Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XV

Neste texto vamos conhecer as macrotendências identificadas por três fontes de origem bem distintas para misturar o contexto global com o regional. São elas o Senai Cetiqt, Colombiatex e WGSN.


Macrotendências Outono Inverno 2023
Crédito:DisobeyArt/iStock



Neste texto vamos conhecer as macrotendências identificadas por três fontes de origem bem distintas para misturar o contexto global com o regional.

- O caderno de macrotendências outono inverno 2023 do Senai Cetiqt representando uma visão brasileira deste universo

- O caderno de macrotendências outono inverno 2023 da Colombiatex ampliando a visão para o contexto latino americano

- O caderno de macrotendências outono inverno 2023 da WGSN agência de tendências internacional ampliando a visão para o contexto global

SENAI CETIQT

SIMBIOSE

Simbiose é a macrotendência identificada pelo Senai Cetiqt para o outono inverno 2023, publicada no portal Inova Moda Digital.

Esta macrotendência aponta que a humanidade vive um paradoxo entre ser a única espécie a ter consciência de pertencer à natureza e ao mesmo tempo ignorar os instintos de preserva-la, por construir tudo à sua imagem e semelhança.

Este paradoxo tem suas consequências e provoca alguns comportamentos.

Esta perda dos instintos de preservação, tão orgânicos nas outras espécies na natureza, representa um risco iminente à própria preservação da humanidade, por causa da destruição do meio ambiente pelo homem, agora em escala planetária.


Crédito:nensuria/iStock

A simbiose aqui identificada é o comportamento em massa, mesmo que descentralizado, de compromisso quase pessoal com a preservação e recuperação do meio ambiente, agora percebido pelas pessoas também como uma questão de autopreservação.

Este comportamento seria uma resposta à convivência das pessoas com os efeitos da destruição do meio ambiente, como por exemplo a pandemia do covid, que agora impactam não mais apenas o futuro da humanidade, mas também a vida presente de cada indivíduo do planeta.

Como a indústria da moda é um dos maiores sujeitos desta destruição ambiental, ela precisa agora restaurar os princípios de sustentabilidade, que podemos aprender com a própria natureza, para mudar.

Este conceito de Simbiose propõem uma estética onde a interseção entre as pessoas, a natureza e a tecnologia esteja em harmonia para disseminar novos comportamentos.

Seus macrotemas são:

- Energia vital

- Mudanças de estado

- Meta natural.

ENERGIA VITAL


Crédito:PIKSEL/iStock

Energia vital fala da força restauradora da própria natureza comparada à nossa capacidade de ação e de criação de tecnologia. Segundo este macrotema, é nosso desejo ser envolvido por esta força e por ela nos guiar para criar tecnologias sustentáveis.

Na moda, conversam com este macro tema técnicas tão tradicionais como o upcycling, até novas tecnologias como a economia circular por exemplo. Sempre considerando que a linha em comum entre estes dois extremos é esta energia vital que nos leva a aprender com a natureza.

MUDANÇAS DE ESTADO


Crédito:Vadym Pastukh

Mudanças de estado fala de um olhar para o corpo com a fluidez de gênero da natureza. Um olhar que cria uma nova narrativa deste corpo com atitude proativa e disruptiva.

Este macrotema fala de pluralidade, equidade, multe espécies e interconexão, questionando a narrativa binária e mercantilizada do corpo que restringe estas novas possibilidades para a vida em comunidade.

Na moda, este macro tema conversa com comportamentos como a inclusão social e a inclusão da diversidade de corpos.

METANATURAL


Crédito:naratrip boonroung/iStock

Metanatural fala da sinergia entre as comunidades do metaverso e a sociedade do universo natural. Propõem a simbiose entre o universo tecnológico e o orgânico.

Este macrotema fala de fantasia e de novas soluções, de sonhos e de uma nova realidade mais feliz.

Na moda este macrotema conversa com a estética dos sonhos possível no ambiente do metaverso, onde podemos desenhar roupas e acessórios impossíveis de produzir no universo orgânico.

E sonha que esta liberdade de criação venha a resultar também na criação de novas soluções para os problemas de sustentabilidade do universo natural.

Colombiatex

O Fórum de Tendências da Colombiatex fala de macrotendências identificando o que eles nomearam como quatro estéticas de design.

São elas: Reciprocidade, Esperança, Abrigo e Harmonia.

Reciprocidade


Crédito:Hector Pertuz/iStock

A Reciprocidade é um macrotema que considera a natureza como um ser vivo com o qual coabitamos, em uma relação de reciprocidade.

Esta visão implica em entender que os benefícios e a segurança que buscamos para nós seres humanos, precisam agora beneficiar e proteger a natureza junto conosco.

Enfim, daqui para frente é preciso desenvolver tecnologias e produtos onde esta reciprocidade de benefícios seja real.

Na moda isso implica em criar produtos e processos produtivos que tragam valor agregado para o ser humano junto com o meio ambiente.

Esperança


Crédito:svetikd/iStock

É um macrotema que expõe a estrutura interna das coisas, revelando o nosso eu mais íntimo.

Na moda isso se revela em uma estética de "cortes inesperados", valorizando fraturas e cicatrizes como sinais de uma vida vivida com luta ao invés de valorizar a perfeição como um fundamento da beleza.

Refugio


Crédito:RgStudio/iStock

Refugio mistura tradição com modernidade quando resgata a eficiência, utilidade e adaptabilidade da arte e da sabedoria de gerações passadas. Quando prova o quanto a competência destes saberes é necessária à ordem em nossas vidas atualmente.

Na moda esta estética encontra sua "beleza em linhas precisas, arte histórica, equilíbrio de luz e tec...

Harmonia


Crédito:FollowTheFlow/iStock

Este macrotema sugere pesquisas que encontrem inspiração também fora da sua categoria de produto.

Fala de como o detalhamento do design de diferentes áreas tem uma harmonia que soma uns aos outros.

Na  moda, é um convite para influenciar o desejo dos consumidores pela harmonia do design em parceria com o domínio das propriedades das cores.

WGSN

O último documento da WGSN sobre as macrotendências para estes anos é uma continuidade dos dois documentos anteriores publicados pela agência e comentados em nossos dois últimos textos sobre este tema.

Porém, este último documento dá um passo à frente destacando que em 2023 o fator psicológico dominante pode ser definido na realidade como uma pluralidade emocional.

Pluralidade Emocional


Crédito:PeopleImages/iStock

Este conceito aponta mais do que uma sequência de múltiplos sentimentos alternantes como medo e esperança, raiva e pena, otimismo e desespero, mas também como a própria alternância entre “esqueça tudo isso e repita o ciclo”.

O estado de Pluralidade Emocional aflora tantos sentimentos sem uma lógica previsível graças a este mundo em constante mudança, cada vez mais complicado em que estamos vivendo.

Do ano de 2020 para cá vivenciamos sentimentos exacerbados ou suavizados por causa do ritmo alucinante das mudanças e de uma dificuldade de assimilar tantas emoções, na mesma velocidade que estas mudanças ocorrem.

Em 2023, vamos vivenciar uma mudança na capacidade de aceitação e gerenciamento de tão diversos estados emocionais. Isto é a Pluralidade Emocional.

Impulsionada agora por novos motivos, as instituições tradicionais sofrerão reformas, valorizando a comunidade e promovendo o otimismo.

Em outras palavras, os sete macrotemas – Reforma Radical, Proteção e Segurança, Paradoxo Tecnológico, Comuni... continuam sua trajetória, porém com contornos e metas cada vez mais definidos.

Vamos avaliar como estes contornos e metas mais definidos se revelam na prática em um destes macrotemas.

Reforma Radical em evolução


Crédito:FilippoBacci/iStock

A Reforma Radical fala do compromisso de fazer acontecer mudanças estruturais na sociedade, que em sua maioria ainda permanecem no plano das promessas.

A crescente conscientização das desigualdades sociais, raciais e educacionais que acontece neste momento histórico é a base de questionamentos cada vez mais claros e profundos sobre as estruturas da sociedade, que por sua vez, estão levando as pessoas a pressionar as instituições para resolver a causa dos problemas, não apenas os sintomas.

Isto é, está cada vez mais claro que se estas estruturas geram e sustentam estas desigualdades, mudanças estruturais são o único caminho para a solução da causa dos problemas.

Mas um outro fator também se destaca na força da demanda por estas mudanças estruturais. É a consciência de que cada indivíduo é responsável por suas ações. O engajamento nas mudanças agora é pessoal e inadiável. Isso tem feito muita diferença na eficiência desta força.

Na prática, os consumidores vão exigir estas mudanças estruturais das empresas de varejo, que serão o vetor de cobrança destas mudanças em todo o resto da cadeia produtiva.

O Fifteen Percent Pledge por exemplo, é uma ação coletiva que promove a consciência americana de que se os negros são 15% da população, as empresas varejistas deveriam dedicar 15% de seu espaço de prateleira às marcas de propriedade dos negros.

Com mais de 28 varejistas, conseguimos transferir quase US$ 10 bilhões de receita para negócios de propriedade de negros. 15percentpledge-org

Crédito:wildpixel/iStock

Outro exemplo é o movimento “The Board Challenge” que luta para melhorar a representação de diretores negros nas salas de reuniões de empresas públicas e privadas dos EUA.

Iniciativas deste gênero vão ganhar força até 2023, abrindo o caminho para iniciativas com estas e outras demandas como a sustentabilidade por exemplo.

Em outras palavras, para cuidar do sucesso da sua oportunidade de negócio busque transparência em todas as suas iniciativas de sustentabilidade, inclusão social e diversidade. Torne públicas as suas metas e resultados e publique as atualizações de forma regular e detalhada.

Pesquise como as grandes empresas estão fazendo para engajar a opinião pública em suas metas e projetos. Crie suas próprias metas, mas aprenda como engajar o seu público com chamadas para a ação eficientes e produtivas.

WGSN Economia do Cuidado: tendências de moda com foco em bem-estar


Crédito:petrunjela/iStock

Esta é uma das principais tendências para o mercado de moda identificada por esta agência. Ela aponta que os consumidores estarão cada vez mais interessados em produtos, serviços e ambientes que cuidem de si mesmo, dos outros e de suas coisas.

Este comportamento seria uma resposta ao acentuado aumento do custo de vida e à urgência de sustentabilidade nos processos produtivos e comerciais para não continuar a destruir o planeta.

Esta tendência deve ter seu ápice já no ano de 2024!

Produtos e Serviços desta economia do cuidado


Crédito:AaronAmat/iStock

Desde produtos relaxantes, produzidos com materiais táteis que controlem a temperatura corporal por exemplo, até uma moda multifuncional para um estilo de vida mais flexível.

O importante é atender aos desejos de um consumidor preocupado com o seu bem estar e o do próximo, sem deixar de priorizar a sustentabilidade de seus produtos e serviços de consumo.

O design responsável comprometido com a longa duração de uso dos produtos, somado à economia de reparos fazem parte deste novo cenário.

Este contexto melhora as oportunidades de negócios como serviços de reparo na jornada pós compra dos produtos por exemplo.

Afinal, este é um tipo de procedimento que cria um relacionamento duradouro com o consumidor, ao mesmo tempo que estimula um comportamento ecológico de consumo.

Gostou deste texto "Macrotendências Outono Inverno 2023" ?

Não perca os próximos textos da série com as tendências de cores e estampas, tecidos e modelos e os lançamentos Outono Inverno 2023 da Moda Brasileira.

Aproveite também para acessar o app.Modacad e conhecer nossos modelos com moldes para o corte e costura. Faça mais! Experimente na tela do app suas amostras de tecidos nos modelos para fazer suas criações. É só fazer o upload das imagens para começar a trabalhar.

O acesso ao app.Modacad é gratuito e ilimitado!

Faça parte do nosso trabalho e compartilhe nosso post ajudando a divulgar o blogModacad.

Acompanhe também nossas redes sociais no Instagram, Linkedin, Facebook, Pinterest e canalModacadYoutube.

https://blog.modacad.com.br/macrotendencias-outono-inverno-2023-2/

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 58

Responder esta

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço