Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

México leva à OMC o seu conflito com a China pelos têxteis

 

O México pediu oficialmente consultas na Organização Mundial do Comércio (OMC) pelos subsídios da China ao sector têxtil, segundo comunicado da organização divulgado nesta segunda-feira.

No seu pedido, o México explica que pediu consultas porque a "China parece manter uma grande variedade de medidas de apoio, directas e indirectas, aos fabricantes e exportadores de produtos têxteis e de indumentária", informou a OMC.

Estas medidas parecem implicar certos tipos de subvenções, inclusive exonerações fiscais, contrárias às regras do comércio internacional, segundo a notificação do México.

Entre as medidas mencionadas pelo México figuram "isenções fiscais, reduções, descontos, reembolsos para certos grupos de empresas; (...) isenções de certos impostos municipais; empréstimos subsidiados (...) e perdão de dívidas contraídas por bancos controlados pelo Estado".

"O México afirma que todas estas medidas são subsídios e têm um efeito desfavorável aos interesses" mexicanos, no comunicado que também cita medidas aplicadas pela China, segundo o México, como "os preços preferenciais (...) às empresas, descontos nos preços de electricidade, exportação e uso de algodão".

O pedido de consultas constitui um ponto de partida formal do procedimento para solucionar disputas no âmbito da OMC.

FONTE: ANGOLA PRESS

Leia mais em: http://www.portalangop.co.ao/motix/pt_pt/noticias/internacional/201...

Exibições: 524

Responder esta

Respostas a este tópico

Contra a China???

Mas os chineses não fazem nada de errado!!!

São eficientíssimos e tem alto padrão salarial, não tem trabalho escravo, trabalham só 8 horas por dia e tudo funciona com a participação popular... rsrsrs

O Brasil deveria fazer o mesmo!

 

Só estranho que nosso Governo, srªDilma, até o momento não nos tenha protegido desta absurda e escancarada porta protecionista CHINESA.Quem lê, lá visitou, tem muito a afirmar das situações anomalas da estrutura politica,social e escravajista chinesa.O Mexico, merece todo nosso apoio, nossa solidariedade e quiça inveja, da postura tomada,forte, vigorosa, que nos brasileiros, estamos vendo sob nossas cabeças,nossos bolsos,os chinas(sem querer ofender), estão leiloando nossas marcas, nossas confecções, facções, tecelagens e ninguem toma providencias, precisa o Mexico cutucar a ferida pra acordarmos!?!?! É o fim da picada, vamos cutucar tambem, e de imediato.

Alfredo Cardoso Neto. Faço minhas as suas palavras. Falaste tudo em poucas palavras, diretas e objetivas.

Até quando vamos agüentar, sem tomar nenhuma medida. Triste escutar do meu contador , que teve que fazer hora extra esse final de semana, para dar conta de tantas demissões de Confecçoes do Brás.

Com certeza, é triste sim, amigo Ilan, mas o mais triste é termos quase que a certeza de que o México, em pouco tempo, fará a lição de casa, protegendo suas industrias. Já, quanto á "NOSSA PÁTRIA AMADA BRASIL", infelizmente não poderemos dizer o mesmo. Temos inveja sim, amigo Alfredo e amiga Arlete, de países como o México, não somente por este ato, mas pela seriedade, serenidade e responsabilidade política e social com que usam as leis, no caso da OMC quanto às subvenções contrárias às regras do comércio internacional que a China o faz com propriedade (na cara de todos e ninguém fala nada), o que faz com que o tempo de espera de um veredicto da OMC seja bastante reduzido e possam tomar decisões unilaterais.

Já, quanto à "NOSSA PÁTRIA AMADA BRASIL", tudo é muito moroso, quando os interesses são da população. Quanto aos interesses, quando são dos políticos, melhor não comentar......

 

Abraços à todos!!!

 

Saudações amigo Baron!!!

Corretíssimo, Xará!

Aqui a agilidade "macunaímica" faz uma tartaruga manca parecer um bólido de F1.

É o "jeitinho" brasileiro de ser, por isso a grande dificuldade em deixar de ser país de 3º mundo.

Grande abraço!

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço