Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Hétero, casado e pai de três, homem usa saias e salto para provar que roupa não tem gênero

Aos 61 anos, o engenheiro que mora na Alemanha prefere saia lápis e salto alto - e tem apoio da mulher e dos filhos.

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)


Salvar

Enquanto o mundo evolui, nós precisamos evoluir juntos. Foi a partir dessa premissa que um norte-americano decidiu se libertar e incorporar dois novos itens em seu guarda-roupas: saia e salto alto

Aos 61 anos e especializado em engenharia robótica, Mark Bryan é hétero, casado e pai de três. No Instagram que já acumula mais de 50 mil seguidores, ele apresenta seus looks que passeiam entre o que é considerado masculino e feminino para confrontar estereótipos e a ideia de que roupas têm gênero. "Sou apenas um cara heterossexual e bem casado que adora Porsche, mulheres bonitas, e que incorpora saltos altos e saias em meu guarda-roupa diário", se define. 

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)


Salvar

De acordo com o Bored Panda, Mark experimentou saltos quando estava na faculdade a pedido de sua então namorada. As saias só começaram a fazer parte de seus looks. em 2016.

Ao falar sobre seus itens favoritos, o engenheiro contou que prefere sapatos de salto alto e saia lápis, mesmo não os considerando muito confortável. "Mas realmente gosto da aparência dos saltos com uma saia justa", explicou ele, que compra basicamente tudo online.

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)


Salvar

A decisão vem com o ônus, é claro. Mark gosta de deixar explícito que usa esses itens por que pode, mas constantemente tem sua sexualidade contestada - o que o deixa um pouco irritado. "Na maioria das vezes, respondo que não é da conta das pessoas, nas outras apenas falo que sou hétero."

"Em alguns momentos eu ataco algumas pessoas, pricipalmente homens quando isso acontece. 'Por que me ver com saia te faz pensar sobre minhas preferências sexuais?", rebateu.

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)


Salvar

Mark é casado há 11 anos e já teve outros dois casamentos. Ele afirma que toda a família o apoia e entende o seu ponto de vista. Ao contar aos filhos, o engenheiro foi direto. "Apenas disse que gosto de usar saias e salto alto e que eles não precisam se preocupar com minha sexualidade ou que isso seja alguma fantasia sexual." 

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)


Salvar
Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)

Mark Bryan mora na Alemanha e quer provar que roupa não tem gênero (Foto: Instagram/ Reprodução)

https://vogue.globo.com/atualidades/noticia/2020/10/hetero-casado-e...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI



Exibições: 514

Responder esta

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço