Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Um estudo da Ocean Wise demonstrou que é possível reduzir a poluição de microfibras no mar com soluções que podem ser implementadas tanto ao nível da indústria de vestuário como do próprio consumidor.

[©Unplash]

A organização de conservação Ocean Wise desenvolveu uma análise que revela que existem passos simples que os consumidores podem seguir em casa e que a indústria de vestuário pode incutir na cadeia de aprovisionamento antes de vender têxteis e vestuário para reduzir a poluição no oceano causada pela libertação de microfibras.

Batizado “Domestic laundry and microfiber pollution: Exploring fiber shedding from consumer apparel textiles”, o estudo, publicado na revista científica Plos One e divulgado pelo Just Syle, oferece alternativas neste sentido, já que por terem menos de cinco milímetros, foram encontradas microfibras no plâncton, organismos consumidos por humanos, e também nos estâmagos de mamíferos marinhos no Oceano Ártico em profundidades até mil metros.

De forma a reduzir a problemática que vai muito além da poluição, a análise refere algumas opções que as produtoras de vestuário e as marcas podem adotar para reduzir a libertação de microfibras antes dos artigos chegarem à casa dos consumidores, nomeadamente implementar uma etapa de lavagem nas cadeias de aprovisionamento, uma vez que a maioria dos têxteis regista uma grande perda de fibras no primeiro ciclo de lavagem. O estudo sugere ainda que as empresas de vestuário devem explorar soluções na área do design para minimizar os resíduos.

Em prol das mudanças ambientais, a Ocean Wise analisou duas lavagens diferentes e acessíveis, a Filtrol e a LINT LUV-R, que conseguiram reter até 90% das microfibras, o que possibilitaria aos consumidores ter uma lavagem mais amiga do ambiente. Se os próprios construtores de máquinas de lavar incorporassem estes sistemas de captura de microfibras nos artigos que disponibilizam, seria libertada uma quantidade muito menor de microplásticos para o meio ambiente, indica o relatório da Ocean Wise.

O “Domestic laundry and microfiber pollution: Exploring fiber shedding from consumer apparel textiles” alerta para o facto de existir uma grande variedade de libertação de microfibras em diferentes têxteis, sendo que os materiais com maior libertação perdem 800 vezes mais fibras do que os materiais com menor libertação, o que ilustra o impacto positivo de um design de vestuário mais sustentável.

Mudança coletiva

«O que este estudo demonstra claramente é que as produtoras de vestuário e as marcas têm uma oportunidade única de incorporar essas descobertas no design de produtos mais amigos dos oceanos. Mas não são apenas as marcas, existem medidas que podemos tomar para parar a libertação de microfibras nas lavagens domésticas. Em conjunto, podemos alcançar a mudança sistémica que precisamos para nos protegermos contra a poluição por microfibras», afirma Laura Hardman, diretora de plásticos da Ocean Wise.


[©Unplash]

A iniciativa da associação é uma colaboração com a indústria de vestuário e agências governamentais para encontrar fontes e soluções para a presença generalizada de microfibras no meio ambiente. Entre as organizações parceiras que providenciaram à Ocean Wise amostras de têxteis que contribuíram para o estudo constam a Arc’teryx, Environment and Climate ChangeCanada, MEC, Metro Vancouver, Patagonia e REI.

«Estamos todos entusiasmados ao ver os resultados desta pesquisa de longo prazo divulgados e ansiosos por colocar estas recomendações em prática nos nossos processos de design e no desenvolvimento e fabricação de têxteis. Esperamos que este estudo ofereça medidas científicas e práticas para a nossa indústria», acrescenta Katie Wilson, gerente sénior de sustentabilidade social e ambiental da Arc’teryx.

https://www.portugaltextil.com/lavagens-podem-diminuir-a-poluicao-d...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 134

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço