Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Inventado Tratamento de Tecidos de Algodão que lhes Permite uma Limpeza Automática Quando Expostos à Luz do Sol

Cientistas chineses desenvolveram um revestimento à base de dióxido de titânio e azoto que promove a degradação da sujidade sobre os tecidos de algodão quando são expostos à luz solar, num processo que se torna ainda mais rápido se se utilizar nanopartículas de prata e iodo.

Cientistas chineses publicaram recentemente na revista ACS Applied Materials & Interfaces, um artigo em que apresentam o primeiro tratamento que, aplicado aos tecidos de algodão, promove a sua limpeza automática sem exigir a exposição à luz ultravioleta muito concentrada, mas apenas à luz solar.

O tratamento envolve a cobertura do tecido com um revestimento com uma composição mista de dióxido de titânio e azoto, de tal forma que as manchas de uma tinta laranja no tecido desaparecem quando sob a luz do sol.

O que acontece é que o revestimento promove a auto-degradação da sujidade, num processo que se pode tornar ainda mais rápido se o tratamento incluir a adição de nanopartículas de prata e iodo.

O senão deste tratamento que cria tecidos de algodão “futuristas” é que a segurança, para a saúde humana e para o ambiente, do dióxido de titânio ainda não está comprovada, já que sabe que provoca danos genéticos em ratos e danos cerebrais em peixes.

Fonte:|http://naturlink.sapo.pt/article.aspx?menuid=20&cid=47599&bl=1

Treated cotton cleans itself when exposed to sunlight

Researchers have developed a coating for fabric, that could be used to clean clothing simp...

Researchers have developed a coating for fabric, that could be used to clean clothing simply by exposing it to sunlight (Photo: T.M.O.F.)

LIFE Antimicrobial - www.life-materials.com
Built-in Antimicrobial Technology for Plastics, Coatings, Textiles...
Ads by Google

For some time now, we've been hearing about the benefits of drying our laundry outside on the clothesline. We save money and energy by not running the dryer, the sunlight kills germs, and we don't run the risk of generating harmful dryer emissions. In the future, however, we might also end up washing our clothes by hanging them outside - scientists in China have successfully used sunlight to remove orange dye stains from cotton fabric, that was treated with a special coating.

Mingce Long and Deyong Wu created the coating, which combines titanium dioxide and nitrogen. When exposed to sunlight, dirt on fabric treated with the coating breaks down, and microbes die. While the coating in its basic form is effective, it was found that it does an even better job at dispersing dye coloration when silver and iodine nanoparticles are added. Additionally, it is able to remain intact and active after washing and drying.

Although light-activated self-cleaning fabrics have been created previously, all of those required concentrated ultraviolet light, as opposed to natural sunlight.

Should the coating eventually be commercialized, however, there are doubtless many people who would want nothing to do with it. Although titanium dioxide is now an active ingredient in products such as sunscreen, cosmetics and paint, studies have shown that it can cause genetic damage in mice and brain damage in fish. This has led to concerns over the effect that it could have on humans, and the environment.

A paper on the coating was recently published in the journal ACS Applied Materials & Interfaces.

Fonte:|http://www.gizmag.com/sunlight-clothes-cleaning-coating/20867/

Exibições: 651

Responder esta

Respostas a este tópico

Mais uma vez, estamos ficando para traz, precisamos, montar uma cooperativa, aonde juntos adquiramos conhecimentos e tecnologias, para reverter este quadro e se tornar competitivo.

Nosso polo textil, precisa parar de lamentar e buscar recursos!!!!!!!!!

Nosso governo, precisa acordar e enxergar o ramo textil, diminuindo os impostos e dando condições as empresas......  Senão vamos ter muitos pais de familia desempregados.

Este assunto é muito controverso e nos Pano Press, adquirimos uma plotter,impressão direta(custo muito elevado) para tinta reativa.Estamos com muitas dificuldades em encontrar um parceiro que faça o pré e o pós tratamento dos tecidos de fibras 100% NATURAIS(algodão e seda). Os atuais volumes são baixos, pois estão em desenvolvimento, vão girar em 3 a 5 mil/m/mes, mas o maior problema é as aprovações dos pilotos, cujas quantidades giram em 2 a 5 metros de tecidos, para cada estampa.NÃO TEMOS ONDE FAZER ESTE SERVIÇO.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço