Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Informação é do Sindicato dos Têxteis, que representa os trabalhadores.
Empresa encerrou terceiro turno de produção na última semana.

Após demissões, Freudenberg emprega cerca de 150 (Foto: Divulgação/Freudenberg)
Após demissões, Freudenberg emprega cerca de 150
(Foto: Divulgação/Freudenberg)

A Freudenberg, empresa do ramo têxtil, demitiu 45 funcionários em janeiro na unidade em Jacareí (SP).

De acordo com Robson Carlos Ramos de Oliveira, diretor do Sindicato dos Têxteis, que representa os trabalhadores a multinacional alemã encerrou o terceiro turno de produção na última semana e fechou duas linhas, uma que produzia para o setor de vestuário e outra para o setor de calçados. Após o corte, a unidade emprega cerca de 150 operários.

De acordo com a empresa, as demissões desta terça teriam sido motivadas pela crise econômica que afeta o país. O sindicato contesta os moldes do acordo para as demissões. "Nós entendemos que a situação da empresa é difícil, mas não houve negociação antes do corte. Queremos que eles recebam mais benefícios que os oferecidos pela Freudenberg", afirmou Oliveira.

Os funcionários desligados receberam os benefícios previstos em lei, um salário adicional e seis meses de convênio médico. O sindicato quer que a empresa forneça cestas básicas pelo mesmo período aos demitidos.

Empresa
Por meio de nota a administração da Freudenberg informou que teve de fazer ajustes na produção na tentativa de se adequar à demanda do mercado. Isso atingiu a planta de Jacareí, levando aos desligamentos na unidade.

A empresa informou ainda que depois de negociação com o sindicato, incluiu ao pacote de benefícios aos funcionários demitidos seis meses de cestas básicas.

FONTE: http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2016/01/freud...

Exibições: 541

Responder esta

Respostas a este tópico

A empresa pagou tudo que está previsto em lei e o sindicato, pensando pequeno, fala em cestas básicas.

Alguma idéia para reciclar os demitidos e recoloca-los no mercado de trabalho?

e isso amigo....a empresa e obrigada a cumprir a parte dela, as cestas básica foram concedidas...acordo realizado a fim de diminuir os danos com a demissão, concordo sim que tenha que haver MEDIADORES, não alguns que utilizando a força do nome e da lei impõe para uma povo que esta quebrado das pernas  que a melhor forma e agitar, entrar em conflito para se fazer o seu direito...e isto que o Sindicato vem fazendo pelo que tenho acompanhado.

Onde estão os seus integrantes, dirigentes diante destas tristes noticias que estamos acompanhando diariamente pelo site o que eles tem feito além de nos perturbar dias a dia quando chegaram as dificuldades, as grandes industrias encerrando suas atividades e sem alternativas demitindo a cada dia, e nos pequenos empresários que estamos aqui para manter o sustento de nossa família...CADE O SINDICATO quais tem sido suas ações praticas, reais, suas recolocações...diante desta catrastrofe...queremos ver LAMENTAVEL.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço