Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Elaine Stone é autora do livro The Dynamics of Fashion da editora americana Fairchild Book. A autora afirma que há variações nos estágios de produção do vestuário das empresas de moda. Por isso, organizou um processo com fases simplificadas que cobrem as necessidades de qualquer confecção, seja grande ou pequena. A única diferença neste caso, é o número de pessoas envolvidas e como elas se comunicam.

Os estágios de produção do vestuário sugerido por Stone são seis:

1º estágio - Planejamento de Coleção

É o início do processo e envolve o designer ou a equipe de desenvolvimento, encarregados de criar a coleção ou linha de produtos. As principais atividades desta etapa consistem na pesquisa sobre tendências, tecidos, cores e outros materiais; e o desenvolvimento de painéis de tendências que nortearão os designers durante a criação da coleção.

2º estágio - Criação da Coleção

Nesta etapa, trabalha-se a coleção considerando três pontos principais: a importância da peça individualmente, a sua importância para a coleção, e o custo da peça – que também determina se ela continua ou não na coleção.

3º estágio - Desenvolvimento dos Modelos 

É onde são produzidas as peças-piloto. Os protótipos são apresentados aos gerentes da empresa para a análise e, nesta etapa, avalia-se a viabilidade produtiva da peça, ou seja, se é viável para entrar em produção. As peças aprovadas, recebem um número, um lacre e estão oficialmente na coleção.

No terceiro estágio é feito o desenvolvimento da modelagem para a peça piloto/ Reprodução




4º estágio - Planejamento de Produção

Neste momento é determinado onde e quando os componentes do vestuário serão comprados, cortados e costurados. Decide-se sobre o que será produzido internamente, terceirizado ou importado. Através deste planejamento é possível levantar os custos e o investimento necessário para a produção da coleção.

5º estágio – Produção

Neste Estágios de produção do vestuário, são concentradas as atividades como a graduação, o corte, a preparação, o beneficiamento e a confecção do produto. É importante destacar a importância da precisão no enfesto dos tecidos e do corte. Em seguida o vestuário é embalado e recebe as etiquetas de preço, códigos de barras etc.

6º estágio – Distribuição

Os produtos são divididos em remessas ou lotes e enviados, dependendo da empresa, para lojas próprias, varejistas, exportadas, entre outras. Como consequência das vendas e aumento da demanda, alguns pedidos são refeitos e o processo recomeça a partir do quarto estágio.



Por Samira Troncoso
Designer de Moda e Professora na Feevale/ Novo Hamburgo (RS)

Fonte
STONE, E. The Dynamics of Fashion. New York: Fairchild Books, 2008

Exibições: 483

Responder esta

Respostas a este tópico

A reportagem é muito boa, ao mostrar os caminhos de um lançamento. Só reforço uma questão, a peça fundamental para que isso tudo aconteça esta nas mãos de um bom modelista. E nas ultimas pesquisa que fiz, este profissional esta escasso, o mercado não esta muito satisfeito com os novos profissionais formados, eles estão aquem do esperado. Precisamos rever a didática aplicada atualmente, precisamos de um repensar em como fazer modelagem.

Ats.

Rosangela

 

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço