Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Moda com significado estimula transformações sustentáveis no setor têxtil

Saiba mais sobre as quatro décadas de experiência da Lunelli na indústria têxtil catarinense.

Moda com significado estimula transformações sustentáveis no setor têxtil

Com mais de quatro décadas de experiência, a Lunelli, indústria têxtil catarinense detentora das marcas Lunelli, Lez a Lez, Lunender, Alakazoo, Fico, Vila Flor, Graphene e Hangar 33, está entre as empresas mais atuantes em relação aos compromissos com a sustentabilidade do setor no Sul do país. Investindo estrategicamente em tecnologia, a companhia alinhou de forma contínua as suas operações aos princípios ESG (Governança ambiental, social e corporativa), tendo ao passar dos anos se destacado como um exemplo de responsabilidade ambiental, práticas sociais e governança sólida.

Já há várias décadas, a empresa incentiva ativamente o conceito de sustentabilidade dentro do mercado, se posicionando em diversas frentes. A presidente da Lunelli, Viviane Cecilia Lunelli, explica que o movimento se relaciona diretamente com a mensagem que a empresa deseja transmitir aos consumidores e sobre o legado que querem deixar no planeta. “Estamos certos de que a jornada é contínua e temos muitas oportunidades para fortalecer o nosso impacto positivo no mundo, procurando alternativas para reduzir o consumo de recursos naturais ao mesmo tempo em que propomos uma moda que leve significado para a vida de quem escolhe vesti-la’’, afirma.

O envolvimento da empresa nas questões sustentáveis incluiu uma relevante presença no COP28, a renomada conferência internacional da ONU sobre clima, realizada no ano passado em Dubai. No encontro, a empresa compartilhou a sua jornada de sustentabilidade, reforçando o compromisso sobre os ideais de uma abordagem responsável na produção têxtil. A participação teve vez nos paineis "Moldando um Futuro Sustentável: Criando uma Indústria de Moda e Beleza Sustentável" e "Histórias de sucesso sobre governança e desafios ESG". Sob a visão central de "Fazer moda com significado que promova impacto positivo no mundo e para todos", foram destacados os avanços significativos da Lunelli nas práticas ESG.

Esta participação reforçou o quanto as estratégias estão moldando o futuro da companhia com inovação e responsabilidade ambiental e social, de forma planejada. Segundo Viviane Cecília Lunelli, a COP28 foi mais uma etapa concretizada com orgulho na jornada em direção à colaboração por uma indústria da moda mais sustentável. " A moda que criamos tem o potencial de influenciar de forma positiva a todos os stakeholders, impulsionando a inovação e adotando práticas responsáveis em todas as fases de nossa cadeia de valor. Estamos entusiasmados por compartilhar nossa jornada e o compromisso de fazer moda com significado com a comunidade global”, destaca.

Ainda de acordo com a sua presidente, a Lunelli conta no momento com uma visão bastante clara em relação à agenda ESG. "Fazemos moda com significado com o objetivo de promover impacto positivo no mundo e para as pessoas. Nós acreditamos que todo investimento, seja ele ambiental, social ou governamental traz resultados para todos os aspectos do negócio e para o meio onde estamos inseridos” afirma. Indo ao encontro dessa preocupação, a empresa se dedicou de forma especial a desenvolver durante o ano uma iniciativa própria para impactar e incluir clientes, fornecedores e a comunidade onde atua. Através do projeto "Walk The Talk", especialistas de diferentes setores lideraram diálogos abertos sobre práticas ESG, destacando a coesão e consistência no setor. Abertos a todo o público, os encontros abordaram os temas de Governança, Ambiental, Social Externo e Social Interno, sendo realizadas em diferentes praças - respectivamente, em Jaraguá do Sul (SC), São Paulo (SP), Maracanaú (CE) e Curitiba (PR).

Ao mesmo passo em que priorizou causar um impacto positivo através de discussões sobre sustentabilidade, no decorrer do ano, a Lunelli também registrou significativos avanços práticos. Os investimentos em tecnologia foram uma marca do período, visando a economia dos recursos naturais e a promoção de práticas cada vez mais sustentáveis nas unidades de produção. Uma das novidades de destaque esteve na implantação de maquinário de tecnologia italiana na impressão para têxteis, responsável pela produção de 8,7 milhões de metros de malhas e tecidos estampados digitalmente. A operação resultou em um aumento de produtividade de 20%, acompanhado por uma economia de pelo menos 15% no consumo de água em todo o processo produtivo, quando comparado ao método tradicional. Além disso, o equipamento proporciona um tecido com maior lavabilidade. Outro benefício rege a eliminação de perdas e geração de resíduos durante o processo de encaixe de desenho, reduzindo em 90% o tamanho de amostras para conferência de cores.

Sustentabilidade

A sustentabilidade ao longo da cadeia de valor é de extrema importância para a Lunelli. Nesse contexto, a empresa apoia integralmente o movimento BCI, ou "Better Cotton Initiative", que defende que 100% dos fios de produção de malha estejam alinhados com práticas sociais e ambientais na cadeia do algodão. A Lunelli adotou diversas outras iniciativas em suporte à causa, como o uso de Algodão Reciclado, Algodão Responsável, Algodão Colorido, a criação da Coleção Colors, implementação de Ecodenim, Ecovero, Sacola Biodegradável e a obtenção de um Sistema de Gestão Ambiental Certificado. Todas as ações têm como objetivo reduzir o impacto ambiental da produção.

Em 2023, a Lunelli também assinou o Pacto Global da ONU, demonstrando verdadeiro interesse em contribuir com práticas responsáveis para a construção de um futuro mais sustentável e inclusivo, em diversas frentes. A adesão introduziu princípios dos nomeados "Objetivos de Desenvolvimento Sustentável" (ODS) nas suas práticas comerciais e operações diárias, tendo a intenção de abordar e colaborar com desafios considerados globais. Na sua agenda ESG, a empresa prioriza especificamente as metas Saúde e bem-estar (ODS 03), Educação de qualidade (ODS04), Igualdade de gênero (ODS 05), Água potável e saneamento (ODS06), Trabalho decente e crescimento econômico (ODS08), Redução das desigualdades (ODS10), Consumo e produção responsáveis (ODS12) e Ação contra a mudança global do clima (ODS13).

Gestão de Pessoas

Outra iniciativa contínua da gestão está direcionada ao desenvolvimento de seus funcionários e o fomento da felicidade no ambiente de trabalho. Com uma equipe de 4,6 mil colaboradores, sendo 68% mulheres e 32% homens, a Lunelli coloca a prioridade no bem-estar da equipe, reconhecendo que o sucesso da empresa está intrinsecamente vinculado à felicidade e satisfação dos trabalhadores. A oferta de bolsas de estudos, em programas de capacitação e treinamentos, tem proporcionado constante aprimoramento de habilidades e avanço nas carreiras.

O foco em torno do desenvolvimento de pessoas tem sido fortemente mantido através do Centro de Treinamento Abílio Lunelli. A iniciativa já celebra, em quase uma década de atividades, a formação de mais de 600 profissionais. O centro vem contribuindo de modo contínuo, desde 2015, para a qualificação técnica voltada à excelência no ambiente de trabalho, e vai além. Diversas turmas têm formado alunos engajados por meio da capacitação em torno de habilidades interpessoais, as chamadas "soft skills", além da promoção de boas práticas associadas aos valores da cultura da empresa.

A gestão de pessoas visando a diversidade, a inclusão e o respeito tem sido outro tema trabalhado dentro da agenda ESG. Em 2023, a Lunelli iniciou o programa "Respeito inspira Respeito", uma política de diversidade dedicada à promoção da inclusão e representatividade. A proposta abrange diversos públicos, como LGBTQIAP+, pessoas de 50 e 60 anos, Pessoas com Deficiência (PCD) e indivíduos com representatividade racial e étnica. Lideranças e grupos de trabalho estão colaborando no desenvolvimento de diretrizes e metas para um novo plano de diversidade e inclusão. Para completar, a Lunelli revisou seu Código de Conduta em conformidade com os princípios do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), especialmente nos temas de integridade, transparência, equidade, responsabilização e sustentabilidade. Essa atualização prima por promover um ambiente íntegro, enfatizando escolhas e condutas individuais.

Lunelli

Diante do cenário de transformações do setor têxtil, a Lunelli reafirma todos os dias o seu compromisso com as próximas gerações. A busca incessante por alternativas competitivas que reduzam o impacto ambiental e que contribuam para o despertar de um futuro mais sustentável já faz parte do seu DNA. Investindo estrategicamente em tecnologia e governança, a empresa não apenas aplica os princípios ESG em suas operações, como incorpora a participação ativa em práticas responsáveis em toda a cadeia de valor. A Lunelli escolheu fazer moda com significado, determinada a inovar para permitir um futuro mais equilibrado e consciente para todos. Ao vestir uma peça fabricada por uma das marcas geridas pela empresa, o consumidor veste-se também de consciência, bem-estar e responsabilidade social.

Por Lunelli

https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/especial-publicitario/grupo-...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 26

Responder esta

© 2024   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço