Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

Estilista brasileira faz críticas a Bolsonaro durante desfile em Berlim

Durante apresentação no Berlim Fashion Week, as modelos da marca de Aline Celi carregaram cartazes com frases polêmicas de Bolsonaro.

Fotos: Rafael Poschmann/Divulgação/Aline Celi

A estilista brasileira Aline Celi, fundadora da marca que leva seu nome, com sede na capital da Alemanha, aproveitou a realização do Berlim Fashion Week para se manifestar contra as posições e ideias de Jair Bolsonaro, de acordo com informações de Ilca Maria Estevão, do Metrópoles.

Aline declarou que resolveu aproveitar o espaço para reforçar valores que defende. “Moda é arte, e arte é uma forma de expressão que pode ajudar a levar mensagens de diversas maneiras, principalmente ao nosso público-alvo, mulheres entre 30 a 60 anos”, disse.

Durante o desfile, as modelos de sua marca carregaram cartazes com frases polêmicas de Bolsonaro, como “o erro da ditadura foi torturar e não matar” e “ela não merece ser estuprada porque é muito feia”.

Outra frase levada para a passarela foi: “Meninos usam azul e meninas usam rosa”. O comentário foi feito pela ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

A estilista brasileira Aline Celi: “Não admitimos o preconceito e nenhum tipo de violência”

O objetivo da manifestação, segundo Aline, foi propagar respeito e empatia. “Não admitimos o preconceito e nenhum tipo de violência e, muito menos, o desrespeito com nós, mulheres, que acontece todos os dias e de diversas formas no Brasil, na Alemanha, e em todo o mundo. Acreditamos em um mundo melhor sem discriminação, com igualdade e harmonia para todos”, acrescentou a estilista.

https://www.revistaforum.com.br/estilista-brasileira-faz-criticas-a...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 566

Responder esta

Respostas a este tópico

Marlon, sim, quase perfeito, se o seu foco não fosse somente neste ponto, dentro um sistema em todo planeta falido.  e com ela uma grande transformação em todo Planeta Terra. os EUA....  falido como está a décadas, estão mais perdidos do que todos nós, Drogas, Guerras e Bolsa da Valores, Sistema imobiliário neste capitalismos selvagem, onde a direita ama, e nem socialismo infernal onde a esquerda ama, todos nós, estamos juntos e misturados  rumo  a nossa própria destruição.. o mais legal, cada um de nós defendendo seus erros, e cada um de nós se achando certo.. e no final todos morrem em seus erros dos quais viveu a vida inteira..  então amigo  a produção de droga e armas são apenas para pouco ganhar e exploram....  mas, não adianta no Brasil somos nós a resposta, e o Bolsonaro querendo ou não teve uma visão da qual ele viu que tudo estava errado mesmo ele também vivendo no erro.  ai volto ao que falou de AIRTON SENA, esta frase pode encontrar algo dela até na bíblia dos ditos Cristão com seu falso cristianismo....  agora toda nação precisa de um comando, o duro é saber qual seria o melhor para cada uma delas neste mar de lama no planeta terra..  por isso, desde que a Lavajato começou algo novo começou e com ela e Jair Bolsonaro neste momento, eu vou, e acho que o povo Brasileiro deveria ir...e  cada um parar de pensar somente no seu próprio umbigo.... porque a ferida esta em todos e doe muito...... bom dia.,... abraços...2012.0007     VERDADE vem ai para todos....

Marlon Walter de Oliveira disse:

O Ayrton Senna tinha razão: "Cada povo tem o governante que merece". Percebo que existem "idiotas úteis" de ambos os lados, que não são exclusividade da esquerda. Aqui vai - com todo respeito às opiniões "bem fundamentadas" aqui expressas - o mínimo que se tem que ler para se ter uma ideia real e clara de quem somos e que momento estamos vivendo: 1°) Brasil - Colônia de Banqueiros/1936 - Gustavo Barroso; 2°) O Fracasso da Modernização / 2009 - Robert Kurz; 3°) Com Todo Vapor ao Colapso / 2009 - Robert Kurz; 4°) O Fim da Política / 2010 - Robert Kurz; 5°) Navegar no site "Auditoria Cidadã da Dívida" (Lá tem o verdadeiro retrato do Brasil de hoje e seu histórico, tudo muito bem fundamentado); 6°) O Comércio de Drogas Hoje... E tem muito mais!

Só para vocês terem uma ideia: combater a violência no Brasil significa enfrentar o tráfico de drogas, certo? Pois bem; só com a venda de componentes químicos para as drogas a economia americana recebe em torno de 240 bilhões de dólares!!!  (leiam o trabalho do historiador Oswaldo Coggiola, da USP) E metade do dinheiro que circula na bolsa de Mercadorias de Nova York tem origem no narcotráfico.  Os grandes bancos mundiais recebem vultosos investimentos advindos desse mercado, e o capital financeiro internacional fica com a parte do leão desse mercado que já não pode ser considerado "underground. Junto com o tráfico de armas, o trafico de drogas são dois mercados que tem a atenção e proteção norte americana. Por isso os EUA intervieram via DEA nas operações do narcotráfico na América Latina, visando proteger seus narco produtores. Nessa operação, os EUA destruíram os cartéis existentes em benefício das FARC, onde houve até um encontro do presidente da Bolsa de Mercadorias de Nova York, em plena selva, com o comandante Reyes, para assegurar que os recursos fluíssem para NY. Ai eu te pergunto: Como é que que Bolsonaro (ou qualquer outro) terá condições de enfrentar essa situação...? Acabar com a violência é uma falácia!!! Isso sem falar no mercado das seguradoras. Então, crianças, deixem essa polarização idiota entre Bolsonaro x Petistas ou Esquerda x Direita de lado e ACORDEM! Prestem atenção no que realmente acontece, checando fontes e autenticidade das informações.  É só assim que poderemos transformar para melhor (ou tentar) nosso país.                                                                                                       

Se, como muitos acreditam, políticas, práticas e leis coerentes e justas , permitirem que esse governo, decididamente sério e bem intencionado, consiga alcançar um nível de desemprego aceitável, de uma sociedade em pleno desenvolvimento, da forte redução da pobreza, aliados a tudo de positivo, que acompanha uma economia pujante e saudável, onde essas críticas se encaixarão?

Ou sumirão gradativamente, á medida que mudanção bem sucedidas, forem acontecendo.

Até dezembro, já teremos uma idéia mais clara. Estou torcendo e, trabalhando para isso.

Confirmando, o que foi dito.
Há forum para tudo, inclusive para denegrir seu país, em detrimento de quem trabalha sério; aparentemente apoiando quem nos propiciou a maior recessão de nossa história, lançando dezenas de milhões no desemprego e na miséria.

Por isso disse INSENSÍVEIS. Lacrando de bacaninhas, livre expressão e, danem-se os desafortunados.

Pedro Galacci disse:

Muito bacana! Moda é isso aí! Deve dialogar, criticar e expor e jamais se calar. O que acho engraçado da exposição e da reação por aqui são as pessoas dizendo que devem ser "belas de bico fechado" hahahaha e falando que calada a estilista seria uma poeta sendo que né... só usou frases de autoria do senhor Bolsonaro, nesse caso, acredito que a pessoa que, parafraseando Romário, "Calado seria um poeta" com certeza seria o senhor presidente e não a estilista.

Viva a liberdade de expressão, ainda mais com coragem numa exposição internacional.

Aos defensores cegos e ofensivos, já se tornaram o que mais combateram uma espécie de PTistas fervorosos do Bolsonaro.

Hahahaha seguimos!

KKKKKKK fora do contexto?

 

"Erro da ditadura foi torturar e não matar", "Eu sou a favor da tortura e tu sabe disso", "Quem procura osso é cachorro", "Só vai mudar no dia que partirmos para uma guerra civil e matar 30 mil". Essas frases precisam de um contexto?

Meu amigo... você calado é um poeta, gado demais!

Quem impõe erro a alguém, tá doido?

Nelson Ferreira da Costa disse:

sim, Pedro.... calada mesmo seria uma poeta......  como muitos fazem...  usando frases isoladas.. sem entender todo contexto da opera.... por isso, não somente ela neste caso.. mas muitos,  Jair Bolsonaro tem fala complicadas, tem, mas não estão elas fora da realidade humana e que vivemos.. neste mundo, onde muito querem impor erros..  ele não é o dono da verdade, mas dentro do processo politico do qual ele está, fizeram dele um demônio, e o caso não é assim.. por isso vou repetir..... quem usa as frases fora do contexto real... CALADA SERIA MESMO UMA POETA... 2012.0007

Pedro Galacci disse:

Muito bacana! Moda é isso aí! Deve dialogar, criticar e expor e jamais se calar. O que acho engraçado da exposição e da reação por aqui são as pessoas dizendo que devem ser "belas de bico fechado" hahahaha e falando que calada a estilista seria uma poeta sendo que né... só usou frases de autoria do senhor Bolsonaro, nesse caso, acredito que a pessoa que, parafraseando Romário, "Calado seria um poeta" com certeza seria o senhor presidente e não a estilista.

Viva a liberdade de expressão, ainda mais com coragem numa exposição internacional.

Aos defensores cegos e ofensivos, já se tornaram o que mais combateram uma espécie de PTistas fervorosos do Bolsonaro.

Hahahaha seguimos!

Onde o seu trabalho é mais sério que o da estilista.

Ai te pergunto, meu amigo, onde ser contra o Sr. Presidente é apoiar o PT.

Melhor se informar melhor!

Não apoiar o governo é que dane-se os desafortunados.

Vocês deveriam pensar melhor antes de idolatrar o governo que perdoa dívidas bilionárias de empresas. Isso sim é cagar pro problema fiscal do país.

Jorge Medeiros disse:

Confirmando, o que foi dito.
Há forum para tudo, inclusive para denegrir seu país, em detrimento de quem trabalha sério; aparentemente apoiando quem nos propiciou a maior recessão de nossa história, lançando dezenas de milhões no desemprego e na miséria.

Por isso disse INSENSÍVEIS. Lacrando de bacaninhas, livre expressão e, danem-se os desafortunados.

Pedro Galacci disse:

Muito bacana! Moda é isso aí! Deve dialogar, criticar e expor e jamais se calar. O que acho engraçado da exposição e da reação por aqui são as pessoas dizendo que devem ser "belas de bico fechado" hahahaha e falando que calada a estilista seria uma poeta sendo que né... só usou frases de autoria do senhor Bolsonaro, nesse caso, acredito que a pessoa que, parafraseando Romário, "Calado seria um poeta" com certeza seria o senhor presidente e não a estilista.

Viva a liberdade de expressão, ainda mais com coragem numa exposição internacional.

Aos defensores cegos e ofensivos, já se tornaram o que mais combateram uma espécie de PTistas fervorosos do Bolsonaro.

Hahahaha seguimos!

O maior problema do Brasil hoje chama-se "Dívida Pública". Ela sofre uma administração fraudulenta do BC, com a conivência do Congresso. Ela consome entre 30% a 40% do orçamento da União. As SWAP cambiais, que só em 2017 surrupiaram dos cofres públicos a bagatela de 179 bilhões (4 vezes o Petrolão e muitas vezes o Mensalão) é uma atividade que beira a criminalidade, fere o artigo 167 - inciso III da constituição e já tem uma representação no TCU contra ela (n° 012.015.2003) informando da ilegalidade desta operação, que, entretanto, o Banco Central continua a implementar. Outro problema grave são as "Remunerações de Caixa dos Bancos. As altas taxas de juros cobradas pelos bancos inviabilizam os financiamentos de investimentos geradores de emprego e renda e inibem o empreendedorismo. Dessa forma um alto volume de dinheiro deixa de ser emprestado e sobra no caixa dos bancos. Não emprestando esse alto volume de moeda parada em seus cofres, obviamente os bancos teriam prejuízo. Mas isso não acontece. Porque? Por que o Banco Central recolhe toda a sobra de caixa e entrega títulos da dívida pública a juros altíssimos (crime!). Na medida em que os bancos detêm os títulos, passam a ter o direito de receber remuneração por isso. Essa montanha de dinheiro, que corresponde anualmente a 20% do PIB fica esterilizada no Banco Central, amarra a economia do país, gera dívida pública “sem contrapartida” e gera despesa diária com a remuneração dos bancos. De 2014 a 2017 essa remuneração consumiu 449 bilhões. (agora soma com os 179 bilhões das Swap). O resultado é escassez de recursos financeiros à disposição e pressão maior ainda para elevação das taxas de juros. E não existe fundamento legal nem econômico para justificar essa distorção, uma vez que as Operações Compromissadas já existem para o controle da inflação.

Como essa operação caracteriza-se como ilegal, o Banco Central ao invés de corrigir essa distorção está tentando legaliza-la via projeto de lei enviado ao Congresso (PL 9.248/2017), que criaria o “Depósito Voluntário Remunerado”.

Se este mecanismo ilegal que gera dívida pública não for enfrentado e corrigido, não adianta privatizar as estatais por que a dívida não parará de crescer. Isso sem falar das "Operações Compromissadas" do BC. O que vem a ser? O Banco Central estabelece uma base monetária muito baixa no Brasil (moeda em circulação). Qualquer volume de moeda que entra no país vindos do exterior, é retirado de circulação para manter a base monetária baixa e “evitar inflação”. Então o BC recolhe essa moeda, ordena ao tesouro emitir títulos de dívida pública em substituição ao volume recolhido e entrega esses títulos para os bancos. Do total da dívida pública, esse tipo de operação representa praticamente um terço! (Próximo de 1 trilhão).

Se pegarmos os 16 anos de assalto aos cofres públicos do PT a quantia, segundo a própria PF, somaria 42 bilhões. Fontes mais exacerbadas calculam em 86 milhões... Ora, o que eu mencionei lá em cima e que envolve a dívida pública ultrapassa 1,5 trilhão... Pra se ter uma ideia, em 2015 pagávamos uma média de 2 bilhões por dia (Eu disse "POR DIA") de juros da dívida...(mais de 15 mensalões por dia!) No entanto, as TV's só falavam do mensalão... Por quê??? Outro fato grave: os contratos de dívida realizados via Nova York prevem a prescrição dessas dívidas. Elas podem ter prescrito em 1992. E existem fortes indícios de que as autoridades brasileiras "renunciaram" a essa prescrição, o que caracterizaria a dívida como absolutamente fraudulenta, mas ela consome "montanhas" de dinheiro, do que a corrupção do PT/PMDB não passa de cafezinho pequeno...Não! Não estou defendendo o PT, tanto que em 2006 eu criei uma marca de camisetas chamada "Ladrões de Brasília" e registrei, para protestar contra a roubalheira dos políticos, em pleno governo Lula! Isso quando a aceitação dele era mais de 80%... A questão é que o quadro de polarização Bolsonaro x Petistas (PT não existiria sem o PMDB) e a extensa cobertura da mídia, insistindo nisso e na corrupção para "fazer a cabeça das massas" são cortina de fumaça para não olharmos a verdadeira questão que corrói completamente a nação: a administração fraudulenta da dívida pública. A acumulação capitalista se encerrou na década de 80, mas as elites financeiras globais acharam no mecanismo das dívidas públicas dos países uma saída para continuar uma insana acumulação, a qualquer custo. Outra informação: por conta dos papéis "derivativos" dos bancos internacionais, as commodities geradas pelas supersafras de grãos só servem para esse fim: serem usadas para pagamento de dívidas! Olhem os programas de governo dos candidatos e verão que apenas um candidato se dispunha a enfrentar essa situação, atacando três fatores: a dívida pública em si,  o desenvolvimento de ferrovias no interior do país (que atacaria as commodities) e a redução ou extinção do fôro privilegiado dos políticos... Mas, como disse Ayrton Senna, elegemos aquele que nós merecíamos. Caso respondam, peço por favor citarem as fontes: textos, leis, n° de ações protocoladas,etc. Senão teremos uma discussão vazia, baseada em "achismos".

Bom, para não se ter achismo, o único caminho saudavel para corrigir tudo isso que falou, seria em primeiro e único lugar... DESTRUIR A MAIOR CORRUPTA DO BRASIL:: NOSSA CONSTITUIÇÃO, E com esta destruição.. FECHAR O CONGRESSO NACIONAL, lá, nada serve para o BRASIL que precisamos, culpar quem.. todos nós.  todos. alguém diz... frases do BOLSONARO... o tempo todo, e cada um tem sua versão.... TODOS AQUELES QUE FORAM PERSEGUIDOS, NA DITA DITADURA, E quem não morreu, RECEBEU ANISTIA DOS DITO DITADORES, e todos eles voltaram, foram para a POLITICA  e todos eles, são os Ladrões de nossa Nação..  acho que a frase de muitos criticam do BOLSONARO, não estaria tão errada assim como dizem... não morreram.. mas viraram HEROIS NACIONAIS e hoje Ladrões da Republica... e ainda.. nos deu de presente a maldita CONSTITUIÇÃO CIDADÃ DE 1988... e assim.  amigo, não dá para colocar aqui .. fontes e informações.. seria um erro de minha parte..   ESTAMOS FALIDOS E FODIDOS.. dentro deste sistema infernal..... quem vai ter coragem para MUDAR TUDO ISSO NO BRASIL, E acaba com a sangria de nossos impostos.... QUEM?  2012.0007

Marlon Walter de Oliveira disse:

O maior problema do Brasil hoje chama-se "Dívida Pública". Ela sofre uma administração fraudulenta do BC, com a conivência do Congresso. Ela consome entre 30% a 40% do orçamento da União. As SWAP cambiais, que só em 2017 surrupiaram dos cofres públicos a bagatela de 179 bilhões (4 vezes o Petrolão e muitas vezes o Mensalão) é uma atividade que beira a criminalidade, fere o artigo 167 - inciso III da constituição e já tem uma representação no TCU contra ela (n° 012.015.2003) informando da ilegalidade desta operação, que, entretanto, o Banco Central continua a implementar. Outro problema grave são as "Remunerações de Caixa dos Bancos. As altas taxas de juros cobradas pelos bancos inviabilizam os financiamentos de investimentos geradores de emprego e renda e inibem o empreendedorismo. Dessa forma um alto volume de dinheiro deixa de ser emprestado e sobra no caixa dos bancos. Não emprestando esse alto volume de moeda parada em seus cofres, obviamente os bancos teriam prejuízo. Mas isso não acontece. Porque? Por que o Banco Central recolhe toda a sobra de caixa e entrega títulos da dívida pública a juros altíssimos (crime!). Na medida em que os bancos detêm os títulos, passam a ter o direito de receber remuneração por isso. Essa montanha de dinheiro, que corresponde anualmente a 20% do PIB fica esterilizada no Banco Central, amarra a economia do país, gera dívida pública “sem contrapartida” e gera despesa diária com a remuneração dos bancos. De 2014 a 2017 essa remuneração consumiu 449 bilhões. (agora soma com os 179 bilhões das Swap). O resultado é escassez de recursos financeiros à disposição e pressão maior ainda para elevação das taxas de juros. E não existe fundamento legal nem econômico para justificar essa distorção, uma vez que as Operações Compromissadas já existem para o controle da inflação.

Como essa operação caracteriza-se como ilegal, o Banco Central ao invés de corrigir essa distorção está tentando legaliza-la via projeto de lei enviado ao Congresso (PL 9.248/2017), que criaria o “Depósito Voluntário Remunerado”.

Se este mecanismo ilegal que gera dívida pública não for enfrentado e corrigido, não adianta privatizar as estatais por que a dívida não parará de crescer. Isso sem falar das "Operações Compromissadas" do BC. O que vem a ser? O Banco Central estabelece uma base monetária muito baixa no Brasil (moeda em circulação). Qualquer volume de moeda que entra no país vindos do exterior, é retirado de circulação para manter a base monetária baixa e “evitar inflação”. Então o BC recolhe essa moeda, ordena ao tesouro emitir títulos de dívida pública em substituição ao volume recolhido e entrega esses títulos para os bancos. Do total da dívida pública, esse tipo de operação representa praticamente um terço! (Próximo de 1 trilhão).

Se pegarmos os 16 anos de assalto aos cofres públicos do PT a quantia, segundo a própria PF, somaria 42 bilhões. Fontes mais exacerbadas calculam em 86 milhões... Ora, o que eu mencionei lá em cima e que envolve a dívida pública ultrapassa 1,5 trilhão... Pra se ter uma ideia, em 2015 pagávamos uma média de 2 bilhões por dia (Eu disse "POR DIA") de juros da dívida...(mais de 15 mensalões por dia!) No entanto, as TV's só falavam do mensalão... Por quê??? Outro fato grave: os contratos de dívida realizados via Nova York prevem a prescrição dessas dívidas. Elas podem ter prescrito em 1992. E existem fortes indícios de que as autoridades brasileiras "renunciaram" a essa prescrição, o que caracterizaria a dívida como absolutamente fraudulenta, mas ela consome "montanhas" de dinheiro, do que a corrupção do PT/PMDB não passa de cafezinho pequeno...Não! Não estou defendendo o PT, tanto que em 2006 eu criei uma marca de camisetas chamada "Ladrões de Brasília" e registrei, para protestar contra a roubalheira dos políticos, em pleno governo Lula! Isso quando a aceitação dele era mais de 80%... A questão é que o quadro de polarização Bolsonaro x Petistas (PT não existiria sem o PMDB) e a extensa cobertura da mídia, insistindo nisso e na corrupção para "fazer a cabeça das massas" são cortina de fumaça para não olharmos a verdadeira questão que corrói completamente a nação: a administração fraudulenta da dívida pública. A acumulação capitalista se encerrou na década de 80, mas as elites financeiras globais acharam no mecanismo das dívidas públicas dos países uma saída para continuar uma insana acumulação, a qualquer custo. Outra informação: por conta dos papéis "derivativos" dos bancos internacionais, as commodities geradas pelas supersafras de grãos só servem para esse fim: serem usadas para pagamento de dívidas! Olhem os programas de governo dos candidatos e verão que apenas um candidato se dispunha a enfrentar essa situação, atacando três fatores: a dívida pública em si,  o desenvolvimento de ferrovias no interior do país (que atacaria as commodities) e a redução ou extinção do fôro privilegiado dos políticos... Mas, como disse Ayrton Senna, elegemos aquele que nós merecíamos. Caso respondam, peço por favor citarem as fontes: textos, leis, n° de ações protocoladas,etc. Senão teremos uma discussão vazia, baseada em "achismos".

Vou me informar melhor.
Um abraço.

Pedro Galacci disse:

Onde o seu trabalho é mais sério que o da estilista.

Ai te pergunto, meu amigo, onde ser contra o Sr. Presidente é apoiar o PT.

Melhor se informar melhor!

Não apoiar o governo é que dane-se os desafortunados.

Vocês deveriam pensar melhor antes de idolatrar o governo que perdoa dívidas bilionárias de empresas. Isso sim é cagar pro problema fiscal do país.

Jorge Medeiros disse:

Confirmando, o que foi dito.
Há forum para tudo, inclusive para denegrir seu país, em detrimento de quem trabalha sério; aparentemente apoiando quem nos propiciou a maior recessão de nossa história, lançando dezenas de milhões no desemprego e na miséria.

Por isso disse INSENSÍVEIS. Lacrando de bacaninhas, livre expressão e, danem-se os desafortunados.

Pedro Galacci disse:

Muito bacana! Moda é isso aí! Deve dialogar, criticar e expor e jamais se calar. O que acho engraçado da exposição e da reação por aqui são as pessoas dizendo que devem ser "belas de bico fechado" hahahaha e falando que calada a estilista seria uma poeta sendo que né... só usou frases de autoria do senhor Bolsonaro, nesse caso, acredito que a pessoa que, parafraseando Romário, "Calado seria um poeta" com certeza seria o senhor presidente e não a estilista.

Viva a liberdade de expressão, ainda mais com coragem numa exposição internacional.

Aos defensores cegos e ofensivos, já se tornaram o que mais combateram uma espécie de PTistas fervorosos do Bolsonaro.

Hahahaha seguimos!

Abraço, meu amigo!

Jorge Medeiros disse:

Vou me informar melhor.
Um abraço.

Pedro Galacci disse:

Onde o seu trabalho é mais sério que o da estilista.

Ai te pergunto, meu amigo, onde ser contra o Sr. Presidente é apoiar o PT.

Melhor se informar melhor!

Não apoiar o governo é que dane-se os desafortunados.

Vocês deveriam pensar melhor antes de idolatrar o governo que perdoa dívidas bilionárias de empresas. Isso sim é cagar pro problema fiscal do país.

Jorge Medeiros disse:

Confirmando, o que foi dito.
Há forum para tudo, inclusive para denegrir seu país, em detrimento de quem trabalha sério; aparentemente apoiando quem nos propiciou a maior recessão de nossa história, lançando dezenas de milhões no desemprego e na miséria.

Por isso disse INSENSÍVEIS. Lacrando de bacaninhas, livre expressão e, danem-se os desafortunados.

Pedro Galacci disse:

Muito bacana! Moda é isso aí! Deve dialogar, criticar e expor e jamais se calar. O que acho engraçado da exposição e da reação por aqui são as pessoas dizendo que devem ser "belas de bico fechado" hahahaha e falando que calada a estilista seria uma poeta sendo que né... só usou frases de autoria do senhor Bolsonaro, nesse caso, acredito que a pessoa que, parafraseando Romário, "Calado seria um poeta" com certeza seria o senhor presidente e não a estilista.

Viva a liberdade de expressão, ainda mais com coragem numa exposição internacional.

Aos defensores cegos e ofensivos, já se tornaram o que mais combateram uma espécie de PTistas fervorosos do Bolsonaro.

Hahahaha seguimos!

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço