Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Empresário Carlos Miele pretende expandir a participação internacional da empresa

O empresário Carlos Miele, dono da holding que controla a grife M. Officer e da marca que leva seu nome, pretende expandir a participação internacional da empresa. Para isso, busca alternativas para a produção na China. "Para globalizar a marca, vou investir numa estrutura internacional própria ou fechar uma parceria com a indústria têxtil chinesa", disse ele ontem em evento sobre o mercado de luxo do IHT ("International Herald Tribune"), em São Paulo.

"Ainda estou estudando a melhor opção." A empresa já tem lojas em Paris e Nova York e tem uma fábrica em Osasco, na região metropolitana de São Paulo.

A ideia é focar a linha que já é vendida no exterior, a Carlos Miele e sua linha casual, que tem como carro-chefe os jeans. "Com todos os custos adicionais do Brasil, não dá para competir em escala global com os chineses", disse. Segundo estimativas de mercado, o faturamento da holding é de R$ 400 milhões.

Para as marcas voltadas para o mercado de luxo, é mais fácil construir uma imagem positiva. "Essas empresas têm vantagens significativas em relação a outros setores: oferecem grandes benefícios emocionais, conversam mais intimamente com a mídia e ainda controlam o varejo", afirmou Fernando Rodés Vilà, vice-presidente da Havas e consultor reconhecido na área da propaganda.

 

Fonte:|http://www.bemparana.com.br/index.php?n=196185&t=grife-mofficer...

Exibições: 161

Responder esta

Respostas a este tópico

MAIS UM QUE VAI EMBORA..

JÁ ESTAMOS NOS ACOSTUMANDO.

JÁ JÁ ESTAREMOS IGUAIS A EUROPA,DESINDUSTRIALIZADOS...

É UMA FESTA..

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço