Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Indústria Têxtil Não Sofre Com Desindustrialização, Diz ABVTEX

SÃO PAULO - A ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil) afirmou, nesta quinta-feira (5), que a indústria de confecções não tem sofrido com a desindustrialização. A declaração foi dada em decorrência da manifestação realizada esta semana por setores industriais e entidades sindicais, em São Paulo.

De acordo com a associação, ao analisar as importações do setor têxtil, percebe-se que, entre 2006 e 2010, a produção de confeccionados, em volumes, cresceu 24,3%. Em valores, o crescimento foi de 93%.

“Ou seja, as importações não inibiram o crescimento industrial de confecções. No entanto, o crescimento industrial ocorreu de forma mais lenta que o consumo, que passou a ser suprido pelos produtos importados, a fim de evitar o desabastecimento e uma pressão inflacionária”, disse, em nota.

Manifesto contra a desindustrialização
A manifestação aconteceu na última quarta-feira (4) em frente à Assembleia Legislativa paulista. Participaram do evento entidades como Fiesp/Ciesp (Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), UGT (União Geral dos Trabalhadores), CUT (Central Única dos Trabalhadores), Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, entre outras.

Em manifesto assinado pelos representantes, inclusive das empresas, eles afirmavam que a “desindustrialização não se iniciou nos últimos anos, mas vem se intensificando desde 2008”.

Além disso, as entidades declaram que a redução no desempenho da indústria coloca o País “em uma situação perigosa e vulnerável, com dificuldade de gerar empregos de qualidade e salários decentes para as presentes gerações e para as vindouras”.

Fonte:|http://www.infomoney.com.br/atividade-economica/noticia/2393880-ind...

Exibições: 1200

Responder esta

Respostas a este tópico

ADALBERTO e BARON,na minha concepcao,nos industriais,nao precisamos de protecionismo de governo,queremos justica,,nos nao podemos competir aqui os encargos e reducao do poder de competir com salarios e encargos com a china,nosso povo nao e nacionalista a ponto de adquirir mais caro nosso produto,porque a chania explora a mao de obra,nao temos educacao para isto..Na hora que governo quer proteger e abrir mao de tributos,ou aumentar trbutos na importacao,mas eles servem para aumentar o caixa do governo,,nao serve a devolver as industrias,o onus dos elevados custos de baixa produtividade de nossos equipamentos,custos dos insumos e etc.,,,infelizmente na situacao atual da industria texil,era arranjar um mecanismo que nao permitisse entrar produtos de baixa qualidade,e via util curta,onerando os consumidores,,mais para isto,tem de haver,um meio uma estrutura de poder,que que nao provoca atritos comerciais...Nao culpemos os politicos na aintregridadde dos eros, eles,participam,,masm revelam a capacidade da populacao ao entregar um pais,,como o BRASIL,,para  ser gerido,por um LULA,,mesmo uma DILMA,um collor,,todos que nunca administraram nem os seu negocios particulares,,alem de que o brasil,nao tem ,uma estrutura de poder,onde o gerente geral,nomearia so a culpula,,e que independente do titular a maquina trabalhava...Temos de ter criatividade para salvar o que resta deste patrimonio textil brASILEIRO,,MAQUINAS,EDIFICACOES E MATERIA PRIMA,,SE NAO VOLTAREMOS A IDADE DA PE..JAIME MARTINS PEREIRADRA,,FORNECENDO INSUMOS BASICOS BRUTOS,SEM ACRESCENTAR QUALQUER VALIA

LOGO, A SOLUÇÃO PARA TODAS AS NOSSAS "MAZELAS" É POLÍTICA 

E A ÚNICA ARMA, DEMOCRÁTICA, QUE TEMOS É O SUFRÁGIO(VOTO).

ENTÃO VAMOS MOBILIZAR O PAÍS NUMA CAMPANHA APELATIVA CON-

TRA NOSSO "CÂNCER", O CONGRESSO NACIONAL, QUE SERVE DE EXEM-

PLO AS MÁS CONDUTAS DOS LEGISLADORES NOS OUTROS NÍVEIS DO

PODER.

        "VAMOS VOTAR NULO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES E DAR UM CAGAÇO

          NOS POLÍTICOS DO BRASIL INTEIRO MOSTRANDO, ASSIM, QUE   O

          POVO É QUEM MANDA".

jaime martins pereira disse:

ADALBERTO e BARON,na minha concepcao,nos industriais,nao precisamos de protecionismo de governo,queremos justica,,nos nao podemos competir aqui os encargos e reducao do poder de competir com salarios e encargos com a china,nosso povo nao e nacionalista a ponto de adquirir mais caro nosso produto,porque a chania explora a mao de obra,nao temos educacao para isto..Na hora que governo quer proteger e abrir mao de tributos,ou aumentar trbutos na importacao,mas eles servem para aumentar o caixa do governo,,nao serve a devolver as industrias,o onus dos elevados custos de baixa produtividade de nossos equipamentos,custos dos insumos e etc.,,,infelizmente na situacao atual da industria texil,era arranjar um mecanismo que nao permitisse entrar produtos de baixa qualidade,e via util curta,onerando os consumidores,,mais para isto,tem de haver,um meio uma estrutura de poder,que que nao provoca atritos comerciais...Nao culpemos os politicos na aintregridadde dos eros, eles,participam,,masm revelam a capacidade da populacao ao entregar um pais,,como o BRASIL,,para  ser gerido,por um LULA,,mesmo uma DILMA,um collor,,todos que nunca administraram nem os seu negocios particulares,,alem de que o brasil,nao tem ,uma estrutura de poder,onde o gerente geral,nomearia so a culpula,,e que independente do titular a maquina trabalhava...Temos de ter criatividade para salvar o que resta deste patrimonio textil brASILEIRO,,MAQUINAS,EDIFICACOES E MATERIA PRIMA,,SE NAO VOLTAREMOS A IDADE DA PE..JAIME MARTINS PEREIRADRA,,FORNECENDO INSUMOS BASICOS BRUTOS,SEM ACRESCENTAR QUALQUER VALIA

Jaime, vc está absolutamente correto.Temos que usar o que chamo de INTELIGENCIA COMERCIAL, estabelecendo padroes de qualidade mínima para os produtos serem importados.

Alias, o Japão fez isso há muito tempo e por isso eles tem uma relação saudavel com a China, a India, o Paquistão, o Vietnam, etc...

Curiosamente, estou desenvolvendo um trabalho nesta linha de raciocino.

Não acredito em protecionismo e nem tampouco em tarifação superior - isto só enriquece a União.

E acho que devemos impor uma "barreira de qualidade", já que impoortar é necessario sob todos os angulos.

E a industria nacional precisa avançar, parar de choramingar e passar a "fazer do limão uma limonada"... Precisamos ser inovadores, apresentar propostas racionias.

jaime martins pereira disse:

ADALBERTO e BARON,na minha concepcao,nos industriais,nao precisamos de protecionismo de governo,queremos justica,,nos nao podemos competir aqui os encargos e reducao do poder de competir com salarios e encargos com a china,nosso povo nao e nacionalista a ponto de adquirir mais caro nosso produto,porque a chania explora a mao de obra,nao temos educacao para isto..Na hora que governo quer proteger e abrir mao de tributos,ou aumentar trbutos na importacao,mas eles servem para aumentar o caixa do governo,,nao serve a devolver as industrias,o onus dos elevados custos de baixa produtividade de nossos equipamentos,custos dos insumos e etc.,,,infelizmente na situacao atual da industria texil,era arranjar um mecanismo que nao permitisse entrar produtos de baixa qualidade,e via util curta,onerando os consumidores,,mais para isto,tem de haver,um meio uma estrutura de poder,que que nao provoca atritos comerciais...Nao culpemos os politicos na aintregridadde dos eros, eles,participam,,masm revelam a capacidade da populacao ao entregar um pais,,como o BRASIL,,para  ser gerido,por um LULA,,mesmo uma DILMA,um collor,,todos que nunca administraram nem os seu negocios particulares,,alem de que o brasil,nao tem ,uma estrutura de poder,onde o gerente geral,nomearia so a culpula,,e que independente do titular a maquina trabalhava...Temos de ter criatividade para salvar o que resta deste patrimonio textil brASILEIRO,,MAQUINAS,EDIFICACOES E MATERIA PRIMA,,SE NAO VOLTAREMOS A IDADE DA PE..JAIME MARTINS PEREIRADRA,,FORNECENDO INSUMOS BASICOS BRUTOS,SEM ACRESCENTAR QUALQUER VALIA

Jaime, Jonatan.....vamos ter um minimo de coerencia possivel e ser bastante realista , portanto responda : VALE A PENA PRODUZIR NO BRASIL?????  a resposta é NAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOO!!!! jamis teremos custo compativeis com a Asia!!! ponto final!!!!e isto significa que a tendencia natural é simplesmente MATAR A INDUSTRIA  E A CADA DIA IMPORTAR MAIS E MAIS!!!

vejam que a indusyria metalurgica nos USA nao é competitiva com a do Brasil, mas os USA simplesmente adotaram barreiras!!! E desta forma outros paises tb!!!! e são barreiras contra a china em especial!!!!

caramba, nenhum pais é perfeito, e tao pouco o Brasil !!!!! nao adinata cortar taxas de juros,  nao adianta cortar impostos e outros,  pois o custo Brasil é muito alto, e o custo trabalhista tb!!!!! ou seja NUNCA SEREMOS COMPETITIVOS!!!!  independente de cambio e outros artificios que se crie!!!!

portanto temos que simplesmente colocar barreiras , mesmo que sejam apenas tarifarias de tal forma que o produto importado concorra em pé de igualdade ( mesmo custo final  ou seja : isonomia !!!!! ) e ESTIPULAR COTAS!!!!! ACABAR COM LICENÇA AUTOMATICAS ETC..ETC....


o Brasil apenas pratica beneficencia à custas de desemprego no Brasil, a custas de sacrificios de quem paga muito e nada tem do governo!!!!!!!!!!!!!!!!! è ridiculo!!!!! inaceitavel!!!!

temos que ser realistas!!!! temos que definir o que queremos realmente para o Brasil!!!! apenas comercio gerando empregos para pouco e renda baixa, , ou empresas que geram riquezas , pib, impostos etc...etc...?????Esta é a única forma do Brasil voltar a criar empresas!!!!!!!é a unica forma de voltar a ter investimentos!!!! é notório que a  politica de ""globalização"" NAO FUNCIONA!!!!!!, e isto o mundo descobriu recentemente com o fechamento de empresas!!!! será que nao vamos conseguir entender que a globalização economica significa isonomia ????

por qual motivo temos que ser nivelados ""por baixo"'???? nao é possivel retroceder e tirar direitos de trabalhadores ou mesmo poder economico!!! qto mais a classe operaria ganha, mas se gasta!!! é simples : o dinheiro tem que circular!!!! é assim que  funciona uma economia!!!! qto maior poder aquisitivo, maior o consumo!!!! temos que evoluir e ter consciencia de que as importaçoes , sejam legais ou nao, somente estão a prejudicar o Brasil...estamos permitindo que se cave um buraco muito grande, onde dependeremos exclusivamente  de terceiros e nunca do que se produz no Brasil!!!!  qdo o mundo tiver a mesma economia e custos, então nao haverá problemas!!!!

As discussões são muitas, mas está claro que não é possível manter essa situação, sob pena do Brasil pagar muito caro, mais uma vez, por tudo o que vem ocorrendo no mundo atualmente. 

Não é uma situação para amadores pois a era a ingenuidade já se foi.

Sugiro o post (Protecionismo X Importação - link: http://textileindustry.ning.com/forum/topics/protecionismo-x-import...), onde poderão assistir a um vídeo da GloboNews que expressa muito bem o que temos constantemente debatido aqui. Recomendo a todos os membros do site, pois vale muito a pena vê-lo.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço