Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Irmãs fashionistas que juntaram forças e criaram marcas incríveis

Irmãs fashionistas costumam dividir o closet. mas, em alguns casos, a parceria vai mais longe e dá origem a ótimas labels.

BËLË

irmas-fashionistas

(Bëlë/Divulgação)

“Estávamos cansadas de ver sempre a mesma coisa nas ruas e sentíamos que havia a necessidade de mais diversidade no sportswear”, diz Ebele Ojechi, lembrando os primeiros passos da etiqueta que comanda ao lado da irmã gêmea idêntica, Chimaka. Antes de apresentarem a primeira coleção no Ace Hotel, em Londres, em setembro passado, a dupla britânica, de origem nigeriana, já chamava a atenção por seu estilo nas redes sociais. “Nossos pais nos vestiam iguais o tempo todo quando éramos crianças. Acho que isso acabou ficando conosco”, conta Chimaka sobre os looks coordenados que figuram em seu perfil no Instagram. A label conta com moletons, parkas, T-shirts e calças jogging com shapes e cores inspirados nas vestimentas da Nigéria – a maioria das peças já sold out no site oficial. bele.bigcartel.com

FRAMED

irmas-fashionistas

(Framed/Divulgação)

Fundadoras do e-commerce Gallerist, as irmãs curitibanas Amanda, Mariana, Carolina e Fernanda Cassou decidiram usar seu know-how em moda para lançar uma etiqueta própria, a Framed. A coleção vem complementar a lista de grifes da butique e tem o universo das artes como fonte de inspiração. “Molduras geralmente possuem quatro lados e nós somos as quatro cabeças pensantes por trás do business: quatro estilos diferentes e quatro opiniões para agradar a todos os tipos de mulher”, diz Mariana. Para o début, a marca fez 35 peças influenciadas pelo trabalho do artista alemão Matthias Bitzer. As irmãs acertam em cheio na atemporalidade das roupas e na ideia de apresentar coleções, que serão chamadas de sessions, o ano todo. A próxima está marcada para julho. gallerist.com.br

FINCHITTIDA

irmas-fashionistas

(Finchittida/Divulgação)

Britânicas de origem asiática, Tida e Lisa Finch dividem seu tempo entre Londres e o Laos, tirando inspiração de ambas as regiões para criar suas joias statement, que vestem garotas de atitude, como a cantora FKA Twigs – a dupla assina a maior parte dos acessórios usados por ela em shows e apresentações. Os maxibrincos e chokers são os principais hits da dupla, que criou a etiqueta na época de graduação da faculdade. Enquanto Tida desenvolvia uma coleção para concluir seu curso de moda no 

Chelsea College of Art, Lisa criou todo o planejamento de branding, também como parte do projeto de conclusão de curso. As peças variam de £ 25 a £ 300 e podem ser adquiridas pelo site da grife, em que também é possível fazer encomendas sob medida. finchittida.com

THE FROCK

irmas-fashionistas

(The Frock/Divulgação)

Chaya e Simi foram criadas na Austrália, mas vivem em Nova York, onde recentemente lançaram a The Frock. “A maioria das pessoas, quando nos conhece, fica surpresa em saber que somos judias ortodoxas e usamos perucas e tudo mais, mas não nos vestimos da maneira mais tradicional”, conta Simi. “Encontrar o meio-termo entre ter um estilo mais fashion e respeitar nossa religião sempre foi um objetivo para nós tanto na marca quanto no nosso dia a dia”, completa. Segundo Simi, as criações da marca buscam tirar as mulheres de sua zona de conforto sem desrespeitá-las. Os vestidos são o carro-chefe da etiqueta, que também conta com uma butique- -brechó, onde é possível fazer escambos com roupas usadas e recorrer a um serviço de styling. “O que produzimos são peças essenciais para qualquer guarda-roupa e fáceis de combinar, mas sempre com uma informação de moda, uma textura especial ou um shape mais conceitual”, diz. thefrocknyc.com

MIMU MAXI

irmas-fashionistas

(Mimu Maxi/Divulgação)

As cunhadas Mimi e Mushki Notik não compartilham o mesmo DNA, mas se entendem como irmãs mesmo assim. O vínculo forte se deu graças a uma paixão mútua por garimpos vintage. “Quando Mushki e meu irmão ficaram noivos, ela me pediu ajuda para decidir entre dois vestidos para usar na festa de noivado e na hora vi que tínhamos o mesmo estilo”, recorda Mimi. “Começamos a passar muito tempo juntas e brincávamos de ter nossa própria marca para criar as roupas que queríamos usar, mas não encontrávamos”, diz Mushki. Na mesma semana, as duas foram ao Garment District, de Nova York, para explorar tecidos e materiais disponíveis e, em alguns meses, surgiu a Mimu Maxi. “Não esperávamos que fosse fazer tanto sucesso”, diz Mimi. Minimalista, a etiqueta conta com saias, tops e vestidos com shapes folgados, perfeitos para montar sobreposições estilosas. “Começamos criando peças que não encontrávamos. Mas no fim descobrimos muito mais que isso”, arremata Mushki. mimumaxi.com

TUDO ORNA

irmas-fashionistas

(Tudo Orna/Divulgação)

“Foi algo genuíno, que nasceu naturalmente em nós”, conta Débora Alcântara sobre o interesse em moda que divide com as irmãs Julia e Bárbara e deu origem a uma marca de acessórios, décor e beleza. “Começou de um jeito despretensioso. Nunca imaginamos que poderia se tornar o que é hoje.” Com um blog para complementar o business, o trio, nascido em Curitiba, não para. “Gerenciamos as três linhas e o blog. Então cada uma tem sua função”, explica. “Deixamos para tomar em conjunto as decisões mais importantes.” As bolsas de couro são um sucesso. “Os próximos objetivos são abrir o Orna Café e lançar um curso online para pessoas que queiram empreender digitalmente”, antecipa Débora. tudoorna.com

http://elle.abril.com.br/moda/irmas-fashionistas-que-juntaram-forca...

Por chantalsordi

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 173

Responder esta

© 2017   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço