Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Setor continua com déficit, mas, saldo diminuiu em relação a abril de 2014, sendo que a entrada de roupas no país continua a subir.

Tanto sobre março de 2015, quanto sobre abril de 2014, os indicadores oficiais mostram que a importação de produtos têxteis perdeu a força. O ritmo menor de compras não foi suficiente, porém, para reverter o perfil da balança comercial neste setor, que continua a enfrentar déficit. Em abril, o Brasil importou US$ 510,43 milhões em fibras, tecidos e roupas, entre outros itens, e exportou US$ 174,95 milhões, deixando saldo mensal negativo de US$ 335,48 milhões. Do déficit total, as roupas representam 63,55% e estão entre os itens que pressionam a balança comercial porque continuaram a subir em abril, quando comparadas a abril de 2014.



Em relação a igual mês do ano passado, o volume total de importações do setor caiu 4,79%, por causa de algodão, filamentos sintéticos ou artificiais, fibras sintéticas ou artificiais, e de tecidos revestidos. Já em relação a março de 2015, os indicadores do ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior informam que todos os 14 itens monitorados no setor têxtil registraram queda de importação de 31,76%. Em roupas e seus acessórios, o recuo na passagem de março para abril foi de quase 40%.

Em abril, o país importou US$ 223,53 milhões em vestuário e exportou meros US$ 10,33 milhões, menos ainda do que embarcara em março (US$ 13,07 milhões). Sobre abril de 2014, o volume de roupas importadas aumentou 16,89%, um dos mais altos registrados pelo setor.

Jussara Maturo

http://www.gbljeans.com.br/noticias_view.php?cod_noticia=6123

Exibições: 885

Responder esta

Respostas a este tópico

Quando você lê o título dessa notícia corre para ler o conteúdo porque aparentemente sim, a queda nas importações é algo positivo para a indústria nacional
Mas o que ocorre é que essa notícia na realidade é PÉSSIMA para nosso industria
A importacao de roupa continua a crescer!!! Quase 18% de aumento...
É o que está puxando a queda é justamente. Importacao de fibras e fios!!! Que em sua maioria não somos auto-suficientes e nunca seremos!
Logo isso quer dizer que nossa indústria contina em forte retração e os varejistas de roupas fazendo a festa e enterrando ainda mais a indústria...
Quero ver empregar pessoas com a mesma intensidade que a indústria pq o consumo depende do salários dos brasileiros! E com essa enxurrada de demissões não adianta importar cada vez mais roupa pq ninguém vai ter dinheiro para comprar
Estou de acordo com J. J. Torres. Quando li o título da notícia já achei estranho. No fim a importação diminui frente a redução de demanda não em função do desequilíbrio comercial
Em abril, o Brasil importou US$ 510,43 milhões em fibras, tecidos e roupas, entre outros itens, e exportou US$ 174,95 milhões, deixando saldo mensal negativo de US$ 335,48 milhões.

Lamentável!!! E tem gente que ainda vem aqui criticar minhas postagens falando que não serve para o fortalecimento da industria nacional! 

O que serve é importar roupa pronta! cada vez mais, muito mais toneladas e toneladas... isso serve para fortalecer a industria! a dos outros que não né...

   Do déficit total, as roupas representam 63,55% e estão entre os itens que pressionam a balança comercial porque continuaram a subir em abril, quando comparadas a abril de 2014.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço