Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Mais de 5.100 Vagas entre Carretéis, Tecidos e Agulhas


Tania se especializou e sabe trabalhar nas três máquinas de costura na confecção: overloque, reta e colorete

A brincadeira de criança com carretéis e tecidos pode se transformar numa carreira com rendimentos mensais de R$ 1.500 e que, atualmente, oferece 5.100 vagas de emprego no Estado do Rio. Como uma herança passada de mãe para filha, a profissão de costureira foi o caminho natural para a paraibana Tania Maria Duarte, de 32 anos, que sempre conviveu com máquinas de costura.

— Tudo o que sei aprendi com minha mãe. Sempre trabalhei em casa, mas quando vim morar no Rio, há seis anos, consegui meu primeiro emprego numa fábrica. Para ganhar um dinheirinho a mais, faço também trabalhos particulares. Tenho oito máquinas em casa — afirma.

Com o sonho de abrir uma confecção própria, Tania começou a investir em cursos de qualificação na área. A costureira faz as próprias modelagens e sabe trabalhar nas três máquinas de costura: overloque, reta e colorete.

Quem também está em busca de cursos para aperfeiçoar o que aprendeu na prática aos 13 anos é Lilian de Souza, de 31 anos. Sempre preocupada em garantir a carteira assinada como funcionária de confecções, a costureira quer ir além.

— Os benefícios são muito importantes para mim, mas para melhorar a renda é preciso fazer outros trabalhos, como peças em casa para as fábricas. Para isso, é importante fazer o curso de modelagem — diz.

A responsável pela área de moda do Senac Rio, Meg Teixeira, afirma que o mercado de trabalho no setor está num momento favorável, mas é preciso seguir o exemplo de Tania e Lilian:

— É uma profissão que a maioria aprende em casa, mas, hoje em dia, as empresas exigem qualificação. Quanto mais preparadas as costureiras, menos são as perdas na produção.

Atuação é ampla

O campo de atuação de uma costureira é bastante amplo. Além de fazer trabalhos particulares em casa, as profissionais podem ser funcionárias de uma confecção ou prestar serviço para as fábricas, ganhando por peça produzida.

— O salário gira em torno de R$ 600, mas muitas costureiras também trabalham para as fábricas em casa, recebendo por produção. Elas podem ganhar de R$ 2,50 a R$ 16 por uma peça. O valor varia de acordo com a complexidade da roupa — explica a dona da Fabbrica Due, Rose Torres.

A empresária conta que investe em treinamento para as funcionárias e diz que é preciso disposição para se destacar. Rose afirma que uma boa costureira precisa saber trabalhar nas três máquinas de costura e deve conhecer o objeto de trabalho.

— Não podemos ter uma profissional que saiba trabalhar em apenas uma máquina. É fundamental conhecer a overloque, a reta e a colorete. Além disso, as trabalhadoras devem conhecer o básico da mecânica das máquinas, para facilitar e otimizar o trabalho.

Vagas

Essa semana, os balcões de emprego do Estado do Rio oferecem 5.155 vagas de emprego para costureiras.

Curriculum

Na consultoria, há oportunidades para profissionais com experiência em diferentes áreas. São 1.950 chances para costureiros de máquina reta, para trabalhar com roupas sociais; 765 costureiros retistas; 1.100 para costureiros; 570 para costureiros overloquistas para trabalhar com lingerie; 112 para costureiros overloquistas e 500 para costureiros retistas para trabalhar com jeans. Todas as vagas são para atuação na capital, com exceção das vagas de costureiros, que são para Magé. Os salários não foram divulgados. Os interessados devem se cadastrar no site www.curriculum.com.br e se candidatar às vagas de interesse. Depois de uma pré-seleção, a consultoria entra em contato com os selecionados.

CATRJ

A Central de Apoio ao Trabalhador (CATRJ) oferece 30 vagas para costureiras. Para se candidatar, é preciso ir à sede da central, que fica na Rua Chaves Faria 260, em São Cristovão. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. É preciso levar carteira de trabalho, CPF e cartão do PIS para fazer o cadastro.

Ceat-RJ

O Centro de Atendimento ao Trabalhador está selecionando para 28 chances de costureira. Os interessados devem procurar os postos da Ceat, que ficam nos seguintes endereços: Avenida República do Chile 245, no Centro; Praça Dom Romualdo 11, em Santa Cruz; Largo da Penha 19, na Penha. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. É preciso levar carteira de trabalho, CPF, identidade e PIS.

Sine

Em Teresópolis, a agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine) oferece seis vagas. Para realizar o cadastro, o candidato deve levar a carteira de trabalho, identidade, título de eleitor e CPF. A agência fica na Travessa Ranulfo Feo 36, loja 42, Várzea. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h30m às 16h30m.

Senac

O Senac-RJ é uma das instituições que oferecem curso de qualificação para costureiro, com 160 horas. Para se inscrever, é preciso ter concluído o ensino fundamental. O valor das mensalidades não foi divulgado pela instituição, mas nas unidades de São Gonçalo, Campo Grande, Duque de Caxias e Bonsucesso e no instituto Politécnico, no Riachuelo, o curso é aberto ao programa de gratuidade. Os interessados devem se informar pelo site ww.rj.senac.br.

Senai

No Senai-RJ, os cursos são de qualificação e de aperfeiçoamento profissional. No primeiro caso, as opções são de Assistente de Modelagem; Costureiro de Produção de Moda Íntima; Costureiro de Produção de Moda Malha e Noite; Costureiro de Produção de Moda Jeans; Mecânico de Manutenção de Máquina de Costura; Operador de Máquina de Costura Industrial; Supervisor de Confecção. Para a segunda, há Costura em Máquina Colarete; Costura em Máquina Overloque; Costura em Máquina Reta; Costura para Tecido Plano; Modelagem de Malha e Lycra; e Modelagem de Moda Íntima, entre outros. A instituição não divulgou o valor das mensalidades. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone 0800-023-1231.

Escola

A Escola de Costura e Modelagem oferece diversos cursos, entre eles o de Costura e Acabamento, em seis meses. O pagamento pode ser feito em sete vezes de R$ 119. As informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 3826-1847.

Fonte:|extra.globo.com/emprego|

Exibições: 447

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço