Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Governo Chinês Estuda Aumentar Cotas de Importação de Setor Têxtil

Pequim, 21 - A China está considerando aumentar as cotas de importação de algodão para permitir que empresas exportadoras do setor têxtil comprem a fibra importada a preços mais baixos, informou nesta quinta-feira o jornal estatal China Securities Journal. As margens dessas empresas vêm sendo comprimidas pelos altos preços domésticos do algodão - resultado de um programa de estocagem do governo.

O jornal, no entanto, não especificou o tamanho do aumento das cotas nem quando elas entrariam em vigor. As tecelagens que se enquadrarem na categoria ligada às cotas serão isentas do imposto de importação, mas terão de se comprometer a exportar os produtos fabricados com o algodão adicional.

Atualmente, empresas com cotas de importação pagam taxas baixas que chegam a 1% em alguns casos. Para importadores sem cotas, o imposto pode chegar a 40%.

As políticas chinesas de importação de algodão são monitoradas por participantes do mercado porque uma mudança na demanda do principal importador mundial causaria oscilações nos preços globais da fibra. As informações são da Dow Jones.

Fonte:|http://www.integrada.coop.br/notas/9719/Governo-chines-estuda-aumen...

.

.

.

.

.

.

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - Clique Aqui

Exibições: 473

Responder esta

Respostas a este tópico

Pois é... a China tem cotas de importação!

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço