Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Lojas Marisa recolherá peças de pele de coelho após denúncia de ONG e laudo do Senai que comprova que produto não era 100% Poliéster

ONG fez alerta sobre cachecol feito de pelo animal. Consumidor pode pedir devolução


 

Rio - A rede de lojas Marisa confirmou ontem denúncia do Projeto Esperança Animal (PEA) de que um cachecol comercializado como 100% poliéster é, na verdade, composto por pelos de animais. Em nota, a empresa anunciou que laudo técnico emitido pelo Senai concluiu que o produto é pele de coelho, diferentemente do que consta na etiqueta. Consumidores poderão levar a peça a uma das lojas e pedir devolução do valor pago (R$ 39,99), independente do estado de conservação.

A diretoria da rede varejista determinou o recolhimento do produto de todas as lojas e já fez contato com o fornecedor, solicitando esclarecimentos. “Jamais foi intenção da empresa comercializar qualquer produto dessa natureza”, destacou a companhia no comunicado.

A rede também está revisando o processo de controle da composição dos produtos. “A Marisa ressalta ainda que repudia qualquer tipo de aplicação e utilização de pele animal em suas peças”, conclui a nota.

 

FONTE:  O DIA

Exibições: 616

Responder esta

Respostas a este tópico

Lojas Marisa detecta pelo de animal em cachecol e recolhe peças

Por CMI Brasil


 

“O laudo técnico emitido pelo Senai concluiu que o produto é pele animal (coelho), diferente do que foi comprado e constava na etiqueta”, informa nota divulgada pela rede.

 

Polêmica
Marisa detecta pelo de animal em cachecol e recolhe peças
Weruska Goeking ( wgoeking@brasileconomico.com.br)

A diretoria da Marisa determinou o recolhimento do produto de todas as suas lojas e já contatou o fornecedor da peça solicitando esclarecimentos

A rede varejista Marisa confirmou a denúncia do Projeto Esperança Animal (PEA) que afirmou que um cachecol comercializado como 100% poliéster é, na verdade, composto por pelos de animais.

“O laudo técnico emitido pelo Senai concluiu que o produto é pele animal (coelho), diferente do que foi comprado e constava na etiqueta”, informa nota divulgada pela rede.

A diretoria da Marisa determinou o recolhimento do produto de todas as suas lojas e já contatou o fornecedor da peça solicitando esclarecimentos a respeito do ocorrido.

“Jamais foi intenção da empresa comercializar qualquer produto dessa natureza”, afirma a companhia.

A rede também informou que seu processo de controle da composição dos produtos negociados está em revisão, com o objetivo de tornar estes procedimentos mais eficientes.

 

Clientes

Os consumidores que adquiriram o cachecol e se sentiram lesados ou ofendidos poderão levar a peça até uma das lojas e obter a devolução do valor pago (R$39,99), independente do seu estado de conservação.

“A Marisa ressalta ainda que repudia qualquer tipo de aplicação e utilização de pele animal em suas peças”, conclui a nota.


http://www.brasileconomico.com.br/noticias/marisa-detecta-pelo-de-a...

Não acredito que as Lojas Marisas não sabia destas transação,  se ela não sabia, como anda o controle de qualidade desta  empresa ? Penso que isto seja a ganancia de empresários (Marisa e outros) sem ética e sem amor ao pais, que compram  a preços fora da realidade, talvez até com trabalhos escravos e que valorizam mais os lucros do que a sustentabilidade do planeta.


Luiz Bento Pereira disse:
Povo sem nada que fazer, coelhos nascem que nem ratos, porque ninguém implica com as vacas? E o couro das pobres vacas? Depois sou eu quem é portador de "acidez". E porque essas mesmas pessoas não vão lá pra floresta amazonica implicar com Deus, pois lá os bichos se alimentam de outros bichos o tempo todo ou então deveriamos faze-los ficar mergulhados no fundo do mar, para assistirem a chacina dos peixes. Cachorros vira-latas no meu tempo de criança viravam sabão, hoje a gente tem que tratá-los com respeito e carinho. Criança de rua voce pode pisar à vontade, é muita demagogia, muita falsidade e muita gente sem o que fazer.


izidro gomes xavier disse:
Estou de acordo com o Luiz Bento, pra que trocar se as peças com pele de coelho são bem mais valorizadas?  Se alguém soubesse da pele de coelho, pagaria muito mais, tenha certeza disso.
Há  pouco tempo comemos muita carne de coelho e tinha  até açougue especializadas nessas carnes gostosas. Realmente, é uma grande besteira . Devia ter criação de coelho para vender a carne e a pele.....mas o bichinho é selvagem.....

Luiz Bento Pereira disse:
Povo sem nada que fazer, coelhos nascem que nem ratos, porque ninguém implica com as vacas? E o couro das pobres vacas? Depois sou eu quem é portador de "acidez". E porque essas mesmas pessoas não vão lá pra floresta amazonica implicar com Deus, pois lá os bichos se alimentam de outros bichos o tempo todo ou então deveriamos faze-los ficar mergulhados no fundo do mar, para assistirem a chacina dos peixes. Cachorros vira-latas no meu tempo de criança viravam sabão, hoje a gente tem que tratá-los com respeito e carinho. Criança de rua voce pode pisar à vontade, é muita demagogia, muita falsidade e muita gente sem o que fazer.


izidro gomes xavier disse:
Acho pelo jeito que vocês têm mais de 50 anos e pensam como na idade média. Segundo os maiores pensadores ( Cristo, Buda e outros) a humanidade somente passará para outro estágio quando um crime cometido a qualquer ser vivo será um crime contra a humanidade.

izidro gomes xavier disse:
Estou de acordo com o Luiz Bento, pra que trocar se as peças com pele de coelho são bem mais valorizadas?  Se alguém soubesse da pele de coelho, pagaria muito mais, tenha certeza disso.
Há  pouco tempo comemos muita carne de coelho e tinha  até açougue especializadas nessas carnes gostosas. Realmente, é uma grande besteira . Devia ter criação de coelho para vender a carne e a pele.....mas o bichinho é selvagem.....

Luiz Bento Pereira disse:
Povo sem nada que fazer, coelhos nascem que nem ratos, porque ninguém implica com as vacas? E o couro das pobres vacas? Depois sou eu quem é portador de "acidez". E porque essas mesmas pessoas não vão lá pra floresta amazonica implicar com Deus, pois lá os bichos se alimentam de outros bichos o tempo todo ou então deveriamos faze-los ficar mergulhados no fundo do mar, para assistirem a chacina dos peixes. Cachorros vira-latas no meu tempo de criança viravam sabão, hoje a gente tem que tratá-los com respeito e carinho. Criança de rua voce pode pisar à vontade, é muita demagogia, muita falsidade e muita gente sem o que fazer.
Como pode acontecer isso? Seria interessante ser divulgado o nome do fornecedor da pele de coelho a preço de pele poliester. SE for made in China, que estas lojam aprendam a lição.

O erro está na etiqueta e não no fato de utilizar pele de coelho na peça de vestuário. Afinal estamos sendo susentáveis ao utilizarmos a pele de Coelho em peças de vestuário, após o abate do animal para o consumo da sua carne.

Não é tão difícil assim reconhecer uma pele verdadeira de uma em poliester.

Mas a Rede de lojas Marisa tentou mas foi pega. Aí, lança uma nota dizendo "que repudia qualquer tipo de aplicação e utilização de pele de animal..."  Isto é HIPOCRISIA. 

Esperamos que o Ibama multe (se for o caso) e que o Inmetro aplique a multa devida por informação em desconformidade da etiqueta com o produto, como eles fazem com os pequenos fabricantes.

 

MICHELE, obg por identificar mais uma pessoa esclarecida e que trabalha na área têxtil. Sou estilista, consultora de moda de várias empresas do setor há 30 anos. Sou uma protetora animal, ajudo ongs e nos resgates, porque existem ainda pessoas voltadas apenas para o seu próprio umbigo. Hj as marcas tem responsabilidade, quantos coelhos são necessários para fazer um casaco, quantas chinchilas?raposas e por aí vai. Temos peles sintéticas de excelente qualidade sem aumentar a criação de espécies para extração de suas peles. Convido a todos a engressarem no facebook e acompanharem as denúncias contra a indústria de peles chinesas. Não sou somente eu a denunciar, ongs de vários países como Peta e Greenpeace tem detectado com ajuda de alguns seres iluminados na China os animais serem escalpelados vivos...desculpem os adeptos de cachorros para fazer sabão, mas não acho que estamos nesse tempo, e espero sinceramente que pessoas com esse tipo de pensamento continuem em sua insignificância.

Gostaria de dizer que aqueles que maltratam animais na infância, são os mesmos que maltratam mulheres e crianças no futuro, a bondade e solidariedade é extensiva a todos. Gostaria de saber se as pessoas que atacam esse tipo de conduta,ajudam ongs de crianças carentes ou cobram das autoridades o cuidado com a assistência social?

Eu ajudo ongs de crianças, eu sou uma protetora animal com orgulho de ter entre meus amigos da área têxtil vários que compartilham do mesmo pensamento e ajudam a divulgar as marcas que comercializam tais produtos.

Desejo a todos um ótimo fim de semana, após palestra ontem em Farropilha na serra gaúcha, estou certa de que para o próximo inverno, o setor malharista saberá usar muito bem as peles sintéticas.

Denise Morais

Bento , a questão é... È realmente necessário? Se tivermos opções  temos que nos ater a ela...  A matança para sobrevivência é uma coisa, matar para a beleza é outra. Isso me vem na cabeça um filme de Van Dame  acho que era " O Alvo", onde ricos usavam seres humanos como objetos de caça....  Sem necessidade.  Se não é para sobrevivência e alimentação ... acho péssimo!

Luiz Bento Pereira disse:
Povo sem nada que fazer, coelhos nascem que nem ratos, porque ninguém implica com as vacas? E o couro das pobres vacas? Depois sou eu quem é portador de "acidez". E porque essas mesmas pessoas não vão lá pra floresta amazonica implicar com Deus, pois lá os bichos se alimentam de outros bichos o tempo todo ou então deveriamos faze-los ficar mergulhados no fundo do mar, para assistirem a chacina dos peixes. Cachorros vira-latas no meu tempo de criança viravam sabão, hoje a gente tem que tratá-los com respeito e carinho. Criança de rua voce pode pisar à vontade, é muita demagogia, muita falsidade e muita gente sem o que fazer.
Ja que os coelhos estão mortos mesmo, num tem mais o que fazer !porque não aplicar uma boa multa no fabricante e reverter este dinheiro par cuidar de animais de rua , porque isto a gente ve. Poucas pessoas tirando do proprio salário e as vezes são na maioria pessoas aposentadas que fazem isto sem ajuda de ninguem. o coelho ja ta morto retirar o produto da vendo porque? vende mais caro e reverte e situação, vai fazer o que com este produto queimar? faz leilão por uma boa causa

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço