Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Fiscalização em lojas de três cidades reprovou 73% do vestuário avaliado


Fiscalização em lojas de três cidades reprovou 73% do vestuário avaliado

Lojas foram fiscalizadas entre os dias 15 e 19 de fevereiro

Uma inspeção realizada pela Agência Estadual de Metrologia (AEM-MS), ligada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico do Estado (Semade), em lojas de vestuário nos municípios de Dourados, Caarapó e Itaporã reprovou 73% das roupas e produtos têxteis vistoriados nesses locais.

A inspeção fez parte da “Operação Especial Verão”  e aconteceu entre os dias 15 a 19 de fevereiro. Os técnicos da AEM-MS visitaram 39 estabelecimentos e fiscalizaram 1.336 unidades de produtos têxteis. Deste total, 361 foram aprovadas e 975 apresentaram inconformidades.

Foram verificadas, segundo o site do governo do estado, roupas femininas, masculinas e infantis, além de ausência de inscrição fiscal de fabricante ou importador e ausência da composição. Também foram encontrados alguns produtos sem etiqueta. Vinte estabelecimentos foram notificados a apresentar a Nota Fiscal que comprove a origem dos produtos. As multas em caso de autuação vão de R$100,00 a R$ 1,5 milhão.

A operação, conforme o governo, teve por objetivo coibir a comercialização de roupas que ofereçam risco à saúde dos consumidores e conferir se os produtos colocados à venda contêm as informações fiscais e de consumo necessárias e obrigatórias.

http://www.capitalnews.com.br/cotidiano/fiscalizacao-em-lojas-de-tr...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 478

Responder esta

Respostas a este tópico

1 º quem é o especilista em dizer que a roupa oferece risco ao consumidor, lá no MS ?? Quando isto foi fiscalizado no Brasil?? Sendo no MS, possivelmente são produtos ou piratas ou contrabando??Assim deveria ter um controle sistematico e contudente sobre os produtos vendidos. O que não é feito.

O que é a AEM/MS? Estamos numa merda do caramba, o MS é o maior estado importador de contrabando do BRASIL, tudo passa por lá, a PF e MPF fecham os olhos para prover a Bolivia,Paraguai, Argentina,Venezuela, etc, a poder ter em territorio brasileiro, um punhado de benesses, calcadas no chavismo.bolivarismo, e um monte de ismos, este governo brasileiro é de uma retrograda especie humana, seres voltados a só uma solicitude :- a corrupção e ao beneficio proprio.

  Foram verificadas, segundo o site do governo do estado, roupas femininas, masculinas e infantis, além de ausência de inscrição fiscal de fabricante ou importador e ausência da composição. Também foram encontrados alguns produtos sem etiqueta. 

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço