Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Governo Pune Triangulação na Importação de Cobertores - Pleito da Jolitex

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior(MDIC) puniu nesta terça-feira, 14, o primeiro caso de circunvenção (conhecido como triangulação) nas importações brasileiras. Os cobertores de fibras sintéticas importados pelo Brasil do Uruguai e do Paraguai foram sobretaxados em US$ 5,22 o quilo.

O governo concluiu que os produtos são provenientes da China e passam por transformação marginal no Uruguai e Paraguai, antes de entrarem no Brasil, para burlar a medida antidumping aplicada contra os cobertores chineses. Além disso, a importação de tecidos de felpas longas da China, usados na fabricação dos cobertores, também passou a ser sobretaxada em 96,6%.

Em fevereiro de 2011, a empresa brasileira Jolitex Ltda, fabricante de cobertores, alegou que importações de tecidos de felpa longa de fibra sintética, de origem chinesa, e importações de cobertores do Paraguai e do Uruguai, fabricados com esses tecidos chineses, estariam frustrando os efeitos do direito antidumping aplicado contra cobertores chineses em vigor desde abril de 2010.

A circunvenção é considerada uma prática desleal de comércio. As empresas exportadoras se utilizam desse mecanismo para fugir da sobretaxa aplicada ao produto. Desde o início da investigação, a importação de cobertores estava sob licenciamento não automático para permitir o monitoramento dos fluxos de entrada no Brasil. Neste regime, a Secex tem até 60 dias para conceder a licença de importação.

Também está em andamento no MDIC uma investigação de circunvenção contra importações de calçados da Indonésia e Vietnã. A suspeita é que estes mercados estejam sendo usados por exportadores chineses para evitar o pagamento de mais imposto de importação no Brasil.

Fonte:http://www.dgabc.com.br/News/5941680/mdic-pune-triangulacao-na-impo...

Exibições: 1879

Responder esta

Respostas a este tópico

REINALDO DE CASTRO FERRO....OPA.....TROQUEI AS BOLAS!!!! FIZ CONFUSÃO COM JOLITEX TERNILLE......MAS O RESTO ESTA CORRETO APESAR DE NAO CABER O ASSUNTO AQUI POR TRATAR-SE DE OUTRA EMPRESA......

MAS COMO LHE DISSE ESTÁ CORRETO!!!!! MICHEL IMPORTOU SIM TECIDO DE CHENILLE......E ISTO INTERFERE EM NOSSO MERCADO DE DECORAÇÃO...ASSIM COMO INUMEROS EMPRESARIOS IMPORTAM SUEDEN E SÃO FABRICANTES DE CHENILLE, COMO TB IMPORTAM COURO SINTETICO, E POLIURETANO.....

O INTERESSANTE, É QUE COM A SUPOSIÇÃO DE QUE O GOVERNO VAI INTERFIR NAS IMPORTAÇOES, VEJO DIVERSOS EMPRESARIOS PREOCUPADOS COM O FUTURO, E MUITOS QUERENDO OU VOLTANDO A PRODUZIR INCLUSIVE INVESTINDO NOVAMENTE EM MAQUINAS....ESTÃO A NAVEGAR COM 1 PÉ EM CADA BARCO!!!!:

REINALDO....SE QUER TB SABER SOBRE MEU POSICIONAMENTO A RESPEITO DE IMPORTAÇOES : SOU RADICALMENTE CONTRA!!!!!!!!

ADALBERTO OLIVEIRA MARTINS FILHO, VC PRECISA SE INFORMAR MELHOR A RESPEITO DO QUE VC. ESCREVE, QUEM FAZ COBERTORES É A JOLITEX TERMILLE DE DIADEMA, A TECELAGEM JOLITEX DE AMERICANA NÃO FAZ COBERTORES E NEM IMPORTA, PROCURE SE INFORMAR OU LER ANTES DE RESPONDER UMA BESTEIRA DESSAS, O MICHEL DAVID DA TECELAGEM IMPORTA OUTROS ARTIGOS QUE NÃO INTERFEREM NO MERCADO DA JOLITEX TERMILLE, NESTA EMPRESA O RESPONSÁVEL  É O SR. TIBÉRIO.

Bom dia

É verdade! Quem dera Europa fizesse o mesmo que Brasil............



silvia borges disse:

Enquanto isso a gente pede aos representantes da China para se auto-policiar - - -


Isso é tão claro que pensei que todos soubessem: A JOLITEX é do amigo de longa data, o Alfrede, agora com seus filhos o Michel e a Mona em frente da tradicional indústria Americanense.

A JOLITEX TERNILLE é dos irmãos Tibério e Gabriel Katz, com o Tibério as rédeas.

Mas SEJA A JOLITEX QUE FOR, quem conseguiu dar um freio na triangulação da China (por min denunciada ha oito meses aqui, nesse blog) deveria ser AGRADECIDA. Dai Tibério e Gabrielzinho: Parabéns.

E muito Obrigado Carlos Alberto. Voce cumpriu a sua palavra. Mordo a língua de vontade de lhe agradecer pelo seu próprio nome ABERTAMENTE, mas conheço a natureza do seu trabalho e a sua necessidade de anonimato: São Carlos (Alberto): Continue rogando por nos da Indústria Textil e que a D. Dilma continue a te ouvir. Respeitosamente, não posso dizer que a presidente tem “Cojones de Fierro”. A anatomia feminina não permite tal. Mas então deve ter “Ovários de Titânio”.

REINALDO DE CASTRO FERRO disse:

ADALBERTO OLIVEIRA MARTINS FILHO, VC PRECISA SE INFORMAR MELHOR A RESPEITO DO QUE VC. ESCREVE, QUEM FAZ COBERTORES É A JOLITEX TERMILLE DE DIADEMA, A TECELAGEM JOLITEX DE AMERICANA NÃO FAZ COBERTORES E NEM IMPORTA, PROCURE SE INFORMAR OU LER ANTES DE RESPONDER UMA BESTEIRA DESSAS, O MICHEL DAVID DA TECELAGEM IMPORTA OUTROS ARTIGOS QUE NÃO INTERFEREM NO MERCADO DA JOLITEX TERMILLE, NESTA EMPRESA O RESPONSÁVEL  É O SR. TIBÉRIO.

Shilvita: Eh lingua presa. Silvita, ultimamente ando tao "puteado" com a nossa industria (Movimento INVERNO TEXTIL, alcunhado como PRIMAVERA, tambem incluido) ao ponto de sempre "engatar marcha forte" na boca, antes de "debrear o cerebro". Nao fosse isso, mais improperios sairiam deste velho de boca suja (rsrsrs). So os "carismaticos" e "renovados" me poe nesta "caixa" descritiva.

Mas cantava o Jorge Ben, quando tinha a lingua presa, assim para a nossa industria: "Voche por mim nao Chora. Mas eu choro por voche! Sancumbim. sacumbim...Simborah, boroh! "

Que saudades de Rodrigo Cambara, meu sempre idolo.

silvia borges disse:

aChei Cheu Chomentário Chuper EngraChado

Sam de Mattos disse:

Oh Tiberio? Andastes importando Chenil da China. Chinceramente acho Chacanagem eu Achumir tuas dores, achincalhado deche modo.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço