Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Fardamentos Passam a Ser Considerados de Segurança Nacional e Compra Não Terá Licitações

MP aprovada por deputados beneficia têxteis

A Câmara dos Deputados aprovou a medida Provisória 544, que estabelece normas especiais para as compras de fardamentos das Forças Armadas, e servirá de alento para o setor têxtil da RPT (Região do Polo Têxtil), em crise com a concorrência predatória dos importados e da crescente desindustrialização.

A MP (Medida Provisória), editada pela presidente Dilma Rousseff, foi aprovada pela Câmara dos Deputados, e em linhas gerais dispõe sobre regras de incentivo à área estratégica de defesa.

Para o empresário Rubens da Silva, a grande inovação da MP é desvincular da Lei de Licitações as compras governamentais para determinados segmentos das Forças Armadas, como fardamentos, que passam a ser considerados como de "segurança nacional".

"Isso foi pensado porque estudos das entidades têxteis mostraram que 93% dos fardamentos usados pelas nossas Forças Armadas eram chineses, por conta da lei de licitações onde o que predomina é o critério de menor preço", disse.

Com a entrada em vigor da nova lei, passarão a vigorar normas mais rígidas, como índice de nacionalização dos produtos, produção 100% nacional, não utilização de mão-de-obra análoga à escrava, entre outros pontos.

Selo

A Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) celebrou convênio com a ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) para criar, normalizar e implementar a certificação de roupas profissionais no país, dando origem ao Programa Brasileiro de Autorregulamentação de Roupas Profissionais, Militares, Escolares e Vestimentas, denominado "Selo Qual".

A iniciativa foi proposta pela categoria diante da necessidade de buscar a excelência e aumentar a participação do setor têxtil e de confecção brasileiro no mercado global.

O convênio foi a concretização de um desejo antigo de empresários que há anos vinham discutindo no âmbito do Comitê de Roupas Profissionais da ABIT a necessidade do controle da qualidade na produção, com o fortalecimento das confecções brasileiras frente à concorrência internacional, principalmente de produtos oriundos de países asiáticos.

Fonte:|http://www.liberal.com.br/noticia/26B520A9568-nova_mp_beneficia_a_i...

Exibições: 1180

Responder esta

Respostas a este tópico

  Parece  que começaram a  sair da letargia para ajudar a industria textil brasileira.

I- Essa medida PRIMEIRAMENTE foi graças a D. Dilma.

II- Segundo ao nosso melhor amigo, "O CARLOS ALBERTO" que levou essa dessatisfarão nossa a Presidente.

III- Em terceiro, ou talvez segundo, devemos essa medida aos FUZILEIROS NAVAIS (e grande parte da Marinha de Guerra) se recusaram a vestir fardas CHINESAS. Não se esqueçam disso e dessa Venerável Corporação.

IV- Quarto: Que seja isso um aviso a certos Homens de Negócios, para que não cutuquem gente seria com varia curta. Peguem seus trapos da China e que os vendam em camelos. As Forcas Armadas NAO GOSTARAM dessa jogada, e ainda existe MUITO patriota no Brasil. Cuidado homenzinhos. Araruta tem o seu dia de mingau. Nessas voces perderam muitos pontos, estão em nossa mira, e o seu lucrinho de merda foi um bom tiro pela culatra. AQUI NESSE BLOG, nada em nosso ramo passa despercebido. Somos pequenos mas temos a nossa Intelligentsia mais informados do que a de voces. SdM

 

Não posso deixar passar essa oportunidade de agradecer a Corporação de Fuzileiros Navais ("ADSUMUS!"- Aqui Estamos!) “por aqui estarem” dando-nos apoio, pelo menos no fardamento.

A Marinha de Guerra, com olhos marejados, repasso o “CISNE” a voces e a todos os Brasileiros que amam a Pátria!

http://www.youtube.com/watch?v=Z2QHjyphH6M

Semper Fidelis.

SdM

Vem aí o "Forte Apache" novamente

JÁ ME COLOCO A DISPOSIÇÃO A QUEM POSSA INTERESSAR, BORDAR ESTES E OUTROS UNIFORMES EM MINHA FÁBRICA 100% NACIONAL...

 

GEORGES LOUIS

 

www.escalabordados.com.br

OK PRECISAMOS TOMAR CUIDADO COM OS POSSIVEIS GANHADORES DA LICITAÇAO.

POIS ELES PODEM MUITO BEM CONFECCIONAR O PRODUTO AQUI MAS IMPORTAR O TECIDO. JA TIVEMOS CASOS

ASSIM.

AI FICAMOS NA MESMA.

 

 

Concordo com o José Antonio sobre a importação dos tecidos (que vai acontecer).

O que me deixa "PUTO" é que agora a ABIT e a ABDI que normatizar, regulamentar...blablabla.  Vão catar coquinhos vcs. Porque não o fizeram com os importados chineses?????

Agora que a Industria Nacional tem prioridade para fazer os uniformes (graças ao que informou o Sam de Mattos)  vcs querem engessar o processo???? Querem aparecer na mídia?? Aumentar o custo fabril para cumprir exigências que nunca foram cogitadas???.

Vocês muito ajudarão se não atrapalharem.

A teoria do sei lá, mas de quem não está com a bunda exposta na janela.

O que acham de importar um tecido; sabe-se lá de onde, que contenha minusculas nanopartículas de algo que não sei o que é e confeccionar com ele roupas militares!!!

Imagine um detector sei lá com qual tecnologia, que consiga detectar a roupa confeccionada com esse tecido vindo sabe-se lá de onde!!!

Pensaram nisso?

O problema é muito maior visto pelo lado da segurança nacional.

A quem é de direito, deve repassar a preocupação para os militares desse pais sei lá de onde.

Há uns 3/4 anos atrás, a Marinha do Brasil fez um Simpósio sobre Fardamentos Militares em conjunto com a  Aeronáutica e Exército e participação da ABTT+ABIT+e inúmeros fornecedores Nacionais, onde foi discutido o tema, inclusive no que se refere aos Laboratórios de Análise. Umas Corporações usavam Laboratório próprio outras de Entidades Oficiais Brasileiras. Muito bom o assunto ter concuido.

ADALBERTO: Seu humor eh sutilíssimo. Não creio que ha nada de funesto ou viral ou, ou de nanotecnologia nos panos importados da China. Só há falta de vergonha na cara. Só isso. Com meia dúzia de telefonemas e menos de USD 500,000 a China encontraria aqui um venal para lhe vender - praticamente - qualquer segredo. A Presidente Dilma teve de usar esse SUBTERFUGIO para por um basta RAPIDO, no “aqui e agora”. Imagina o Senado discutindo isso em marchas e contramarchas e recursos vários sendo aplicados e toda essa arrastação de pê que acontece agora em Brasília em Guerra, em luta de braço (O Pudê x a Faxineira-ihh. Perdi pontos...), os membros da ABIT estaria vendendo pano da China as Forças Armadas ate o dia do Juízo Final.

Em realidade o caldo começou engrossar com os Fuzileiros Marinha de aborrecendo e a safadeza parou logo. As Forças Armadas de um país são entidades de defesa da Pátria e são entes sérios e algo para não ser BASTARDIZADO. As Forças Armadas devem representar a Pátria, e a maioria de seus oficiais fazem isso por amor, patriotismo e não por dinheiro ou Pudê. Qualquer Capitão de Fragata ganha menos do que um representante bem sucedido.

A coisa começou por ai. De novo afirmo (leiam todos os meus blogs) a Minha Comandante em Chefe e Comandante em Chefe das Forcas Armadas e a Dona Dilma. PONTO. FIM DE PAPO. Quem não a respeita quem não respeita o Hino Nacional ou a Nossa Bandeira, não precisa estar entre meus amigos. Nem os que não respeitam Constituição e um Governo eleito pelo e para o povo. Idem o que querem BATARDIZAR o Brasil. E os que querem fazer qualquer movimento anticonstitucional, também.

Mas também os venais que se vestem com o poder, com o voto-publico, para servir os seus próprios interesses.  Vou mais além: Eu votaria pena de morte para um ato de corrupção que gerasse GENOCIDIO - e como genocídio eu QUALIFICARIA MAIS DE Trinta e Seis mortes (decorrentes do ato vil).  O problema não esta no PANO. O PROBLEMA NÃO ESTA NO FIO IMPORTADO. O problema esta entre essa gente, os que para fazer trinta moedas de prata, para ganhar uma concorrência, enfiam em nossa tropa tecidos Chineses.

O mal não este nos tecidos, propriamente ditos. É o tal NO PRINCIPIO DA COISA, e quem não vê isso é cego, burro ou não sabe ate que ponto o saco do Brasileiro comum, e o nosso, da Indústria Textil, esta “cheio” também com a corrupção, safadeza, “Gersismo”, “golpes de Joao Sem Braço”, e falta de patriotismo que impera na Pátria.

De novo, obrigado Fuzileiros, Dona Dilma, Carlos Alberto e todos VOCES que está clamando aqui por justiça. Aguem ADSUMUS. (Lema dos Fuzileiros, AQUI ESTAMOS) Alguém esta nos ouvindo!

SdM

Ja mande ao seu corriculo para Brasilia com Copia a Marinha de Guerra!



GEORGES LOUIS D. DE CASTRO disse:

JÁ ME COLOCO A DISPOSIÇÃO A QUEM POSSA INTERESSAR, BORDAR ESTES E OUTROS UNIFORMES EM MINHA FÁBRICA 100% NACIONAL...

 

GEORGES LOUIS

 

www.escalabordados.com.br

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço