Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Marca anuncia que não vai mais trabalhar com modelos brancas

Embora regra seja excludente à primeira vista, é pró-inclusão. Queremos alcançar pessoas que não são representadas na indústria', diz criador da grife.

A MOGA, marca australiana especializada em lenços de cabeça e xales, já é conhecida em seu país como uma grife comprometida com questões sociais — tanto que um dos seus itens mais vendidos é um tecido com as cores da bandeira do arco-íris, feito em comemoração da legalização do casamento homoafetivo na Austrália.

Agora, a empresa tomou uma decisão impactante: ela não vai mais contratar modelos brancas para as suas campanhas. “Fiz esta regra para ser o ponto inicial de um debate que acho muito importante: a raça e a sua representação na indústria da moda”, explicou Azahn Munas, fundador da marca, para a revista Teen Vogue.

“Quero explorar a noção do ‘poder branco’ na moda e porque tantas pessoas estão perpetuando esse conceito — conscientemente ou não. Embora ela seja excludente à primeira vista, é em nome da inclusão. Queremos alcançar pessoas que não são representadas na indústria.”


A nova regra foi divulgada durante uma ação da MOGA que procura modelos para o próximo ano. Podem participar mulheres de todo o mundo, com ou sem experiência prévia, de todos os tipos de corpos e raças — exceto brancas caucasianas. “Desculpa, meninas, achamos vocês absolutamente lindas, mas, infelizmente, essa não é para vocês”, diz o texto.

Para explicar melhor o posicionamento, a marca publicou um vídeo, feito com bonecas em stop motion — veja abaixo, em inglês e sem legendas. “É importante falar sobre assuntos a respeito dos quais não estamos confortáveis, e raça é uma delas. E quanto mais falamos desses assuntos como sociedade, mais perto chegamos de entender a complexidade deles e avançar para nos tornarmos mais respeitosos e inclusivos.”


Exibições: 617

Responder esta

Respostas a este tópico

   Embora ela seja excludente à primeira vista, é em nome da inclusão. Queremos alcançar pessoas que não são representadas na indústria.”

assim é cobrir um santo para descobrir outro.

ola boa tarde ?!

nome é Marcos , sou Designer de Moda e Modelista, trabalho com prestação de serviços de facção, desenvolvimento de produto e modelagem, temos digitalização, ampliação, damos aulas de modelagem manual e CAD Audaces ,
desenvolvo modelagens para todo o brasil , para Billabong, quicksilver , Siberian, Ellus, BobStore entre outras marcas , fazemos no sitema Audaces através de foto, croqui e ou peça pilotos enviadas pelo cliente , enviamos o arquivo nos tipo , ADS (original Audaces), PLT, DXF onde podem ser abertos em qualquer sistema CAD do mercado e ou plotter. Desenvolvo modelagem , masculina e feminina, todos os tipos de tecidos,  Forneço para todo o Brasil, via correio, se for em papel kraft (80gr), ou por e-mail, pelo sistema CAD AUDACES.

Posso supervisionar o desenvolvimento, em visitas periódicas as empresas assessoradas.

Entre em contato, pelos telefones

12 -991006458

12- 34116360


aguardo seu retorno e contato.
www.moldecerto.arteblog.com.br
marcojorge01@gmail.com

 

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço