo!

 

 Parabéns  professora Isaura Lopes.

Isaura Lopes Ferreira disse:

Sinto muito orgulho em ter sido a idealizadora dessa Escola. Durante a realização da Expo_sul, em julho de 1999, em Rondonópolis, em reunião com o prefeito, administradores, produtores e técnicos, expliquei que o segmento não atendido na área da formação e capacitação era o Beneficiamento da fibra. Sendo prontamente acolhida a proposta. O SENAI-MT se uniu ao SENAI/CETIQT para planejamento e implantação. Fizemos visita à fabricante de máquinas Piratiniga, no Brasil, e estágio nos laboratórios da Texas Tech, em Lubbock, bem como visita à fabricante de Máquinas Continental em busca de informações e parcerias.  Na Reunião da Alida, no Paraguai foi apresentado o projeto. Foi realizado levantamento técnico em várias algodoeiras no estado do Mato Grosso. Parabenizo aos realizadores por terem levado adiante o projeto e, mesmo com todas as dificultados, terem concretizado o mesmo!

 

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço