Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Marta Suplicy defende incentivo de mais de R$ 7 milhões a estilistas



A ministra da Cultura marcou presença nesta sexta-feira (1) no SPFW e concedeu entrevista exclusiva ao Terra



A ministra da Cultura acompanhou pelos jornais os primeiros dias da semana de moda paulistana Foto: Ricardo Matsukawa / Terra A ministra da Cultura acompanhou pelos jornais os primeiros dias da semana de moda paulistana

A ministra da Cultura Marta Suplicy visitou nesta sexta-feira (1) o SPFW e falou sobre as verbas públicas de incentivo aos estilistas Alexandre Herchcovitch, Pedro Lourenço e Ronaldo Fraga, no total de mais de R$ 7 milhões, conseguidas através da Lei Rouanet. “A ideia não é patrocinar um ou outro estilista, é patrocinar quem pode levar o nome do Brasil para fora”, disse Marta em entrevista exclusiva ao Terra. Segundo a ministra, eles não conseguiram a verba apenas por serem famosos. “Na internacionalização, não é qualquer um”, explicou.

A ministra foi questionada sobre o assunto novamente em entrevista coletiva à imprensa e disse que não privilegiou qualquer estlista e que qualquer um pode estar na semana de moda mais importante do mundo, a de Paris, e outros dois na de Nova York ou outros eventos importantes. "A pessoa não vai lá bater na porta e dizer que quer entrar no desfile de moda em Paris, são estilistas que se construíram para fazer esse pleito", declarou. 

Marta afirmou que os estilistas envolvidos em projetos aprovados pela lei “fizeram história” ao abrirem a oportunidade de qualquer estilista se beneficiar do incentivo. “Antigamente, se um estilista quisesse entrar, teria que ir em artesanato e design. Com o pedido que eles fizeram, o espectro foi ampliado para muitas áreas, como a conservação de acervo, formação de estilistas, internacionalização da moda, tradição e simbolismo”, afirmou.

Sobre a polêmica criada em relação a moda fazer ser considerada ou não "cultura", a ministra disse que "as coisas entraram nos eixos". "O Ministério da Cultura não pode achar que ópera é melhor que música popular, temos que acolher a cultura toda. Foi uma polêmica benéfica", afirmou. Ela explicou que o projeto passa por avaliação técnica e que muitas vezes uma parte da verba pedida é cortada. 

A ministra ainda exaltou a importância da semana de moda paulistana para o Estado de São Paulo e o Brasil como um todo. “Isso aqui é muito forte e se coloca muito bem no mundo todo”, disse. Marta considerou que eventos como o SPFW ampliam toda a cadeia produtiva, “desde os estilistas, passando pelas costureiras, até quem faz o botão e o zíper”. “É uma conquista para os brasileiros”, concluiu.

http://moda.terra.com.br/spfw/famosos-no-spfw/marta-suplicy-defende...


Exibições: 550

Responder esta

Respostas a este tópico

Essa é a maior pilantra.

Enquanto isto o nosso algodao colorido chegou em tokyo e foi um sucesso, sem verba nenhuma mas vamos ver se quando prepararmos o projeto de moda ela vai aprovar, ja que estamos abrindo as portas do mundo para a moda ecologica  com materia prime desenvolvida no brasil, artesanato brasileiro, vamos ver se nosso projero vai ser aprovado, porque ja tem um monte de estilistas em sao paulo preparando colecoes com artesanato nordestino por puro oportunismo somente para se enquadrar na lei rouanet, nos ja fazemos isto a doze anos, mas somos da paraiba, entao nao tem valor, ainda bem que o mundo nos valoriza como foi o caso de tokyo,   que abriu as portas para nós,  obrigado povo japonês

O Que achoo é que incentivo é dado so a quem já esta inserido no rool da fama,...nunca foi extensivo a quém realmente so tem ideia e não tem dinheiro,...as grandes ideias estão nos perifericos que si formam e so fica com a formatura e a coleção sem apoio.

no minimo tem algum estilista do PT precisando da verba , para fazer o novo uniforme do partido para as eleiçoes e para a copa

Ai e onde voce se engana estes ai que ela ajudou sao todos ddo ligados ao psdb pois sao de sao paulo e minas isto lhe diz alguma coisa? nos estilistas que fazemos parte do pt nos damos ao respeito  infeliz mente  este e um partido democratico e tem de tudo desde pessoas decentes ate  os pulhas, porem melhor ser deste do que do psdb, este sim so tem pulhas

não importa o partido , para mim é pleonasmo vicioso dizer politico ladrao, deve ter uma minoria de 10% que não o é e essa senhora Marta Suplicio é uma despota metida, e provavelmente para os que ela está enviando essa grana nem estilistas devem ser. Como foi no caso dos ceus em Sao Paulo no qual uma amiga dela sexologa co-autora de seus livros assinou as plantas arquitetonicas no lugar dos engenheiros e recebeu a grana como arquiteta,

 

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço