Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Faturamento da indústria cai 5,2% em março, diz CNI. Têxtil com - 10,8% tem 2ª maior queda

O faturamento da indústria apresentou queda de 5,2% em março na comparação com fevereiro. No primeiro trimestre, o indicador apresentou alta de 2% frente ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).


O percentual de horas trabalhadas caiu 2,4% em março, enquanto a capacidade instalada da indústria recuou 1,0 ponto percentual e passou de 83,4% em fevereiro para 82,4% em março. No trimestre a capacidade instalada caiu 1,0 ponto percentual, comparado ao mesmo período do ano anterior.


emprego foi o indicador que teve o menor recuo, apenas 0,1% em relação a fevereiro. No trimestre, o índice cresceu 0,6%, ante o mesmo período do ano anterior. Na comparação com março de 2010, o indicador cresceu 3%.


Dos 19 setores pesquisados, apenas oito registraram um faturamento real positivo. Os segmentos que tiveram as maiores quedas foram: móveis (23,8%), têxteis (10,8%), papel e celulose (9,7%).


Segundo justificativa da CNI, a "ocorrência do carnaval em março, em vez de fevereiro, explica, em grande parte, a piora dos indicadores."

 

O setor de alimentos e bebidas também já mostra um recuo em todos os seus indicadores. O faturamento real passou de um crescimento de 2,2% em fevereiro para uma queda de 5,5% em março. As horas trabalhadas tiveram redução de 2,6% em março e a capacidade instalada teve queda de 2,2 pontos percentuais no mês passado.


 


 



 

Exibições: 89

Responder esta

Respostas a este tópico

Por causa disto,cadavez mais sou a favor de que a data do carnaval seja pré fixada para que possa haver maior planejamento no Calendário de Lançamentos,especialmente dos Texteis e de Confecção.

Gustavo, O problema é que o carnaval sempre é estipulado a partir do dia que cai a Pascoa. Sempre no 7º domingo que antecede a mesma!!

Agora não podemos acreditar que a queda no segmento têxtil é ocasionado apenas por este motivo!!! Prova disso está o resultado do Dia das Mães para o varejo que obteve crescimento de 12% em relação ao último ano! ESTAMOS FALANDO DA 2ª DATA DO COMÉRCIO!!!!

Agora confronta isso com o movimento das indústrias que muitas dizem que nem tiveram o Dia das Mães....

 

Infelizmente o nosso setor é o "vilão" e/ou "herói" que segura a inflação! E estamos recebendo avalanches de produtos acabados da ASIA!!! que matam a cadeia toda, da confecção a fiação...

 

Está ai uma boa pergunta: - somos o vilão ou o herói da história???

 

 

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço