Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Marca de Acessórios Victor Hugo Lança Roupa e Busca Loja em Londres

Os 30 anos produzindo bolsas e acessórios de couro fizeram a fama da marca Victor Hugo. Mas, agora, a empresa quer fazer história no segmento de prêt-à-porter. "Quero mostrar que entendo de roupa", diz o empresário uruguaio Victor Hugo Gonzales, criador da marca, que possui fábrica no Rio de Janeiro. O empresário apresentou sua primeira coleção de roupas, para o inverno deste ano, na sexta-feira em São Paulo. "Acredito que esse seja o momento certo, tanto para a empresa quanto para o país".
As primeiras peças de vestuário feminino começam a chegar às 60 lojas da marca (são 20 próprias e o restante franquias) em março. "Em princípio, vamos adequar as lojas já existentes para receber a linha de roupas", diz Gonzales, que já possui uma loja em Nova York e procura um ponto para abrir em Londres. "Também gostaria de abrir loja em Hong Kong", diz o empresário, que acredita que a Victor Hugo pode ser, cada vez mais, uma marca de "life style" - já dispõe de relógios, óculos, além dos acessórios de couro e roupas.

Victor Hugo está na direção criativa do prêt-à-porter. Há peças feitas no Brasil, mas a produção nacional não é regra. Em alguns casos, a empresa produz na Índia ou na Itália. As estampas são feitas por um estúdio em Nova York.

Na coleção de moda feminina, há peças para várias ocasiões. Há calças jeans, polos e jaquetas de couro, para um momento mais casual, além de peças de alfaiataria e até vestidos bordados, para momentos festivos. A coleção prima pelo requinte dos tecidos, como cetim de seda e chifon, e pelos detalhes manuais. As estampas de animais, como o leopardo, estão por toda a coleção. Entre os destaques da linha está a jaqueta de couro com a gola bordada de paetês feita artesanalmente na Índia, que chegará às lojas por cerca de R$ 3 mil.

Na linha de bolsas, destaque para a coleção de peças bordadas manualmente de paetês furta-cor. Conforme se passa a mão na superfície da peça, o sentido dos paetês se altera e as bolsas mudam de cor. As bolsas de paetês terão preços que vão de R$ 1.200 a R$ 2.800. Há ainda modelos de bolsas superexclusivos, como a feita de pele de píton colorida, que não sairá por menos de R$ 8.200. (VB)

Fonte:|http://www.valor.com.br/empresas/2499478/marca-de-acessorios-victor...

Exibições: 261

Responder esta

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço